Eleições: Respiramos! Venceremos?

Ibope confirma que Bolsonaro parou de crescer. Mas risco permanece enorme e é preciso enfrentar, na esquerda, estranhas avaliações sobre a pauta feminista e a condição de candidato antissistema
Por Antonio Martins | Vídeo: Gabriela Leite

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

3 comentários para "Eleições: Respiramos! Venceremos?"

  1. Antônio.
    ok para as suas propostas… mas…
    Vc acredita que os resultados das pesquisas são 100% verdadeiros? Do jeito que você fala, dá a impressão de que não há nenhuma manipulação nas pesquisas e que devemos nos pautar exatamente pelo resultado delas.
    Ou então vc parte desta “realidade” porque é o que o eleitor está vendo. É isso? Não adianta questionar a validade ou a verdade das pesquisas, que manipulam o eleitor como podem? abs. padilha

    • Antonio Martins disse:

      Questão importantíssima, Padilha. Parto destas pesquisas porque, infelizmente, são ainda o dado empírico mais abrangente que temos sobre a tendência do eleitorado. Criar outros instrumentos de aferição me parece essencial.
      Abração
      Antonio

  2. erton disse:

    O apoio mais importante (sempre erroneamente despezado) não foi colocado: o fundamentalismo religioso maciçamente apoia o coiso.

Os comentários estão desabilitados.