Memes de Emergência

Memes para uso e divulgação imediatos… enquanto está aberta a brecha narrativa do fascismo bolsonarista.

Há inúmeras opiniões sobre a recente (17 de janeiro 2020) demissão do secretário de cultura Roberto Alvim, muitas relevantes, muitas equivocadas. Mas a linguagem nazificante de sua proposta para a cultura abriu a possibilidade de pensar o ambiente narrativo do governo como um todo. Em outras palavras, o breve ensaio memético abaixo explora a janela temporal com o nazi-fascismo histórico e propõe comparações.

Nos cenários distópicos abaixo, o dito centro político, tucanos, liberais, coxinhas e cristão-democratas são confrontados com o resultado histórico de suas escolhas, ao acreditar que não seriam vítimas da violência que acometeu minorias e que toleraram em favor de suas pautas econômicas .

Este autor entende que as imagens são de um trauma histórico muito forte e que seu uso no formato meme é no mínimo delicado e pode causar ofensa. Mas a vontade de falar abertamente sobre a presença do nazi-fascismo no governo fez decidir pela publicação.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *