Cuba: começa debate sobre demissões; governo anuncia ramos para economia privada

Da Agência IPS (24/9)

O governo de Cuba autorizará a realização de trabalho por conta própria em 178 atividades e permitirá a contratação de força de trabalho em 83 delas, informou a primeira vice-ministra do Trabalho e Seguridade Social, Admi Velheurdi Cepero, Segundo a funcionária, quem optar por esta alternativa de ocupação terá de pagar impostos sobre rendimentos pessoais, vendas, serviços públicas e utilização de força de trabalho, além de contribuir com a Previdência.

Da Agência IPS (22/9)

Milhares de assembleias começaram a ser realizadas em Cuba esta semana, em locais de trabalho e bairros, com objetivo de explicar a demissão de 500 mil pessoas do setor estatal, informou Salvador Valdés, secretário geral da Central de Trabalhadores de Cuba (CTC), a única organização sindical autorizada na ilha. “O processo se desenvolverá de maneira ampla, com a mais absoluta liberdade de pontos de vista, com sinceridade nas reivindicações e respeito às opiniões divergentes que possam existir”, afirmou Valdés..

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

Um comentario para "Cuba: começa debate sobre demissões; governo anuncia ramos para economia privada"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *