Roda de Conversa: Feminismo e Legalização das Drogas

Como a proibição das drogas afeta especificamente as mulheres? Quais as intersecções entre esses dois movimentos sociais? Um diálogo presencial no espaço de “Outras Palavras”.

Coletivo DAR, União de Mulheres de São Paulo, Fuzarca Feminista e Liga Brasileira de Lésbicas convidam para uma atividade mista que debata os diálogos possíveis entre os movimentos feminista e o antiproibicionista.Como a proibição das drogas afeta especificamente as mulheres? Quais as intersecções entre esses dois movimentos sociais? Qual a relação entre a legalização do aborto e das drogas? Como se dá o debate de gênero dentro do antiproibicionismo? E a luta contra a guerra às drogas dentro do feminismo?

Para acender o debate, vale a leitura da 3ª edição do jornal do Coletivo DAR: A Antiproibicionista, sobre mulheres e drogas, aqui.

Para facilitar a roda de conversa, contaremos com a presença de Alessandra Teixeira (IBCCRIM e Grupo de Trabalho Mulheres Encarceradas) e Thandara Santos (Marcha Mundial de Mulheres).

7 de novembro, às 19h30

Ponto de Cultura Outras Palavras

Rua Augusta, 1239, sala 11 (próximo ao metrô Consolação)

Confirme presença no face: http://www.facebook.com/events/428367437226334/

 

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

Um comentario para "Roda de Conversa: Feminismo e Legalização das Drogas"

  1. Ju Machado disse:

    Texto de Márcia Balades, integrante da Liga Brasileira de Lésbicas e da Marcha Mundial das Mulheres: http://coletivodar.org/2012/10/legalizacao-das-drogas-a-urgencia-da-discussao-texto-no-site-da-marcha-mundial-das-mulheres/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *