Para colorir as cidades

130415-sprays

Mapa interativo facilita encontros entre grafiteiros e moradores que querem suas paredes pintadas, derrubando simbolicamente os muros que afastam pessoas

Por Gabriela Leite

Em menos de um mês no ar, o projeto Color+City que une artistas a pessoas interessadas em ceder seu muro para ser pintado parece estar sendo um sucesso. Ele funciona de forma simples. Quem tem um muro para ser pintado se cadastra no site, entra num mapa interativo e marca o local onde sua casa se situa, com uma foto para facilitar. O artista ou grafiteiro que está procurando algum espaço para pintar vê, no mapa, todos os que estão disponíveis e faz uma reserva no que achar mais adequado. Aí, o dono do muro recebe um email e ambos são postos em contato, para que a arte seja feita em até 35 dias. No mapa, ficam marcados os muros disponíveis (em verde), os reservados (em amarelo) e os que já foram pintados (com o ícone colorido).

130415-mapa

Seu slogan, “mais cor por favor”, remete a frase (“mais amor por favor”) conhecida em pichações poéticas e cartazes nas ruas de São Paulo — cidade que inspirou o projeto e concentra mais contatos no site. Em seu vídeo de apresentação, os criadores referem-se ao papel do grafite na metrópole. Lembram: ele colore os muros que foram feitos para separar, transformando-os. E o Color+City é uma ferramenta a mais para unir e facilitar trocas baseadas em relações não-mercadológicas. A internet serve, como em tantos outros casos (sites de hospedagem solidária, compartilhamento de carros e outros objetos), como tecnologia que permite às pessoas encontrarem-se.

Os idealizadores do projeto foram Gabriel Pinheiro e Victor Garcia. Eles contaram com apoio de diversas empresas, como o site Catraca Livre, a Escola do Futuro, o site e revista Ideafixa e o Projeto Quixote, que busca orientar crianças em situação de risco por meio da arte e do grafite. Outro colaborador é o Google, que contribui com o mapeamento e intermedia os contatos por meio do cadastro em sua rede social Google+, incorporada no site.

Apesar de ter sido pensada para São Paulo, a rede é aberta e já tem inscritos de todas as regiões do Brasil, e até um em Portugal. Em menos de um mês, muitos muros já foram reservados para pintura. Diversos outros foram pintados — é possível encontrar as fotos na galeira do site.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *