Lula, nem preso, nem livre

160322-lula

Há anos, Noam Chomsky cunhou o termo “unpeople” (“não-pessoas”) para designar os que o poder global quer esquecer. É assim que a elite brasileira agora trata o ex-presidente

Por Antonio Martins

Os abusos e ilegalidades cometidos por Sérgio Moro contra Lula foram tantos e tão graves que, agora, até mesmo os velhos jornais brasileiros [para os internacionais, clique nos links 1 2 3 4 5 6] enumeram as arbitrariedades do juiz – reconhecidas, aliás, por diversos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A coerção para depor, em 4/03 era incabível, porque não foi precedida de uma convocação. Na interceptação das conversas telefônicas, e em sua divulgação, as irregularidades, todas de caráter criminoso, acumulam-se. Os diálogos envolvendo a presidente da República precisam ser remetidos ao STF. As gravações relacionadas aos fatos investigados devem ser mantidas nos autos, mas em sigilo (foram escancaradas por Moro). O juiz deve destruir as conversas privadas (e não entregá-las os jornais). Depois de tantas violências, seria de esperar que a mídia defendesse reparação ao ex-presidente – ou, no mínimo, o fim das perseguições.

Só que não. Experimente ler os sites ligados à Folha, Estado, O Globo e Editora Abril ou, pior, ouvir os noticiários da TV. Por dias, todos reproduziram, incansável e espetaculosamente, as gravações ilegais, sempre editadas contra Lula. Foi como se, a cada 24 horas, se produzisse um episódio de manipulação semelhante ao do debate presidencial que, em 1989, levou Collor ao poder. Agora, todos os noticiários alimentam a expectativa pela prisão de Lula. O ato absurdo do ministro Gilmar Mendes, que devolveu o ex-presidente a Moro, é visto como natural. Assim como as negativas ou delongas de colegas de Gilmar [1 2 3], para conceder o habeas corpus que proibiria uma prisão arbitrária.

Lula está em Brasília desde ontem, porém acuado. Em sua ação repousam, hoje, as principais chances de evitar o impeachment. Mas como agir se sequer sua liberdade está assegurada; se não tem posto de ministro; se não pode falar ao telefone; se não sabe se acordará com a Polícia Federal batendo em seu quarto de hotel? À noite, jantou com Dilma. Teria cogitado desistir da Casa Civil. No PMDB, que prepara o desembarque do governo, o vice-presidente Michel Temer avisou que não o encontrará.

Para referir-se ao tratamento que Israel dispensa aos palestinos, ou o que Washinton reserva aos que mata por meio de drones, Noam Chomsky cunhou certa vez o termo unpeople – não-pessoas. É preciso desclassificá-los, despi-los dos direitos, para que as leis permaneçam válidas, mas não os protejam. Para a velha mídia, Lula converteu-se em não-pessoa. Para parte dos brasileiros, tornaram-se também os que vestem-se de vermelho, ainda que crianças ou bebês.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

5 comentários para "Lula, nem preso, nem livre"

  1. jose disse:

    Por favor, me explique, se a justiça é igual pra todos, porque TODOS que roubam a Nacao seja elite ou não, nao vao para a cadeia?
    Tem foro privilegiado , para haver verdadeira democracia , isso tinha que acabar, pois estes não vão….seja PT, osdb, PMDB, seja lula ou Aécio, cadeia neles!!!!
    É me perdoem, está na cara que elevaram lula a ministro para que ele faça parte do seleto Foro privilegiado….. É vergonhoso!!!!

  2. Adailton Pereira de Melo disse:

    Nesse caso sr José a justiça não está sendo igual para todos….você precisa se apropriar melhor da filosofia da história para entender como se construiu o Brasil….te digo uma…anular Lula não é colocar corrupto na cadeia porque eu e você também somos quando damos o “jeitinhos brasileiro” para nos beneficiar de alguma coisa ou de alguém. Memória histórica é bom e faz bem para a saúde política do país e da vida pessoal…..Não sou PT, mas o governo Lula foi o melhor desde a proclamação da República em 1889.

  3. marcio ramos disse:

    A direita golpista sem propostas sem projeto sem dialogo sem liderança tudo ficha suja acham que podem governar?
    PM subordinada as Forças Armadas, impunidade parlamentar, foro privilegiado, mamatas e regalias, o governo distante do povo acham que podem governar?
    Igrejas corruptas, grandes empresas corruptas, sistema democrático indireto, a casta do funcionalismo publico no Executivo, Legislativo e Judiciário indecente, mercado financeiro ditando as regras acham que podem governar?
    Quem governa realmente? O crime? Quem sabe?

  4. “Uma mentira repetida mil vezes se torna verdade – Joseph Goebels

  5. ROBERTO disse:

    PELO VISTO O SR. MORO ESTÁ GOSTANDO MUITO DE APLAUSOS, VISIBILIDADE, LUZES, ETC……
    PROPONHO À GLOBO QUE O CONTRATE PARA TRABALHAR NAS NOVELAS DAS 9:OO HS.
    E A REVISTA CARAS PODE LEVÀ-LO ÀQUELA ILHA….. COM MUITAS FOTOS COLORIDAS, SOB UM SOL LINDO DE MORRER……
    MAS DEVERIA DEIXAR O PROCESSO “LAVA-JATO” PARA OUTRO JUIZ (DISCRETO COMO DEVE SER).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *