O lugar dos EUA no mundo

João Rabello obseva o declínio moral da grande superpotência após assassinatos com drones, manutenção dos centros de tortura e apoio à invasão de Gaza

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

4 comentários para "O lugar dos EUA no mundo"

  1. Tudo que é ruim para os EUA é bom para o mundo. A influência deles é nefasta, na política, na economia, na cultura, em tudo. Quanto mais se fragilizarem, melhor.

  2. quem diria que o super poderoso que se inflintavam pelos paises AL estivessem embaixo da sola dos sapatos dos antes chamados – OS CUCARACHOS.

  3. Elivanete Macêdo disse:

    EM FRANCO DECLÍNIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *