Em SP, ciclo sobre Cinema e Líderes Políticos

Cena do documentário Vocação do Poder, que será exibido entre outros essa sexta (05/10) as 21h00

Documentários e filmes de ficção examinam papel das lideranças e do personalismo na vida institucional brasileira. Diretores e intelectuais debatem com público

Por Cauê Seignemartin Ameni

Em tempos de eleição, um evento que visa promover filmes e debates sobre a representação cinematográfica da política e suas lideranças é algo que não se deixa passar batido.

Aberta nesta quarta-feira (3/10), na Cinemateca de São Paulo, uma série de documentários e filmes de ficção ajuda a investigar a construção da imagem dos governantes, o significado das lideranças, as crises e escândalos e as manifestações de personalismo típicas da cultura política brasileira. Organizado pelo  NEAMP (Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política da PUC/SP), o ciclo cobre um amplo período da história do Brasil — da Era Vargas à eleição Lula da Silva, passando pela queda de João Goulart em 1964 com o golpe militar.

A programação inclui desde clássicos do cinema novo como O desafio, de Paulo César Saraceni, e Terra em transe, de Glauber Rocha, a produções como Linha de montagem, de Renato Tapajós, documentário sobre o movimento sindical paulista; Entreatos, de João Moreira Salles, produção sobre os bastidores da campanha de Lula à Presidência; e Vocação do poder, de José Joffily e Eduardo Escorel, uma investigação sobre o processo eleitoral de vereadores no Rio de Janeiro. Obras menos conhecidas como Getúlio Vargas, de Ana Carolina, Céu aberto, de João Batista de Andrade, também serão apresentadas. Além de reunir encontros com estudiosos da política, o evento conta com a participação dos cineastas João Batista de Andrade, Toni Venturi, diretor de O Velho – a história de Luiz Carlos Prestes, e de Renato Tapajós, autor de Linha de montagem. Ao longo da mostra, os três diretores conversam com o público sobre a realização de seus filmes.

Confira a programação abaixo.

CINEMATECA BRASILEIRA

Largo Senador Raul Cardoso, 207

próxima ao Metrô Vila Mariana

Outras informações: (11) 3512-6111 (ramal 215)

www.cinemateca.gov.br

Ingressos: R$ 8,00 (inteira) / R$ 4,00 (meia-entrada)

Maiores de 60 anos e estudantes do Ensino Fundamental e Médio de escolas públicas têm direito à entrada gratuita mediante a apresentação de documento.

PROGRAMAÇÃO

03.10 QUARTA

SALA CINEMATECA BNDES

18h30 GETÚLIO VARGAS

20h30 APRESENTAÇÃO DE VERA CHAIA E TELMO ESTEVINHO VOCAÇÃO DO PODER

04.10 QUINTA

SALA CINEMATECA PETROBRAS

19h30 O VELHO | DEBATE COM TONI VENTURI TELMO ESTEVINHO

05.10 SEXTA

SALA CINEMATECA PETROBRAS

19h00 OS ANOS JK

21h00 VIVA ZAPATERO!

06.10 SÁBADO

SALA CINEMATECA PETROBRAS

16h00 O DESAFIO

19h00 VIDEOGRAMAS DE UMA REVOLUÇÃO | DEBATE A CENTRALIDADE DA IMAGEM NA VIDA POLÍTICA CONTEMPORÂNEA COM ANA AMÉLIA DA SILVA MAURO PERON | COORDENAÇÃO DE EDUARDO LUIZ VIVEIROS DE FREITAS

07.10 DOMINGO

SALA CINEMATECA PETROBRAS

16h30 A COMÉDIA DO PODER

20h30 ENTREATOS

10.10 QUARTA

SALA CINEMATECA PETROBRAS

20h30 CÉU ABERTO | DEBATE COM JOÃO BATISTA DE ANDRADE | COORDENAÇÃO DE RAFAEL ARAUJO

11.10 QUINTA

SALA CINEMATECA BNDES

19h30 ENTREATOS | DEBATE A CONSTRUÇÃO DA PERSONAGEM POLÍTICA PELAS CAMPANHAS ELEITORAISCOM CARLOS MELO CLÁUDIO PENTEADO | COORDENAÇÃO DE ROSEMARY SEGURADO

12.10 SEXTA

SALA CINEMATECA PETROBRAS

16h00 VOCAÇÃO DO PODER

13.10 SÁBADO

SALA CINEMATECA PETROBRAS

16h00 JANGO

19h00 TERRA EM TRANSE | DEBATE A AFIRMAÇÃO DAS LIDERANÇAS POLÍTICAS EM PERÍODOS DE CRISE COMMIGUEL CHAIAKÁTIA SASSI | COORDENAÇÃO DE SYNTIA ALVES

14.10 DOMINGO

SALA CINEMATECA PETROBRAS

16h30 LINHA DE MONTAGEM

18h30 LULA, O FILHO DO BRASIL

21h00 OS ANOS JK

17.10 QUARTA

SALA CINEMATECA PETROBRAS

19h00 GETÚLIO VARGAS

20h30 LULA, O FILHO DO BRASIL

18.10 QUINTA

SALA CINEMATECA PETROBRAS

20h00 LINHA DE MONTAGEM | DEBATE A PERMANÊNCIA DO PERSONALISMO NA POLÍTICA BRASILEIRA COMANDRÉ SINGERRENATO TAPAJÓSCRISTINA MARANHÃO E VERA CHAIA

FICHAS TÉCNICAS E SINOPSES

Os anos JK: uma trajetória política, de Silvio Tendler

Minas Gerais, 1980, 35mm, cor, 110’

Documentário sobre a história política brasileira a partir de 1945, tendo como personagem central o presidente Juscelino Kubitschek. Premiado no Festival de Gramado de 1980, Os anos JK reúne farto material de arquivo, entre cinejornais e imagens de televisão, e depoimentos de nomes expressivos da política brasileira. Narração de Othon Bastos.

não indicado para menores de 14 anos

sex 05 19h00 | dom 14 21h00

Céu aberto, de João Batista de Andrade

São Paulo, 1985, 35mm, cor/pb, 78’

Documentário sobre a campanha das Diretas Já e a eleição de Tancredo Neves à Presidência da República. O filme capta a euforia que tomou conta do país e a posterior consternação nacional com a morte do estadista mineiro. Dentre os depoimentos de diversas personalidades, como Fernando Henrique Cardoso e Ulysses Guimarães, destaca-se o do general Newton Cruz, comandante militar e símbolo da truculência da ditadura, que tenta justificar a repressão que liderou contra manifestantes a favor das eleições diretas, em Brasília. Prêmio Office Catholique Du Cinema no Festival de Paris de 1985. Fotografia de Chico Botelho. Montagem de Walter Rogério.

não indicado para menores de 14 anos

qua 10 20h30

A comédia do poder (L’Ivresse du pouvoir), de Claude Chabrol

França, 2006, 35mm, cor, 110’ | Legendas em português

Isabelle Huppert, François Berléand, Patrick Bruel, Marilyne Canto

Inspirado em caso real, o filme narra a história de uma juíza encarregada de investigar um complexo caso de fraude e apropriação de dinheiro público. Claude Chabrol reencontra em A comédia do poder sua atriz predileta, Isabelle Huppert, protagonista do filme. De maneira clara e irônica, o cineasta registra os bastidores da negociata e da propina na alta cúpula de uma grande empresa.

não indicado para menores de 14 anos

dom 07 16h30

O desafio, de Paulo César Saraceni

Rio de Janeiro, 1965, 35mm, pb, 100’

Joel Barcellos, Sérgio Britto, Hugo Carvana, Oduvaldo Vianna Filho

Um jornalista, amargurado com o fracasso de sua crença na revolução popular, vendo seus amigos serem perseguidos, presos e torturados, vê ruir também o seu caso amoroso com uma mulher burguesa. Concebido e realizado logo após o golpe de Estado de 1964, o filme estuda o desnorteio e a perplexidade das esquerdas com o início do regime militar, em paralelo à efervescência artística e intelectual em curso naqueles anos. Vencedor dos prêmios Torre-Nilson e Revista Cinema Novo no Primeiro Festival Internacional do Filme, em 1965, no Rio de Janeiro e do Prêmio Historiadores do Cinema Mundial no Festival de Cannes de 1965.

não indicado para menores de 14 anos

sáb 06 16h00

Entreatos, de João Moreira Salles

Rio de Janeiro, 2004, 35mm, cor, 115’

De 25 de setembro a 27 de outubro de 2002, a equipe de Entreatos acompanhou de perto a campanha de Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República. O filme revela os bastidores de um momento histórico através de material exclusivo, como conversas privadas, reuniões estratégicas, telefonemas, traslados, gravações de pronunciamentos e programas eleitorais. Fotografia de Walter Carvalho.

não indicado para menores de 14 anos

dom 07 20h30 | qui 11 19h30

Getúlio Vargas, de Ana Carolina

Rio de Janeiro, 1974, 35mm, pb, 76’

A trajetória de Getúlio Vargas contada a partir de imagens de cinejornais, fotos de época, músicas, discursos e textos da literatura de cordel. Narração de Paulo César Pereio.

Não indicado para menores de 14 anos

qua 03 18h30 | qua 17 19h00

Jango, de Silvio Tendler

Rio de Janeiro, 1984, 35mm, cor, 117’

Um relato da vida política brasileira dos anos 1960, tendo como fio condutor a biografia do presidente João Goulart. Sua ascensão e queda até a morte no exílio são reconstituídas a partir de material de arquivo e entrevistas com personalidades como o ministro Afonso Arinos de Melo Franco, o general Antonio Carlos Muricy, Leonel Brizola, Celso Furtado e Frei Betto, entre outros. Um dos mais populares documentários da história do cinema brasileiro. Narração de José Wilker.

não indicado para menores de 12 anos

sáb 13 16h00

Linha de montagem, de Renato Tapajós

São Paulo, 1981, 16mm, cor, 90’

Documentário sobre as greves de 1979 e 1980 em São Bernardo do Campo. O filme retrata as grandes assembleias dos operários do ABC, centrando foco na ascensão de Luiz Inácio Lula da Silva como líder sindical e na repressão policial.

Não indicado para menores de 14 anos

dom 14 16h30 | qui 18 20h00

Lula – o filho do Brasil, de Fábio Barreto

Rio de Janeiro, 2009, 35mm, cor, 128’

Rui Ricardo Diaz, Glória Pires, Cléo Pires, Juliana Baroni

Melodrama sobre a vida do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Sua trajetória pessoal e profissional é contada desde o seu nascimento, em 1945, no sertão pernambucano, até 1980, ano da morte de sua mãe. O filme ainda capta sua ascensão como líder sindical no ABC paulista.

Não indicado para menores de 14 anos

dom 14 18h30 | qua 17 20h30

Terra em transe, de Glauber Rocha

Rio de Janeiro, 1967, 35mm, pb, 107’

Jardel Filho, Paulo Autran, José Lewgoy, Glauce Rocha

Em Eldorado, país imaginário dos trópicos, um poeta agoniza em meio às diferentes forças políticas que disputam o poder. Uma das mais contundentes respostas artísticas ao golpe militar de 1964, Terra em transe é uma vigorosa e visionária alegoria política sobre o Brasil e a América Latina dos anos 60. Obra-prima de Glauber Rocha, responsável pela consagração internacional do cineasta, inaugurou um debate sobre o populismo no país e foi o ponto de partida para o Tropicalismo.

não indicado para menores de 14 anos

sáb 13 19h00

O Velho, a história de Luiz Carlos Prestes, de Toni Venturi

São Paulo, 1997, 35mm, cor/pb, 105’

A trajetória do líder comunista Luiz Carlos Prestes, uma das personagens mais emblemáticas da história do Brasil no século XX. Prêmio de Melhor documentário (Competição brasileira) no festival É tudo verdade de 1997. Narração de Paulo José.

livre

qui 04 19h30

Videogramas de uma revolução (Videogramme einer Revolution), de Harun Farocki e Andrei Ujica

Alemanha, 1992 , 16mm, cor, 106’ | Legendas em português | Exibição em DVD

Farocki e Andrei Ujica recolheram filmes amadores e transmissões da televisão estatal romena depois da sua ocupação por manifestantes, em dezembro de 1989. São as imagens e os sons da primeira revolução histórica, na qual a televisão desempenhou um papel fundamental.

não indicado para menores de 14 anos

sáb 06 19h00

Viva Zapatero!, de Sabina Guzzanti

Itália, 2005, 35mm, cor, 80’ | Legendas em português | Exibição em DVD

Documentário sobre a censura imposta por Silvio Berlusconi aos meios de comunicação públicos na Itália. O filme reúne trechos de programas censurados e entrevistas com funcionários do governo, vítimas da censura, além de professores universitários e jornalistas de diversos países.

não indicado para menores de 14 anos

sex 05 21h00

Vocação do poder, de José Joffily e Eduardo Escorel

Rio de Janeiro, 2005, 35mm, cor, 110’

A trajetória de seis candidatos a vereador nas eleições municipais do Rio de Janeiro em 2004. O filme capta as várias etapas da campanha, desde as convenções partidárias até a apuração dos votos, e a reação dos eleitos e dos derrotados.

Não indicado para menores de 14 anos

qua 03 20h30 | sex 12 16h00

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

2 comentários para "Em SP, ciclo sobre Cinema e Líderes Políticos"

  1. José Karaja disse:

    Boa oportunidade, para quem mora em Sampa!

  2. José da Cunha Jr - Karajá disse:

    Imperdivel!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *