E agora, José?, por José Saramago

Em crônica pouquíssimo conhecida no Brasil, o escritor português inspira-se em Drummond para refletir sobre “as horas em que o o desânimo se faz muralha” e a covardia dos homens

Curadoria e narração: Alexandre Machado

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

Um comentario para "E agora, José?, por José Saramago"

  1. É uma pena! Tenho um problema de ouvido que não me deixou escutar o Agora José de Saramago. Infelizmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *