O sultão e seu golpe meio bilhão de reais

Como Eduardo Cunha, condutor do impeachment, agenciou “bancada da mala”, com 200 deputados. Detalhes pitorescos: os gastos milionários em hotéis, restaurantes, lojas de grife

160328-Cunha3

FINACIAMENTO PRIVADO: Segundo documentos da Suíça, esquema liderado pelo atual presidente da Câmara movimentou R$ 411 milhões em 29 contas bancárias, entre 2007 e 2014

Por Mauro Lopes, editor do blog Caminho para Casa

O processo de impeachment contra a presidenta Dilma é um golpe em dois sentidos: político e financeiro. Não tem qualquer traço de legalidade. Há um trem pagador de mais de R$ 500 milhões de reais (meio bilhão) que patrocina o golpe contra uma presidente eleita e contra a qual não pesa sequer uma acusação de corrupção. O trem pagador tem um maquinista, Eduardo Cunha.

Segundo documentos do Ministério Público da Confederação Suíça enviados à Procuradoria Geral da República, o esquema suíço liderado por Cunha com outros participantes movimentou R$ 411 milhões em 29 contas bancárias entre 2007 e 2014 (o valor não inclui, portanto, o ano de 2015). Isso é apenas uma fração, aquilo que foi identificado Suíça. Há ainda o dinheiro não localizado na própria Suíça e mais uma série de paraísos fiscais não mensurados neste montante (veja reportagem do Correio Braziliense sobre os documentos suíços clicando aqui).

Entrevistado pelo programa Espaço Público TV Brasil da EBC em novembro de 2015, o ex-ministro Ciro Gomes estimou que, deste volume imenso de recursos, Cunha usou R$ 350 milhões para montar seu próprio bloco parlamentar: “Eduardo Cunha roubou algo ao redor de meio bilhão de reais e deve ter distribuído uns 350 (milhões de reais) por uns 150 a 200 picaretas” – assista aqui e veja a afirmação de Ciro sobre a montagem da bancada de Cunha, a tropa de choque do impeachment, aos 8min05 da entrevista. Se as contas de Ciro estiverem corretas (e use-se o número mais modesto, 150), Cunha repassou algo como R$ 2 milhões para cada um de seus apoiadore$ apenas na “operação Suíça”.

Mas não é só. Como a planilha da Odebrecht já deixou patente, Cunha é padrinho de muitas outras doaçõe$. A planilha indica o poder de Cunha como intermediário. Tomo emprestada a formulação da jornalista Helena Sthephanowitz no blog da Helena, na Rede Brasil Atual sobre o assunto: “Eduardo Cunha aparece como beneficiário de uma doação do Grupo Odebrecht de R$ 1,1 milhão para seu partido, o PMDB. Se foi ou não devidamente registrada é outra discussão e deverá ser objeto de novas investigações. O curioso é ele aparecer como ‘padrinho’ de uma doação bem maior, de R$ 3 milhões, para o diretório nacional do PSC, atual partido do deputado Jair Bolsonaro. Cunha aparece também na planilha como ‘padrinho’ de outra doação, de R$ 900 mil, para o PR. Ou seja, só por essas indicações na planilha, em 2010 Eduardo Cunha operou como captador de R$ 5 milhões – isso apenas junto ao Grupo Odebrecht – para três partidos, justamente os que em Brasília compõem a chamada ‘bancada do Cunha’, ou seja, o grupo de parlamentares de vários estados que acompanha fielmente a liderança do atual presidente da Câmara em todas as votações.” – leia a íntegra da coluna aqui.

É impressionante. Cunha apadrinha R$ 5 milhões apenas na planilha de uma empreiteira em uma eleição. É a bancada da mala, estimada por Ciro Gomes em 150 deputados. Fiéis a Cunha até o fim – enquanto ele continuar doando, é claro. É disparadamente a maior bancada da Câmara, praticamente o dobro do maior bloco parlamentar da Casa, que conta com 87 deputados (PP, PTB, PSC e PHS).

É a tropa de choque de Cunha, majoritária na Comissão do Impeachment e capaz de tudo para impedir o prosseguimento do processo contra o “capo” na Comissão de Ética.

Mas há mais, muito mais dinheiro para comprar o impeachment de Dilma. Segundo o deputado Paulo Pereira da Silva, “tem muita gente querendo financiar esse negócio do impeachment”. Ouça aqui. É só o parlamentar interessado sinalizar que a grana aparece, segundo o deputado, conhecido como Paulinho da Força, líder do partido Solidariedade e que conhece um tipo de solidariedade que o fez réu em processo por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e crimes contra o sistema financeiro e figura em mais três inquéritos – ele está na comissão do impeachment, por óbvio.

Cunha é algo como um herói, um ícone para Paulinho. Na mesma gravação em que afirmou que está chovendo e vai continuar a chover nas hortas dos deputados golpistas, ele fez questão de ressaltar que “esse negócio (isso mesmo, “negócio”) do impeachment tá indo, eu vou falar a verdade, por causa do Eduardo Cunha. O impeachment só tá acontecendo por causa do Eduardo Cunha.” Paulinho está certo. Retire-se Cunha e o processo de impeachment terá enorme dificuldade de seguir adiante, sem o devido combustível.

O cenário da Câmara dos Deputados é desolador e faz do Brasil o centro de um escândalo ao redor do mundo. O condutor do processo, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, é réu numa ação no Supremo por recebimento de propina e distribuiu recursos da ordem de centenas de milhões de reais; 61% dos deputados da comissão encarregada do processo receberam R$ 9 milhões de empresas investigadas na operação Lava Jato (leia aqui); 31 dos 130 integrantes da comissão (titulares e suplentes) respondem a inquérito ou ação penal no Supremo, acusados de formação de quadrilha, corrupção e lavagem de dinheiro, entre outros crimes (leia aqui).

O relator da comissão do impeachment, deputado Jovair Arantes, é funcionário (ops, aliado) de Cunha. Atua no Conselho de Ética como um coronel do exército de Cunha nas manobras para paralisar o processo contra o chefe. Assumiu a relatoria do impeachment apenas depois de garantir aos golpistas que condenará Dilma – leia aqui. Jovair é um aliado de valor: teria cobrado R$ 4 milhões apenas para apoiar a recondução ao cargo do presidente da Agência Goiana de Meio Ambiente. Quem veiculou a denúncia? É até engraçado, mas foi a Veja! Isso mesmo, Veja desceu o cacete no deputado em 2012, quando considerava que isso prejudicava o governo do PT. Disse a revista na ocasião: “Num documento de 24 páginas assinado e entregue formalmente ao Ministério Público em dezembro passado, ele diz que, quando estava de saída da agência ambiental, ouviu uma proposta nada ortodoxa: Jovair, a quem caberia indicar o novo presidente do órgão, pediu 4 milhões de reais para apoiar sua recondução. ‘O deputado queria R$ 4 milhões para que o infraescrito fosse indicado para continuar na titularidade do órgão público’, escreveu”. Está tudo no link aqui, mas como Jovair agora é da famiglia dos Civita, não se sabe até quando estará no ar.

O crime contra o país acontece em clima de farra no Congresso – e numa escalada fascista sem precedentes na sociedade de nas ruas.

Farra para Cunha e os seus

E que farra. A Procuradoria Geral da República (PGR), na denúncia apresentada ao Supremo contra Cunha em 4 de março de 2016 apresentou a vida de sultão de Cunha ao país (não, ao país não, porque a Globo e suas congêneres de menor expressão preferiram silenciar sobre o que você lerá a seguir pois, afinal, o pedalinho era mais importante). A expressão “vida de sultão” foi um preciso achado da reportagem de El País sobre a denúncia da Procuradoria – leia aqui e, se quiser, clique no link logo no início da reportagem para ter acesso à íntegra da peça da PGR).

Os números são dignos de um sultão mesmo, é só ir à denúncia, ler e deixar o queixo cair:

Virada de 2012/2013 – Em nove dias, numa viagem a Miami para a passagem de ano (entre 28 de dezembro e 5 de janeiro) Cunha, mulher e filha torraram R$ 170 mil. Isso mesmo! Mais de R$ 18 mil por dia (a cada dia ele gastou mais do que o salário mensal de um parlamentar à época, de R$ 17.794,76). Em Miami, a gastança foi antológica. Tudo em nove dias (a seguir apenas alguns exemplos dos gastos): almoço e jantar em restaurantes em Miami Beach em 28 de dezembro pela bagatela de R$ 7.500; uma refeição para celebrar o início de 2013 com a família no restaurante Prime Italian, em 01 de janeiro, no valor de R$ 6 mil; outras contas de valor similar em diversos restaurantes; apenas no dia 29 de dezembro, R$ 24.520 em comprinhas na Saks e na Salvatore Ferragamo. Mas não foi suficiente. Em 2 de janeiro, mais comprinhas, agora na Giorgio Armani e Ermenegildo Zegna, duas das grifes mais requintadas do planeta, somando outros R$ 20.504. Parece mentira, não é? Mas tudo registrado nos cartões de crédito do futuro “capo” do impeachment.

2013 estava apenas começando – em fevereiro, depois do festival Miami, Cunha, que não é de ferro, foi a Nova York. O ritmo não se reduziu. Entre 9 e 12 daquele mês, a PGR flagrou gastos de R$ 36.732 entre hotel, restaurantes e as grifes preferidas de Cunha. O atual presidente da Câmara é rápido no gatilho; dia 12 de fevereiro a gastança começou cedinho em NYC e continuou à noite em Zurique, na Suíça (ah, a Suíça): entre a noite de 12 e a manhã do dia 15 de fevereiro, a conta ficou em R$ 18.716. Mas não foi tudo: na noite de 15 de fevereiro, lá estava ele sentado à mesa do Le Grand Vefour, em Paris, para uma refeição de R$ 9.984. No dia 16, pagou R$ 23.900 de hospedagem no famoso Hotel Crillon, em Paris, cidade onde chegara na véspera! Fevereiro acabara, mas em março a festa precisava continuar: no dia 25, pagou uma conta de R$ 12.288 no Hotel W. Barcelona, na cidade do mesmo nome. Não há distâncias nem limites para Cunha: em 20 de junho, lá estava ele no restaurante Russkiy Ampir, em São Petesburgo (Rússia): conta de mais de R$ 12 mil. Este foi o padrão em 2013, que se repetiu em setembro, de novo em Nova York.

Os sapatos de Cunha – o presidente da Câmara gosta de conforto para os pés. Parece que estava adivinhando que seria eleito presidente da Casa e tratou de cuidar dos pezinhos. Em setembro de 2013, em Nova York, torrou R$ 32.464 na loja de sapatos masculinos Prada Abbigliamento. Isto em apenas uma compra de sapatos. Podemos imaginar que Cunha não parou por aí, mas os documentos da PGR não alcançam outras aquisições de lotes de sapatos. Mas grifes como Zegna e Ferragamo, suas preferidas, têm linhas de calçados que não devem ter escapado ao seu interesse.

2014 – Cunha não parava – e não parou até hoje. Atravessou o Atlântico já em janeiro de 2014 para continuar a festança com o seu dinheiro em Paris. No dia 12, pagou uma conta de quase R$ 40 mil reais no Hotel Meurice, na Cidade Luz, sem contar as comprinhas de sempre. Em março, já estava em Roma, logo depois em Veneza e Florença – entre 2 e 7 daquele mês, lá se foram mais R$ 37 mil só em hotéis, algo como R$ 6.200 de diárias. Como Cunha não é de ferro, não custava nada (para ele) uma esticadinha à terrinha. Dia 8 de março lá estava o comandante das forças contra a corrupção em Cascais, porque afinal em Portugal é tudo mais barato, não é? Mais R$ 9.472 em dois dias de hospedagem no Grande Real Villa Hotel (quase uma pechincha para o deputado, que pagara diárias superiores a R$ 6 mil apenas dois dias antes na Itália!). Não, não acabou. Em abril, o sultão certamente sentiu-se em casa: mais R$ 23.708 no hotel Burj Al Arab, em Abu Dabi.

2015 – Até o início do último ano, Cunha não era ainda presidente da Câmara. A eleição, em 1 de fevereiro de 2015, não constrangeu o sultão. Lá estava ele, 15 dias depois de sua eleição, cuidando de renovar o guarda roupa em Paris. Uma conta de mais de R$ 32 mil reais na Textiles Astrum France. Hospedagem? Nada de monotonia. O Crillon, em 2013, e o Meurice, em 2014, não estavam à altura do terceiro homem na linha sucessória: era chegada a hora do Plaza Athenee! Cinco noites por R$ 63.520 (quase R$ 13 mil a diária). Era preciso mesmo celebrar, e de novo na terrinha, mais uma conta de quase R$ 6 mil reais por uma refeição no restaurante Os Arcos, em Paço D’Arcos e de novo no Grande Real Villa Hotel, em Cascais (ele gostou!): mais R$ 11.700.

A singeleza da mulher de Cunha, Cláudia – nada de listas extensas. Só os destaques. Em 2014: em Paris, em janeiro, R$ 30.828 na Chanel e mais R$ 16.736 na Charvet Place Vêndome (só os destaques, lembre-se); em Roma, em março, R$ 17.988; em Lisboa, também em março, outros R$ 14.144 na Louis Vuitton; e, claro, Dubai –R$ 15.196 na Chanel. Os destaques de 2014 (só os “high lights”!) somaram quase R$ 100 mil reais em roupas, sapatos e bolsas. Chanel é sempre Chanel: pra a grife, quase a metade, R$ 46.024. Importante mencionar duas compras de 2015 porque, afinal, o maridão estava eleito presidente da Câmara e era preciso caprichar e pensar nele; na favorita Charvet Place Vêndome com suas opções para homens e mulheres, R$ 26.148; e mais R$ 6.704 em gravatas na Hermès pra Cunha fazer bonito presidindo a Câmara. Tudo em fevereiro, um mês de compras pra família Cunha (junto com março, setembro, outubro, dezembro e janeiro compõem o semestre dourado dos cunhas anualmente).

A filhinha Danielle e suas delícias – a lista é enorme e tá cansando, começa a ficar monótono. Mas vale o registro que mocinha não deixou barato. Da extensa lista de Danielle, três que merecem realce: em janeiro de 2014, enquanto papai e mamãe passeavam na Europa, ela gastou quase R$ 21 mil na Chanel, em Nova York; mais R$ 20 mil na Neiman Marcus em Orlando, em abril do mesmo ano; e mais R$ 18.508 na Fendi em Nova York – afinal, Europa é pra velhos, não é?

Cunha gasta como um sultão. É o sonho de todos os manifestantes dos domingos na Paulista, das matilhas fascistas, dos pequenos, médios empresários e até alguns grandes empresários, dos parlamentares e jornalistas a serviço do golpe: querem todos gastar como sultões. Por isso Cunha desperta uma relação mal escondida de inveja e admiração: pois ele de verdade gasta como um sultão.

É um sultão que presta serviço ao ódio dos que desejam ser sultões como ele, mas, sobretudo, preferem a morte a ver um país em que os ricos tenham de abrir mão de parte de sua fortuna para que os pobres possam viver com dignidade. Preferem a morte a ter de abrir mão de farras como a de Cunha – ou do “direito” de sonhar com elas.

Não há solução para o escândalo da presença de Cunha à frente da Câmara no interior do próprio Congresso – sua bancada é a maior da Casa. Só há duas soluções possíveis para o caso Cunha no âmbito da democracia: as ruas ou o Judiciário.

Cunha é o que é. A imprensa faz de conta que não vê o meio bilhão do sultão e sua máquina de fazer bancada. Prefere cuidar dos pedalinhos do torneiro mecânico.

O golpe em marcha, entre centenas de milhões de reais, ódio, farra e um condutor: o sultão.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

6 comentários para "O sultão e seu golpe meio bilhão de reais"

  1. Deuzimar Menezes Negreiro disse:

    Minhas conclusões de agora‼
    O corrupto no Brasil sempre ganhou‼ Agora ganha uma nova ideologia: a da corrupção‼ O que está em curso é o parimento oficial dessa nova ideologia corrupta, que até então era só um comportamento, e sua acomodação plena com o aniquilamento total do PT e de seu Governo que passa a configurar na triste história do Brasil como o único partido de natureza corrupta.
    [ I ]
    Revista VEJA, Rede Globo, Rede Record, Bandeirantes… utilizando-se de linguagem sutil subliminar; de propaganda subreptícia repetida à exaustão, fomenta, prega, alimenta o pânico à população conforme lhes convêm seus interesses, os momentos e as circunstâncias contendo incitamentos à violência, à subversão da ordem, preconceitos nas relações ideológicas de cunho cultural, político, econômico e social; de religião, raça ou classe social e comprometem alterando, modificando, manipulando comportamentos, a moral e os bons costumes naturais de populações distintas que povoam terras de regiões brasileira. Tudo isso em nome de uma liberdade de expressão e de imprensa, coisas que no país [USA-EUA-USA] que eles mais veneram e dizem ser o paraíso da plena democracia e liberdades, nada disso é permitido, pois lá o liberalismo “democrático” não é como o “liberalismo democrático” de cá que nos impõem de todas as formas e jeitos‼
    Em se tratando de unanimidade no Brasil, toda ela parece ser realmente “burra”‼ Há 516 anos que o brasileiro é estrupado e, daí emprenhado pelos ouvidos a ter preconceitos a todos os que não são “dotô”‼ Elite‼
    -=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
    [ II ]
    O povo merece é o que tem, o que sempre teve, o que terá‼ isso é fato‼ Isso é histórico‼
    O principal erro do governo PT é ter como causa o povo…
    Cristo só é lembrado da forma como é lembrado porque a causa d’Ele aqui na terra não foi o povo! A sua CAUSA foi de OUTRO MUNDO‼ o MUNDO de onde Ele veio e depois voltou‼ se estivesse morrido simplesmente pela causa “o povo”, não seria lembrado pelo “o povo” desde o dia seguinte à sua morte!
    Minha causa, não tenho vergonha em dizer, já foi o povo‼ Não mais é o povo‼
    -=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
    [ III ]
    PSDB EM PESO na lista da Odebrecht e nem um pio da Rede Globo e…
    Blindagem é isso aí!
    O Sr. Moro, a Rede Globo e CIA tornaram a lista da Odebrecht “sob sigilo” porque compromete todos os corruptos que eles tanto defendem e blindam desavergonhadamente contra qualquer tipo de ameaças e que se encontram na lista não só da Odebrecht, mas na lista da Mendes Junior, da Andrade Gutierre… e de quantos empreiteiros polulam por este Brasil à fora e tem relação com obras públicas desde os anos 70 do século passado‼
    -=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
    [ IV ]
    Muitíssimos criminosos “úteis”‼
    Dos 594 membros do Congresso brasileiro, 242 são coniventes, portanto cumplices dos 352 que enfrentam acusações criminais na “justiça” e estão todos na linha de frente para executar o Golpe de Estado contra a presidente da tal “república” dos corruptos que não sai da boca dos mesmos. E, isso manterá esse Legislativo apodrecido no poder pelo menos até 2019 produzindo lei que só lhes protejam dos crimes praticados.
    Cada dia torna-se mais evidente, mais visível, mais claro que esta tal de “lava jato”, a corrupção que ela diz combater e as “manifestações” afins se encerarão logo após a extinção do PT e de seu Governo. A partir daí – segundo semestre desse – é o inferno apocalíptico de Dante Alighieri e de Dan Brown substituindo o “inferno petista” tendo como comandante mor por meio do PSDB o Sr. FHC e CIA sem que haja partido ou político outro que lhes faça oposição‼
    E, aí, os mercadores de armas e da morte norte americanos com seu comércio armamentístico terão as mãos o Brasil como potencial consumidor de suas armas a serem usadas por “brasileiros” contra brasileiros, “irmãos” contra irmãos‼ Vi, presenciei isso na America Central e países do Cone Sul nos anos 80 e 90 do século passado. Infelizmente, verei, sem querer, isso amanhã neste Brasil de gente vida de gado massa de manobras.
    -=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
    [ V ]
    Justiça é como a morte.
    Para início de… conversa – Liberdade todo mundo quer para si… Saber e lutar por ela são poucos.
    Liberdade, constitucionalmente, não é plena, absoluta, condicionando-se aos princípios do sistema democrático-representativo e do pluripartidarismo sem afronta ao princípio da igualdade ou qualquer ingerência em seu funcionamento interno. E, “Democracias representativas não podem ser governadas por protestos e pesquisas de opinião”.
    Há um jogo, em campo o fluminense é um dos times. Entra para jogar contra o fluminense, o flamengo. O juiz do jogo, seus auxiliares, bandeirinhas, gandulas; narrador, comentaristas… todos são pró-flamengo. Como termina o jogo??‼ De forma justa??‼ Com justiça??‼
    A noção e compreensão da definição de JUSTIÇA e de MORTE têm a mesma dimensão semântica etimológica. JUSTIÇA, na sua essência semântica etimológica, como é a essência semântica etimológica da MORTE, É PARA TODOS‼ SEM DISTINÇÃO…, SEM EXCEÇÃO‼ Mas no Brasil até para a MORTE se tenta dá um jeitinho para enganá-la e não ser para todos. A JUSTIÇA, então, ESSA, no Brasil, seleta e eletiva pelos seus legisladores feitores, aplicadores e executores, nunca foi, não é, não será para todos nessas terras basilis de basiliscos dominantes‼
    O Brasil é um país de doentes de difícil cura de sua natureza corrupta… Quem se manifesta… dizendo ser contra a corrupção… e só vê corrupção no PT ou é um idiotizado imbecilizado pleno exercendo o papel de massa de manobra ou é um mau caráter, daí, um injusto, marginal; um desonesto, um antiético; mais um corrupto querendo, buscando, por qualquer meio justo ou injusto, lícito ou ilícito, “se dar bem” ao tomar e ocupar o lugar do outro…
    Ninguém estar indo para as ruas manifestar espontaneamente contra o PT, a Presidente Dilma e à corrupção como dizem. Vão devido a decorrências de estímulos… Vão porque pastores protestantes teocráticos capitalistas corruptos marginais estimulam “seus fiéis” dentro de “suas igrejas”. Vão porque políticos pastores protestantes… e pastores políticos…, todos teocratas capitalistas corruptos marginais os estimulam. Vão porque os detentores de concessão da mídia – políticos, pastores, capitalistas… -, os querem que vá‼ Portanto, vão por “interesses próprios”‼ por “interesses particulares” não por INTERESSES NACIONAIS BRASILEIROS e quem diz estar indo voluntariamente, espontaneamente, mente!
    As manifestações no dia 13-03-16 demonstraram o quanto os manifestantes ignoram, desconhecem o real sentido de política, de seriedade, de honestidade, probidade; de ética e do papel do Estado. Demonstraram e continuam a demonstra ser de total analfabetismo político e partidários de corruptos e da corrupção não petista. Isso é fato‼ Isso é óbvio‼
    JUSTIÇA SE FAZ, SE PRATICA POR MEIO DE HOMENS E MULHERES QUE, NATURALMENTE, PRATICAM JUSTIÇA; HOMENS E MULHERES DECENTES, ÍNTEGROS, PROBOS, ÉTICOS POR NATUREZA e não do tipo como essas pessoas que se encontram contaminadas pelo vício pragmático e endêmico da corrupção, no topo da pirâmide brasileiro, como uma elite intocável e inquestionável de agentes de justiça aplicando sua justiça sem praticar JUSTIÇA!!
    Combate-se corrupção política combatendo e punindo sem dó nem piedade eleitores corruptos e corruptos filiados pelos partidos políticos. Depois, estende-se o combate à sociedade da mesma forma como se combateu o eleitor e o político corrupto‼
    Corrupção no Brasil não começou no PT com Lula e Dilma. Corrupção não envolve só o PT, o Lula, a Dilma…, dinheiro, bens materiais… Envolve qualquer tipo de pessoa que quer o atingimento de qualquer tipo de querer, de poder que ela queira obter ou manter para si e/ou para os “seus…” sem se importar com os meios ilícitos utilizados. Uma manifestação pode ser um ato de corrução e não efetivamente um ato decente, justo, probo, ético contra a corrupção‼ Exemplo claro e concreto tem sido estas manifestações que têm ocorrido neste país em nome do combate à corrupção… mas do PT, Lula e Dilma‼
    Onde que se encontra escondida a decência, a honestidade, a probidade, a ética dos basiliscos no PSDB??‼ Na lama debaixo dos chinelos??‼
    E, aí‼ Ninguém grampeou os “telefones” dos senhores marginais corruptos que se encontram na cúpula do PSDB??‼ Do DEM??‼ Do tal de solidariedade??‼ E outros??‼ Mesmo que tenham sidos denunciados na tal “lava jato”, por empreiteiros, como envolvidos em corrupção desde o Governo Militar até os dias de hoje‼
    Tem corruptos, sabotadores, manipuladores, maus caráter, marginais de todos os níveis em todos os setores, em todas as áreas, em todos os lugares no Brasil. E esses corrompem consciência, pensamentos, idéias, entendimentos, comportamentos, atitudes, valores… Corrompem quantos queiram se deixar corromper‼ É o que se sabe fazer tão bem e de maneira intensa e naturalmente, em todos os níveis e setores, por este Brasil à fora‼
    Uma grande escola, uma grande universidade que ensina isso com grande e excepcional competência e maestria tem sido a rede globo de televisão por meio de suas telenovelas e telejornais. Mas ela não está só em seu papel‼
    Quanto à tal “lava jato”, dizem que seu objetivo é combater a corrupção. Mas, na verdade, é no intuito de combater realmente a corrupção ou é simplesmente para tirar a limpo a corrupção política empresarial e empreiteira do petismo isentando todos os outros políticos corruptos não petistas??‼
    Essa “lava jato” só me faz lembrar o que presenciei muitas vezes nos meus tempos de criança e juventude. Quantas e quantas vezes presenciei vaqueiros atravessando com suas boiadas, rios infestados de piranhas e, para que essas não atacassem todos os bois, escolhia e tirava da boiada um ou dois ou três e os condenava jogando-os para as piranhas comer e, com isso, salvava ileso o restante dos bois do ataque das piranhas. Essa “lava jato” está condenando e jogando uns dois, três bois [“corruptos”] às piranhas e salvando ileso o restante da boiada [dos corruptos]. Isso é fato‼ Isso é óbvio‼
    Outra coisa muito estranha na tal “lava jato”‼ Como que com exatos dois anos de lava jato prendendo gente acusada de corrupção e essa gente ainda é pega com “as provas dos seus crimes”??‼ Que tipo de criminosos é essa gente que “guarda” as provas de seus crimes sem as destruir sabendo que a qualquer momento serão pegas??‼
    -=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
    [ VI ]
    É, Brasil‼
    Até quando tu serás dominado e espoliado por tantos bandidos??‼
    Historicamente se faz justiça no Brasil de modo seleto e eletivo. Hoje age sem vergonha, de forma explicita e imperativa, a Ditadura do Judiciário dentro de um “governo eleito de modo democrático”, mas vivendo os auspícios da ditadura invisível do governo paralelo psdbista que não conseguiu ser “eleito no modo democrático”!!
    O governo brasileiro se encontra sequestrado, refém, escravizado, dominado, chantageado, sabotado explicitamente pelo sistema financeiro capitalista de origem norte americano instalado no congresso em Brasília na figura de cada político corrupto, marginal dono do congresso, um congresso de corruptos liderados debaixo do guarda chuva PSDB, e na mídia na pessoa de seus proprietários.
    Se o PT É O INFERNO como estão dizendo e fazendo crê o PSDB com FHC e CIA, vive-se um Brasil a caminho do inferno apocalíptico de Dante Alighieri e de Dan Brown em plena ditadura de um governo paralelo psdbista se dizendo ser de um estado de direito democrático em combate à corrupção. Ditadura financiada e ditada por uma elite de corruptos em processo de aniquilamento total de um grupo adversário…, para isso, faz uso da Ditadura do Judiciário, num “governo dos juízes” e CIA com Moro na liderança sentado encima da lei, diferentemente da ditadura dos anos 60-80 por ser militar com o objetivo de destruir uma “invasão comunista” no Brasil.
    Queres saber se estais no inferno…?! Então experimente e dirás depois que estavas no paraíso e não sabia‼
    -=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
    [ VII ]
    Infelizmente há no Brasil uma população em pleno estado de analfabetismo político que se diz contra a corrupção e pedindo justiça, mas está a serviço, como massa de manobra, como sempre estiveram, de uma elite corrupta que domina há 516 anos esse povo, e que quer está de volta dominando plenamente as instituições como sempre o fizeram.
    Só agora, observando estas manifestações…, percebo, fui entender o real sentido da expressão “analfabeto funcional” brasileiro. Isso é, em que o analfabeto funcional brasileiro é de fato funcional. Exerce uma função. Ele é perfeitamente funcional aos interesses de um novo capitalista protestante que surge no Brasil, o capitalista teocrático fundado numa teologia tupiniquim que tem o capital como resultado. E exerce a função de analfabeto político como perfeita massa de manobra a uma alcateia, a uma matilha, a hienas em uivos, aos urros e risos na savana que se transformou a esplanada e o congresso brasileiro. É a manipulação psíquica coletiva posta em pratica sobre o analfabeto… através da mídia e se obtendo seus resultados positivos da comprovação da sua eficácia.
    O grupo que se autodenomina de oposição à presidência da republica, ao seu partido e aos seus aliados, apoiadores e colaboradores faz seu papel de hienas quando passeiam em matilha pela esplanada ou dentro do congresso parecendo um bando de hienas em uivos, aos urros e risos em volta de sua vítima.
    A hiena emite um grito áspero, parecido com uma gargalhada. O que parece riso não passa de um latido diferente que tem o som parecido com o de uma gargalhada. Ataca geralmente em grupo. É necrófaga, não tem o hábito de cuidar de sua pelagem, o que a deixa com o mau cheiro do sangue, das entranhas, ou mesmo da carniça de suas presas.
    Leia a seguir o texto de
    Janaina Ballaris
    6 de abril de 2013 •
    E perceba o quanto as hienas instaladas no congresso brasileiro não diferem das hienas das savanas africanas.
    Estou inspirada!! Vou repetir um texto que divulguei há uns tempos atrás. Super interessante e oportuno. Analisem que poderão perceber quem são as pessoas hienas!
    “Pessoas Hienas!!!
    Há alguns anos escrevi um artigo sobre hienas, leões e vários outros animais. Aprendo muito em estudar o reino animal e fazer analogia com nossa sociedade. Hoje vou falar novamente sobre as hienas com tudo que pesquisei nos últimos dias.
    Hienas são bichos que comem merda, mas vivem rindo. São predadoras de extrema destreza e crueldade. Rainhas do gongo, elas se atrevem até a encarar os leões na disputa por carniça. Relegadas a segundo plano na hierarquia da caça, esses animais também se fazem de vítima, traço muito bem captado pela hiena Hardy, desenho inesquecível da Hanna Barbera, com seu bordão “Ó, céus! Ó, vida! Ó, azar!”.
    As hienas riem da própria desgraça, num sinal de contentamento automático com a miséria, com o destino de marginais tolerados, com o complexo eterno de inferioridade, com as brigas de egos.
    Quem vai liderar as hienas? Qual a hiena mais bonita do verão? Qual o novo point da carniça mais jovem da cidade? Elas precisam distrair, enquanto os leões não chegam.
    As hienas só se unem na hora de caçar, mas brigam quando vão repartir a carniça. Vivem em bando, mas é só uma miragem, uma aparência. No final das contas, a hiena bem-sucedida é aquela que tem o monte de merda só para ela. Esses bichos estão acostumados à barbárie da selva. Matanças são boas notícias para as hienas. É o prato do dia. “Ó, céus! Ó, vida! Ó, azar!”, repetem a ladainha, como um tique de sua raça.
    As hienas são egoístas. Pouco objetivos, esses animais vivem o seu dia como se fosse o último. Não guardam comida. Até seus filhotes são desmamados logo cedo. Hienas não têm paciência para essas coisas de família, de lutas coletivas, de direitos.
    As hienas tem uma destreza incrível para aproveitar os momentos de fraquezas. Quem lidera a clã é sempre uma fêmea. E elas são capazes de matar e comer vivo a própria líder. Talvez seja o única mamífero que se alimenta de sua própria espécie.
    Elas morrem de inveja de leões, também pudera, elas estão sempre do “outro lado” e como diz a música , “o outro lado é desespero, é desespero é desespero”…..rsrsrs
    Quantas pessoas hienas você conhece no seu meio? A sorte é que os líderes leões, apesar de elas morrerem de inveja colocam elas pra correr.
    -=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

  2. Rita Lama disse:

    Excelente artigo!!! Precisamos anotar os nomes de cada um dos golpistas para que NUNCA MAIS sejam eleitos.

  3. O PROBLEMA É QUE AS PESSOAS NÃO APRENDERAM A VOTAR. E TUDO CONTINUA NA MESMA TÁTICA DO LOBO TOMANDO CONTA DAS GALINHAS. O PAÍS PÁRA, PORQUE QUEM DEVE PROMOVER O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO PAÍS ESTÁ PARADO SE DEFENDENDO E ATIRANDO NO ESCURO PARA TODOS OS LADOS. O LEGISLATIVO QUE DEVERIA ESTÁ VOTANDO PROJETOS DE INTERESSE DA COLETIVIDADE, SEMPRE FICOU PARADO PARA JULGAR SEUS PARES POR NÃO AGIR COM ÉTICA. E JUDICIÁRIO ATOLADO EM PROCESSOS DOS CIDADÃOS, DOS QUAIS NÃO CONSEGUEM SENTENCIAR, FICA PARADO JULGANDO ATOS IRREGULARES DOS EXECUTIVO E LEGISLATIVO. REALMENTE ESTE É UM PAÍS DOS EXTREMOS, MUITOS COM POUCOS E POUCOS COM MUITO.

  4. Genovan de Morais disse:

    Nossa!! bom demais teu texto Deuzimar. Na hora em que tudo está as vésperas de despencar, parece nos restar apenas a indignação…e ainda as ruas…

  5. Genovan de Morais disse:

    Caro Mauro, ótimo artigo e uma pergunta: Haverá algum lugar no mundo onde possamos encontrar pararelo? Um corrupto que conduz com os pés, digo com os bolsos, um golpe de estado e encontra na mais alta corte de justiça, apelo a interpretações técnicas (do impeachment) sobre sua constitucionalidade? Quando tecnicamente nada há para o sustentar, o que prevalece são os obscuros e sórdidos meandros da política e, neste caso, doutos senhores do STF, não há eufemismos, há gooooolllllpe à moda séc. XXI.

  6. josé mário ferraz disse:

    Como não praticou crime a presidente? O país está apodrecendo. Como não ser mal gestão motivo para impedimento? Alguma esperança haveria em tirar do poder os canalhas que dele se apossaram. Há gente honesta ainda. Aí estão os bravos da Lava Jato, Joaquim Barbosa, Heloísa Helena, Eliana Calmon e alguns gatos pingados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *