Doze pontos para uma nova economia

As idéias do Put People First: ao invés de discurso ideológico, propostas concretas, capazes de grandes transformações

Eis uma versão em português da plataforma de doze pontos do movimento quer organiza a grande manifestação de Londres:

I. Salvar primeiro as pessoas: assegurar governança democrática da economia:

1. Obrigar os paraísos fiscais a respeitarem normas internacionais rigorosas.

2. Promover reformas amplas no sistema de direção e governança do Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional.

3. Tornar todas as instituições financeiras, produtos financeiros e empresas transnacionais transparentes e sujeitas a prestação pública de contas.

II. Empregos: ocupações decentes e serviços públicos para todos:

4. Promover investimentos maciços num new deal verde, para construir uma economia sustentável, baseada em trabalho decente e remuneração justa.

5. Fortalecer os orçamentos destinados aos serviços públicos.

6. Agir para assegurar recursos de emergência para todos os países que deles necessitam, sem exigir contrapartidas e condicionalidades prejudiciais às sociedades.

III. Justiça: acabar com a pobreza e a desigualdade globais:

7. Destinar, até 2013, ao menos 0,7% da renda nacional dos países ricos para o apoio ao desenvolvimento, e de forma mais eficaz; pressionar para o cancelamento de todas as dívidas ilegítimas ou impagáveis dos países do Sul.

8. Assegurar que os Estados mais pobres tenham condições de gerir suas economias, inclusive controlando os fluxos externos de capital financeiro.

9. Interromper as pressões para que os países em desenvolvimento liberalizem e desregulamentem suas economias; não tentar retomar a Rodada de Doha, rejeitada diversas vezes por estas nações.

IV. Clima: Construir uma economia verde:

10. Além do new deal verde (recomendação 4), introduzir as regulamentações robustas e os incentivos financeiros necessários para construir uma economia verde.

11. Promover, na conferência de Copenhagem, um acordo que assegure cortes substanciais e comprováveis nas emissões de gases do efeito-estufa, de forma a evitar que o aquecimento terrestre ultrapasse 2º C.

12. Assumir compromissos com novas e substanciais transferências de recursos do Norte para o Sul, para apoiar as adaptações energéticas e o desenvolvimento sustentável nos países empobrecidos.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

3 comentários para "Doze pontos para uma nova economia"

  1. Alex Rosa da Silva disse:

    Um dos pontos que gostaria que fosse abordado é regulamentação em nível internacional de todas as trasações financeiras globais. E a criação de órgão regulador aberto e democrático aos moldes da Assembléia Geral da ONU (um Banco Central Mundial).
    E a retomada das discussões sobre a taxa Tobim.
    Alex

  2. Ozinaldo Augusto de Melo disse:

    To stand for a guarantee that developed countries, through their Governments, will be engaged to support Education in favour of the not-developed countries. To emphasize that the finance aid will come with clear rules defining the way the finance aids will be used and audited twice a year by independent economists, administrators and accountants, giving the programs the transparency needed to the public eyes.

  3. Animal Racional disse:

    Movimento Zeitgeist
    O Movimento Zeitgeist é como uma “praça pública” em que os humanos se encontram para compartilhar seus recursos, assumindo a família global que realmente somos. Ou seja, é um ponto abstrato em comum para as pessoas se organizarem. O movimento social em si é um grupo apenas se considerar como membros todos os indivíduos humanos. Sua sede é a Terra.
    Em outras palavras, o MZ é uma “bandeira” da humanidade, que se trata da admissão da interdependência a tudo e todos. No processo de transição, indo de sentimentos de independência para a união da espécie, o MZ é um ponto em comum que funciona como a ferramenta agregadora. É o nome dado ao trabalho coletivo global.
    Ou, numa analogia à psicologia, um sujeito sob tratamento pode ter progresso se projetar sua existência como um terceiro, algo como um “outro eu”, de modo a mais facilmente realizar a transição de um estado para outro. Com essa “terceirização de si” pode mais facilmente conhecer-se e, então, estabelecer amor-próprio.
    Como o próprio nome assim sugere: Movimento Zeitgeist = Mudança de Valores. Neste caso, de toda nossa espécie
    .
    Texto original da missão do Movimento Zeitgeist:
    Fundado em 2008, o Movimento Zeitgeist é uma organização em defesa da sustentabilidade que realiza ativismo comunitário e ações de conscientização através de uma rede de atuação global e regional, projetos em equipe, eventos anuais, mídia e trabalhos de caridade.
    O foco principal do Movimento inclui o reconhecimento de que a maioria dos problemas sociais que afligem a espécie humana neste momento não são os resultados de alguma corrupção institucional, escassez, uma estratégia política, uma falha da “natureza humana” ou outras hipóteses causais comumente atribuídas pela comunidade ativista. Ao contrário, o Movimento reconhece que questões como pobreza, corrupção, colapso, falta de moradia, guerra, fome e outros parecem ser sintomas originados de uma estrutura social ultrapassada.
    Enquanto passos intermediários de reforma e apoio comunitário temporário sejam de interesse do Movimento, o objetivo determinante aqui é a instalação de um novo modelo socioeconômico baseado no gerenciamento, alocação e distribuição de recursos de forma responsável, através do que pode-se considerar como o método científico para a racionalização de problemas e encontro de soluções otimizadas.
    Este Modelo Econômico Baseado em Recursos se trata de uma abordagem técnica direta ao gerenciamento social em oposição a um modelo monetário ou até mesmo político. Trata-se de atualizar o funcionamento da sociedade para os métodos mais avançados possíveis que a ciência tem a oferecer, deixando para trás as conseqüências destrutivas e inibições limitadoras que são geradas pelo nosso atual sistema de troca monetária, lucro, corporações e outros componentes estruturais e motivacionais.
    O Movimento é fiel a uma linha de pensamento e não a pessoas ou instituições. Em outras palavras, a visão defendida é que através do uso de pesquisas socialmente orientadas e dos conhecimentos testados em ciência e tecnologia, nós agora somos capazes de chegar logicamente a aplicações sociais que podem ser profundamente mais eficazes em atender as necessidades da população humana. Na verdade, existem poucas razões para considerar que as guerras, a pobreza, 95% dos crimes e muitos outros efeitos da escassez de dinheiro, comuns ao nosso modelo atual, não possam ser resolvidos ao longo do tempo.
    As campanhas de ativismo e consciência do Movimento atuam no curto e longo prazo. A visão de longo prazo, que é a transição para um Modelo Econômico Baseado em Recursos, é uma busca e uma expressão constantes, como afirmado anteriormente. Entretanto, para atingirmos tal objetivo, o Movimento também reconhece a necessidade de técnicas de reforma, além do apoio direto à comunidade.
    Por exemplo, a “reforma monetária” em si não é uma solução final proposta pelo Movimento, mas o mérito dessa abordagem legislativa ainda é considerada válida no contexto de transição e integridade temporal. Da mesma forma, assim como comida, vestuário e outros projetos de apoio para os necessitados dos dias de hoje também não são considerados uma solução de longo prazo, ainda são considerados válidos no contexto de ajudar os outros em tempos de necessidade, enquanto também trazemos conscientização para o objetivo principal.
    O Movimento Zeitgeist também não tem fidelidade a um país ou a plataformas políticas tradicionais. O Movimento vê o mundo como um sistema único e a espécie humana como uma única família e reconhece que todos os países devem se desarmar e aprender a compartilhar seus recursos e ideias, se nós pretendemos sobreviver no longo prazo. Assim, as soluções encontradas e promovidas são no interesse de ajudar a todos no planeta Terra, não a um grupo específico.
    http://movimentozeitgeist.com.br/index
    http://www.thezeitgeistmovement.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *