Febre amarela: novo balanço

Crédito: Rovena Rosa/ ABr (a foto é da campanha de 2012)

Saiu ontem o último balanço do Ministério da Saúde: são 846 casos e 260 mortes por febre amarela desde o ano passado. O estado do Rio já tem 135 casos confirmados e 57 mortes, e o município mais afetado é Angra dos Reis, um destino super conhecido entre turistas…

Essa e outras notícias você confere aqui embaixo, onde publicamos todo o conteúdo da newsletter de hoje. Ela traz os temas mais importantes dos principais veículos nacionais e internacionais. Espia só.

(Quer se inscrever e receber  de manhã cedinho por e-mail? Clique aqui)

Se inscreveu e não recebeu? Dá uma olhada na sua caixa de e-mail. A news tem ido parar na aba “promoções”.

FEBRE AMARELA

Saiu ontem o último balanço do Ministério da Saúde: são 846 casos e 260 mortes desde o ano passado. O estado do Rio já tem 135 casos confirmados e 57 mortes, e o município mais afetado é Angra dos Reis, um destino super conhecido entre turistas. E O Estadão diz que foi justo pra lá que viajou o suíço que morreu com febre amarela no fim de fevereiro. O governo suíço está pedindo para as pessoas se vacinarem se quiserem vir para o Brasil. Já teve também três chilenos, três argentinos e um romeno confirmados com a doença.

MUITO PODER

O Brasil de Fato explicou ontem o caso do pesquisador Vicente Almeida, demitido da Embrapa no fim do mês. Ele denunciava casos de assédio moral contra funcionários e ainda o compromisso daquela instituição (pública) com o agronegócio. “As empresas do agronegócio e das indústrias químicas se reúnem semanalmente com o presidente [da Embrapa]”, diz ele. A Abrasco repercutiu o caso em nota.

E também esta semana algumas entidades entraram com um pedido no STF para ingressar como amicus curiae no processo que questiona a isenção de impostos para agrotóxicos no Brasil. Se conseguirem essa condição, elas vão poder contribuir formalmente com o debate. Quem assina o pedido: Terra de Direitos, Campanha Nacional Permanente Contra os Agrotóxicos, Associação Brasileira de Agroecologia e FIAN Brasil.

CAÇA CONTAMINADA

Tem metais pesados no sangue de pelo menos 45 mil indígenas da Amazônia, perto da fronteira entre Peru e Equador – quase toda a população tem níveis de cádmio acima do limite aceitável. Agora, uma descoberta parece estar relacionada a isso: animais caçados por esses povos ingerem água e solo cheios de metais pesados e hidrocarbonetos.

Cientistas colocaram armadilhas de câmeras e conseguiram gravar pacas, veados vermelhos, tapires e pecaris – muito consumidos lá – bebendo água e comendo terra contaminada. A pesquisa faz parte de um projeto amplo que há mais de uma década analisa a contaminação por petróleo na área.

EVANGÉLICAS TAMBÉM QUEREM

Depois das Católicas pelo Direito de Decidir, mulheres evangélicas lançaram ano passado a Frente Evangélica pela Legalização do Aborto, atraindo a ira de Silas Malafaia. A Vice conversou com uma das integrantes: “Existe um grupo hegemônico hoje na igreja evangélica, extremamente autoritário, e que ousa querer falar por toda a igreja. Só que a igreja é muito diversa, tem posicionamentos políticos e teológicos muito distintos, não dá pra um grupo querer falar por todos… (…) Os pastores midiáticos das grandes igrejas neopentecostais acham que podem falar em nome de todos os evangélicos, mas não podem, e a Frente surge exatamente pra dizer isso. Que esses pastores não representam a totalidade”, diz Camila.

IRLANDA ESTÁ MAIS PERTO

O governo irlandês topou preparar até maio o referendo que vai decidir sobre a legalização do aborto. Se a votação for favorável, ele vai ser permitido sem restrições nas 12 primeiras semanas de gestação (hoje, só em caso de risco de vida pra a mulher, e penalidade para o aborto ilegal chega a 14 anos de prisão).

MENOS CESARIANAS

Por aqui, o Ministério da Saúde lançou esta semana o projeto Parto Cuidadoso, para diminuir as cesarianas no país. Vão ser 634 maternidades participando do projeto-piloto, com capacitação de enfermeiras obstétricas e obstetrizes, e vai ser criado um monitoramento para acompanhar o número de cirurgias. A inspiração é o projeto Parto Adequado, adotado pela ANS em 2014.

VACINAS NA GRAVIDEZ

Algumas não devem ser tomadas, mas outras são recomendadas. E, entre essas, a adesão é baixa. O Ministério da Saúde lançou uma campanha específica, que, segundo a Folha, é iniciativa da Sociedade Brasileira de Imunizações e tem uma preocupação específica com a coqueluche e a gripe. Não há grandes detalhes sobre a campanha além de que serão distribuídos folhetos nos postos de saúde.

CÂNCER DE MAMA

Prevenção insuficiente, diagnóstico tardio, demora para o início do tratamento e falta de políticas públicas para proporcionar às mulheres pobres o diagnóstico e tratamento adequados: estes foram alguns dos.problemas apontados pela Femama (a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama) em um relatório lançado ontem.

MULHERES NA PESQUISA

A presença das brasileiras no universo acadêmico tem aumentado, e pesquisadoras da Fiocruz falam sobre isso aqui. E a publicação Cadernos de Saúde Pública trouxe o tema no editorial da edição de março.

RECORTA E COLA

Os mosquitos transgênicos já tinham sido desenvolvidos para a dengue e, agora, pesquisadores da Universidade John Hopkins inventaram mosquitos resistentes à malária. A técnica usada é a Crispr, que recorta e muda o código genético.

Outro grupo, no Laboratório Cold Spring Harbor, usou o Crispr para controlar uma proteína que leva a um tipo de leucemia mais agressivo.

DIVERSÃO PERIGOSA

Tem gente usando remédio contra ansiedade como droga recreativa no Reino Unido. Só que, se o Xanax original já dá problema mesmo quando prescrito (causa dependência, no Brasil é tarja preta e não é disponibilizado pelo SUS), o usado por diversão é ainda cima é falsificado, e pode ter coisas bem estranhas na composição. Tipo ácido, metais pesados e cera para chão.

ACUSAÇÃO

O diretor do Hospital dos Servidores do Estado do Rio foi acusado de tentar favorecer seu filho em um concurso da entidade ameaçando outro médico, que havia sido mais bem colocado. Pablo Costa, que sofreu a ameaça via mensagem no celular, fez B.O. Tá na Revista Fórum.

CADÊ?

Terminamos a newsletter de hoje com um mistério. Alguém viu o site do DATASUS? O que aconteceu? Parece que essa mensagem de erro – “Informamos que diante do cenário de instabilidade nos Sistemas DATASUS, as aplicações encontram-se indisponíveis” – está aparecendo há dias (vimos o questionamento no facebook do professor Alcides Miranda, da UFRGS)

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos