Rumo a uma nova Cruzada?

Autoria do atentado de Paris é suspeita. Mas ele certamente serve aos que pretendem atiçar as novas guerras “civilizatórias” do Ocidente

150112-Cruzada2

Autoria do atentado de Paris é suspeita. Mas ele certamente serve aos que pretendem atiçar as novas guerras “civilizatórias” do Ocidente

Por Manlio Dinucci, no Il Manifesto | Tradução: Antonio Martins | Imagem: Guido ReniArcângelo Miguel (1636)

Movem-se e disparam como verdadeiros comandos. Nada de rajadas, para não desperdiçar munição. Apenas um ou dois disparos em cada vítima, como o policial já ferido e liquidado no chão, com um só tiro, pelo assassino que passa a seu lado, volta ao carro e, antes de subir, recolhe com toda calma um tênis – que poderia servir de prova, por meio de análise do DNA.

No entanto, quando estes mesmos indivíduos, depois de darem mostra de uma preparação digna de um comando de forças especiais, mudam de veículo, “esquecem” no primeiro auto – segundo a versão da polícia – um documento de identidade. E assim, assinam oficialmente o atentado. Em poucas horas, o mundo inteiro conhecerá seus nomes e suas biografias: “dois delinquentes de pouca envergadura, radicalizados, conhecidos pela polícia e serviços de inteligência franceses”.

Diante dos fatos que estão sendo definidos como “o 11 de Setembro da França”, não é possível deixar de recordar o sucedido no 11 de Setembro norte-americano, quando – apenas algumas horas após o atentado contra as Torres Gêmeas – circularam os nomes e biografias das pessoas designadas como autores do atentado e integrantes da Al Qaeda. Também nos Estados Unidos, quando o presidente Kennedy foi assassinato, o suposto assassino foi descoberto de imediato. E algo idêntico ocorreu na Itália, no massacre da Piazza Fontana. É perfeitamente legítima, portanto, a suspeita de que, por trás do atentado ocorrido na França, possa estar o longo braço dos serviços secretos.

Os dois supostos autores da matança de Paris, se são precisas suas biografias, pertencem ao mundo subterrâneo criado pelos serviços secretos ocidentais – inclusive os da França –, que em 2011 financiaram, treinaram e armaram, na Líbia, diversos grupos islâmicos, pouco antes qualificados de terroristas.

Entre estes grupos, encontravam-se precisamente os primeiros núcleos do futuro Emirado Islâmico (ISIS). Segundo uma investigação do New York Times publicada em março de 2013, os serviços secretos ocidentais ofereceram-lhes armamento através de uma rede organizada pela CIA. Depois de haverem participado da derrubada de Muamar Kadhafi, foram enviados à Síria, para tentar derrocar o presidente Assad e posteriormente para atacar o Iraque, no momento exato em que o governo de Al-Maliki afastava-se do Ocidente e se aproximava de Pequim e Moscou.

O Emirado Islâmico, nascido em 2013, recebe financiamento da Arábia Saudita, Qatar, Kuwait e Turquia, países que além disso facilitam – junto com a Jordânia – o trânsito do grupo através de seus territórios. E não se deve esquecer que os países mencionados são, todos, aliados muito próximos dos Estados Unidos e demais potências ocidentais, incluindo a França. Isso não significa que a massa dos membros dos grupos islamitas, que frequentemente provêm de distintos países ocidentais, tenham consciência desta cumplicidade. De qualquer maneira, é altamente provável que se escondam, atrás dos terroristas, agentes secretos ocidentais e árabes, especialmente treinados na realização deste tipo de operações.

Enquanto se esperam novos elementos capazes de esclarecer a verdadeira origem do massacre perpetrado na França, parece lógico perguntarmos: Quem se beneficia com tudo isso?

A resposta pode ser deduzida do que declarou Nicolas Sarkozy, o mesmo que – quando presidente da França – foi um dos principais artífices do respaldo aos grupos islâmicos que participara na guerra de agressão à Líbia. Sarmkozy qualificou o atentado de Paris como uma “guerra declarada contra a civilização, que tem a responsabilidade de se defender”.

Busca-se assim convencer a opinião pública de que o Ocidente está em guerra contra aqueles que querem destruir a “civilização”. Implica que o Ocidente representa a “civilização” e, por isso, precisa defender-se, ampliando suas forças militares e enviando-as a todos os lugares onde surja esta “ameaça”.

Trata-se, assim, de converter a dor das massas pelas vítimas do massacre em mobilização a favor da guerra. O Davi, coberto em Florença com um véu negro, em sinal de luto, está chamado agora a empunhar a espada na nova Santa Cruzada.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

16 comentários para "Rumo a uma nova Cruzada?"

  1. Júlio César Carneiro da Silva Crespo disse:

    Viva a civilização judaico-cristã!!!! Abaixo toda e qualquer cultura de morte!!!

  2. Frédéric disse:

    Viva a teoria do complô !!! Pelo menos dispensa de pensar a argumentar.

    • Luiggi disse:

      quando a tal “civilização” judaico-cristã se comporta como verdadeira agente do inferno, destruindo, roubando, pilhando e matando em nome de Jeová, toda e qualquer teoria conspiratória parece um conto de fadas diante da verdade escondida por trás da selvageria dos “escolhidos de Deus”. Ainda bem que o inferno existe e todos estão amaldiçoados desde sempre…

  3. Nirava disse:

    Espalham as sementes de erva daninha. Quando se espalham,território afora, surgem crescidas, levam um a susto. Hipocrisia. Não vi ninguém nas ruas pelas crianças sirias mortas, salvas de destroços e sem qualquer possibilidade de futuro digno.
    E tudo de podre , de um lado ou outro, dda superfície a analise profunda, não afasta o que declarou uma francesa: se alguém controla o que vc lê, te impede de pensar. Parabéns Nostradamus que profetizou que BUSH pai e filho dariam início a guerra do ocidente contra os seguidores de Maomé.

  4. Júlio César Carneiro da Silva Crespo disse:

    Os islâmicos recalcados e ressentidos, até hoje não engoliram a Reconquista da península ibérica pelos cristãos. Por isso hoje querem ocupar toda a Europa, mas vão deixar a península ibérica por último, porque lá eles são bem conhecidos. Mas o Ocidente vai acordar para lutar contra esses lobos em pele de cordeiro. E pros esquerdinhas de plantão aqui do Brasil, tudo é culpa da inquisição, da sociedade de consumo, da burguesia, da mídia, do imperialismo americano e do neoliberalismo. Esse é o mesmo discurso há mais de cem anos. Troca o disco, turminha repetidora de clichês!!! O mundo sempre foi mais complicado que o papinho de “opressor x oprimido” de vocês.

  5. Júlio César Carneiro da Silva Crespo disse:

    Também não vi ninguém nas ruas pelos milhares de cristãos mortos e perseguidos no Oriente Médio por “radicais” islâmicos e pelo simples fato de serem cristãos. A mídia mundial faz um silêncio ensurdecedor (talvez patrocinado pelos petrodólares) sobre esse massacre atual. Mas isso não é nada, né!!!! Quem mandou fazer a Inquisição!!! Os cristãos pagarão eternamente com uma cristofobia velada, pois o que importa mesmo e é muito perigoso é a islamofobia. E haja inocentes (e idiotas) úteis para alardear somente o enorme perigo da islamofobia.

  6. Ayn Rand Tatcher Friedman disse:

    Vai te tratar Júlio César. Você está doente. Esquece teu ídolo de merda, o astrólogo, e te cuida. Comentar 3 vezes e com tanto rancor em espaço de tempo tão curto, é coisa de quem tá com problemas psíquicos. Acusar quem suspeita das putarias globais de esquerdinhas é de uma demência devastadora. Ou então, aproveita tua loucura e parte com teu fuzil para uma limpeza étnica na Europa. A diferença entre os teus clichês e os da esquerda, é que simplesmente os teus são da ultra-direita, mas também não deixam de ser clichês.

    • Júlio César Carneiro da Silva Crespo disse:

      Podem me xingar à vontade!!! Vocês querem combater os preconceitos com mais preconceitos, querem combater os privilégios com mais privilégios e plantam o ódio, a inveja e a desunião na sociedade brasileira e querem colher amor. Vocês da esquerda como inocentes úteis ou não são os verdadeiros reacionários, recalcados, ressentidos e rancorosos. Vão ser todos desmascarados no debate limpo e não nesse debate sujo de mentiras, desinformação e assassinatos de reputações que o PT e suas linhas auxiliares da esquerda são mestres.

  7. Júlio César Carneiro da Silva Crespo disse:

    Os islâmicos são parceiros dos marxistas e usam a mesma estratégia destes para alcançar o poder: chegam de mansinho, se infiltram na sociedade, na cultura para desconstruí-la de dentro e negam sempre que estão em “guerra” contra os valores da civilização judaico-cristã ocidental capitalista que sustenta essa sociedade, essa cultura, para deste modo encontrar menos resistências nas transformações e agendas que querem impor sobre esses valores e costumes, quase sempre com o auxílio da ala predatória do capitalismo (grandes banqueiros e corporações transnacionais). Usam essa tática por anos, décadas e até séculos se for preciso. São muito pacientes, pois sabem que lutam contra valores que vem sendo forjados há mais de dois milênios no mundo ocidental. Parafraseando Jorge Ben: “Os globalistas estão chegando. Estão chegando os globalistas.” Essas três forças sinistras (islâmicos, comunistas e banqueiros) querem ditar todas as regras no mundo e fazerem dos países (estados nacionais/estados democráticos de direito) e seus povos meros fantoches nas suas mãos. E o grande obstáculo para esse plano diabólico, para essa nova ordem mundial ou para esse admirável mundo novo são os valores da civilização judaico-cristã capitalista ocidental que vem sendo sedimentados há mais de 2000 anos em todo planeta. Em síntese esses valores são: direito à vida e direito à propriedade privada, as liberdades individuais, a democracia constitucional, o regime de livre empresa e livre mercado, a soberania nacional e a consequente autodeterminação dos povos. Então não se enganem meus amigos!!! Uma nova Cruzada contra essa barbárie que se dá no campo físico e horizontal através da violência e principalmente no campo ideológico e vertical através da corrupção da linguagem e relativização dos conceitos e valores, iniciada há mais ou menos 200 anos por essas forças globais, é mais que necessária!!!! É urgente!!! Tão urgente é iniciá-la, quanto ter paciência para reverter esse jogo. O que só deve ser alcançado nos próximos 100 ou 200 anos de trabalho contínuo nessa direção!!!

  8. Nina disse:

    Quer dizer que banqueiros são aliados de comunistas??? De onde sai tanta besteira???

  9. Júlio César Carneiro da Silva Crespo disse:

    Sim, os banqueiros são aliados dos socialistas/comunistas principalmente quando estes estão no poder ou em vias de tomá-lo. Sabe quem financiou majoritariamente o PT em todas as eleições (2002, 2006, 2010 e 2014) que ele ganhou para presidente??? A carta aos brasileiros do Lula em 2002, foi na verdade uma carta aos banqueiros. Aí você replicará, mas o Lula e o PT não são socialistas/comunistas. Se você não for uma “cobra criada”, não seja uma inocente (ou idiota) útil, pois essa é a velha tática esquerdista (que os islâmicos também usam) de chegar de mansinho, fingir aderir ao sistema (democrático/capitalista) e ir desconstruindo esse sistema de dentro pra fora, através do aparelhamento dos poderes e da alteração das leis. Mas sempre vão negar que estão tentando de todas as formas realizar essa desconstrução, pois dificultaria o êxito dessa estratégia, aumentando assim as resistências. E na verdade esse “chegar de mansinho” são muitos anos de doutrinação cultural (e dá-lhe Gramsci!!!) na educação, nas artes, nos meios de comunicação, nas religiões, nas ongs e outras organizações e movimentos da sociedade civil, que visam preparar o terreno político-ideológico para a tomada do poder da esquerda e sua aceitação/legitimação diante da população, da sociedade. Você sabia minha querida Nina, que os grandes banqueiros e investidores, como por exemplo o George Soros, também financiam amplamente em todo o mundo as agendas esquerdistas do aborto, da legalização das drogas e dos movimentos lgbt, ambientalista, indigenista e quilombola, através das ongs e dos movimentos sociais???? Procure saber, procure…

  10. Norbert disse:

    Lord Lord have mercy…com os fracos de espirito….nunca tive o prazer duvidoso de ler um conjunto de besteiras confusas como aquelas do sr. Julio Cesar….estou impressionado

  11. Quanta contradição e quanto desengano em um mundo tão pequeno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *