S.Paulo: um encontro com o desconhecido Extremo Sul

 

140824-Orion

Atividades no próximo fim de semana revelam intensa produção cultural de região da metrópole onde convivem rap, coletivos de comunicação, agricultores orgânicos e aldeias indígenas

Imagem: Alexandre Orion

Cultura e Arte ocuparam, nos últimos anos, lugares centrais na afirmação das periferias brasileiras, e de sua luta pelo direito à cidade (leia texto de Joseh Silva a este respeito). Quem quiser se conectar e entender esse fenômeno de perto, poderá acompanhar as atividades da Virada Sustentável no extremo sul de São Paulo – sob cuidadoria do movimento Imargem. Agricultores, artistas, guaranis da aldeia Tenondé Porã (Parelheiros), coletivos de comunicação, entre outros comporão a cena da Virada na quebrada.

O público poderá acompanhar a exposição de fotografia “Entre a cidade e a floresta”, do Instituto Refloresta; assistir à exibição de filmes na Casa de Cultura Palhaço Carequinha; conhecer (e comprar) as obras dos artistas empreendedores no Ateliê Daki; ver a construção de um painel do grafiteiro Alexandre Orion, no CEU Navegantes; conversar com agricultores e conhecer as plantações de orgânicos na Chácara Santo Amaro; além de participar do rolê pelo extremo sul: tour de ônibus pelos principais pontos da zona sul (do Grajaú à aldeia guarani Tenondé Porã).

Outro momento de reflexão sobre direito à cidade acontecerá durante o Conexões Ocupação – Como virar sua cidade (dias 30 e 31/08), que fomentará o encontro, troca e debate entre coletivos de ocupação e direito à cidade e público em geral. E ainda promoverá um mutirão de revitalização nas casinhas da Ecoativa na Ilha do Bororé.

Intervenção | Alexandre Orion

Alexandre Orion fará uma intervenção mural na empena do CEU Navegantes, no Grajaú. O artista, que tem seu trabalho reconhecido e espalhado pelo Brasil e pelo mundo, faz sua primeira intervenção em São Paulo com as tintas e pigmentos produzidos com as fuligens retiradas dos túneis da cidade. Segundo palavras do próprio artista “a cidade é carregada de significados” e são desses significados ocultos que retira e desenvolve seu trabalho. Nascido em 1978, Orion atua sob influência da cultura urbana e do universo do graffiti.

Local: CEU Navegantes – Rua Maria Mouassab Babour, s/n – Cantinho do Céu

Data: de 14/08 a 28/08

Horário: das 10h às 18h

“Exposição Entre a Cidade e a Floresta”

A exposição Fotográfica “Entre a Cidade e a Floresta” traça o perfil da região de Parelheiros, no extremo sul da capital paulista, a partir do olhar para as comunidades tradicionais que ali vivem – o povo de santo do terreiro Asé Ylê do Hozoouane e o povo guarani da aldeia Tenondé Porã. As fotos fazem parte do projeto Sociobiodiversidade em comunidade tradicionais nas APAs do município de São Paulo, realizado pelo Instituto Refloresta, com recursos do Fundo Especial de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Fema).

Local: Casa de Cultura Palhaço Carequinha – Rua Professor Oscar Barreto Filho, 50 – Grajaú.

Data: 28/08 (quinta-feira)

Horário: 19h

Espetáculo Zoo-ilógico – Teatro de Bonecos

A partir do reaproveitamento de simples objetos do cotidiano, bem como de sucatas variadas, o espetáculo da Cia Truks desenvolve e fomenta a inventividade da criança. Tudo começa quando dois amigos resolvem fazer um piquenique no Zoológico. Ao encontrarem as portas do parque fechadas, não se intimidam em criar, com muita criatividade, um zoológico particular – em que bichos são feitos de pratos, panos, garrafas, talhares, sacolinhas plásticas e tudo o mais que estiver ao alcance das mãos. As nada comuns criaturas vivem situações cômicas e poéticas. Cria-se o Zôo-ilógico, possível na imaginação de todos. E aberto, sempre!

Local: Calçadão Cultural – Casa de Cultura Palhaço Carequinha Grajaú – Rua Professor Oscar Barreto Filho, 50 – Grajaú.

Data: 29/08 (sexta-feira)

Horário: 16h

Aniversário do Centro de Arte e Promoção Social do Grajaú

Último dia de comemoração do aniversário do Centro de Arte e Promoção Social do Grajaú com exposição de Jacira Roque de Oliveira, homenagens e confraternização.

Local: Casa de Cultura Palhaço Carequinha – Rua Professor Oscar Barreto Filho, 50 – Grajaú.

Data: 30/08 (sábado)

Horário: das 19h às 22h

Rolê monitorado para a Virada Sustentável no extremo sul

Saída de ônibus por pontos estratégicos de grande relevância aos aspectos sustentáveis da região. Os participantes farão o trajeto acompanhados por agentes marginais do movimento Imargem. O roteiro inclui:  Aldeia indígena guarani Tenondé Porã; Sítio Boa Nova – produção de agricultura orgânica; Parques Naturais de compensação do Rodoanel; Ilha do Bororé (Igrejinha São Sebastião de 1904), Bar antigo da Dona Nadir e mural produzido pelo Imargem;  Casa Ateliê Galeria Daki; terminando no aniversário de 9 anos do Pagode da 27.

Local: Ponto de encontro: Casa de Cultura Palhaço Carequinha (às 8h30) – Rua Professor Oscar Barreto Filho, 50 – Grajaú.

Data: 31/08 (domingo)

Horário: das 8h30 às 18h.

+ infos e inscrições:http://goo.gl/HzVPXs (vagas limitadas)

Oficina de  Cisterna

Atividade prática, em parceria com o coletivo Geração Reversa – de construção de cisterna de baixo custo para aproveitamento da água da chuva.

Local: Casinha Vento em Popa – Rua 9 de setembro, 88 – Jd Gaivotas

Data: 29/08 (sexta-feira)

Horário: 14h

Responsável: Casinha Vento em Popa

Exibição de filmes

Exibição e bate-papo sobre os documentário: APA Bororé Colônia, APA Capivari Monos, Convivências, Cartograffiti e Espúlio.

Local: Parque Linear Cantinho do Céu – Rua Falção Negro, s/n – Lago Azul – Grajaú

Data: 29/08 (sexta-feira)

Horário: 19h

Ocupando o Parque Lago Azul

A atividade visa promover uma ocupação cultural com programação dos coletivos organizados do Grajaú no Parque Linear Cantinho do Céu, conhecido como Lago Azul. Programação:  9h às 20h – Bazar de troca e venda de sabonetes artesanais (Coletivo Transação); 9h às 12h – Projeto Café com Bolachas (Grupo Revolusom), piquenique e oficina de grafite (grupo O.C.A do Lago Azul); 14h – Expresso Perifa; 16h – Peça “Tudo está organizado para que nada aconteça” (Cia Humbalada de Teatro); 17h – Expresso Perifa e convidados; 20h – Cultura Hip Hop e cultura do Xadrez (coletivo Xemalami); 21h – banda, jazz, rap e interações com MC’s (grupo Rap Enter).

Local: Parque Linear Cantinho do Céu – Rua Falção Negro, s/n – Lago Azul – Grajaú

Data: 30 de agosto (sábado)

Horário: das 9h às 21h.

Intervenção Urbana com artista Thiago Bender

O artista visual Thiago Bender conduz a produção de peças de arte usando embalagens e resíduos recolhidos pela Cooperativa de Catadores Seletivos Parque Cocaia (CooperPac).

Local: Parque Linear Cantinho do Céu – Rua Falção Negro, s/n – Lago Azul – Grajaú

Data: 30 de agosto (sábado)

Horário: das 9h às 21h.

Intervenção Pimpex com artista Thiago Mundano

A ação faz parte de um projeto social, cultural e ambiental que já tirou centenas de catadores de materiais recicláveis da invisibilidade por meio da arte e da participação coletiva – pimpando suas carroças e dando mais dignidade e segurança aos nossos agentes ambientais! O artista Thiago Mundano vai usar o espaço do Parque Linear Cantinho do Céu para pimpar a carroça de um catador do Grajaú.

Local: Parque Linear Cantinho do Céu – Rua Falção Negro, s/n – Lago Azul – Grajaú

Data: 30 de agosto (sábado)

Horário: das 13h às 18h

Velejando na Represa

Jovens velejadores do Jardim Gaivotas em parceria com o Projeto Geração Reversa colocam os barcos na água proporcionando vivências de relação direta com a natureza e aproximação com a questão ambiental de um ponto de vistaexperiencial. A atividade faz parte do Projeto Geração Reversa e conta com a parceria do Imargem, ProSciense e ITCP-GV, e financiado pelo FEMA- SVMA.

Local: Parque Linear Cantinho do Céu – Rua Falção Negro, s/n – Lago Azul – Grajaú

Data: 30/08 (sábado)

Horário: das 10h às 16h

Exposição Sustentabilidade Daki

Exposição de obras dos artistas Casulo, Everaldo Costa, Harry Borges, Will Mangraff e Ricardo Negro no Ateliê Daki – espaço de encontro de novos artistas empreendedores do Grajaú.

Local: Ateliê Daki – Rua Rogério Fernandes, 20 (377) – Grajaú

Data: 30/08 (sábado)

Horário: a partir das 20h

Oficina Repórter da Quebrada | Periferia em Movimento

A oficina Repórter da Quebrada mescla teoria e prática da produção jornalística. Os participantes receberão noções de jornalismo como: o papel do jornalista, o que é notícia, como estruturar uma pauta, noções de entrevista, o que não pode faltar em uma reportagem e dicas de como escolher uma boa foto. Na sequência, terão a oportunidade de aplicar o aprendizado, recebendo o desafio de saírem pelo bairro em busca de notícias relacionadas à Virada Sustentável. O tema específico será decidido pelo grupo. Ao retornar para a sala compartilharão a experiência e postarão o resultado no blog do Periferia em Movimento.

Local: EE. Condomínio Carioba Recanto Marisa – Rua Quatro, 100 – Grajaú

Data: 31/08 (domingo)

Horário: das 9h às 13h

Escola na Rua – Ilha do Bororé

O Escola na Rua é um projeto resultado de uma parceria do Acupuntura Urbana com Tiago Ferreira. A atividade tem como público-alvo os alunos da Escola Estadual Professor Adrião Bernardes, moradores e interessados em conhecer mais a Ilha do Bororé e intervir no espaço da Ecoativa. Programação da atividade:  25/08, das 9h às 12h – Descobrir o lugar:  re-descobrir o espaço por meio de um rolê de bike, registrando as descobertas de forma criativa; 26/08, das 9h às 12h – Descobrir as pessoas: busca e entrevistas com pessoas importantes da comunidade; 27/08, das 9h às 12h30 – Mapeamento criativo: escolher uma parede da Ecoativa para o registro das informações colhidas por meio de mapa-mural; 28/08, das 9h às 12h – Projeto coletivo: definição e implementação de um projeto coletivo de intervenção na Ecoativa; 30/08, das 9h às 17h – Mutirão de transformação da Ecoativa: com o apoio dos escoteiros do grupo Grupo Escoteiro Almirante Tamandaré.

Local: Ecoativa | Ilha do Boreré – Estrada de Itaquaquecetuba S/N – Logo após a travessia da Balsa

Data: de 25/08 a 30/08 (sábado)

Horário: das 9 às 12h (todos os dias, exceto sábado) | das 9h às 17h (sábado)

MUTIRÃO CONEXŌES DE OCUPAÇÃO

Mutirão de revitalização, limpeza e ocupação das casinhas Ecoativa da Ilha do Boreré. A atividade faz pare da programação Conexões Ocupação: como virar sua cidade que reúne diversos coletivos de direito à cidade e ocupação do espaço público da cidade de São Paulo. Além dos coletivos, o mutirão contará com apoio dos escoteiros do grupo Grupo Escoteiro Almirante Tamandaré.

Local: Ecoativa | Ilha do Boreré – Estrada de Itaquaquecetuba S/N – Logo após a travessia da Balsa

Data: 31/08 (domingo)

Horário: das 9h às 17h

 

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *