Para mergulhar na Internet sem cair nas malhas da NSA (e outros larápios…)

151015-NSA

Oficinas em São Paulo e Rio ensinam a aproveitar vastas possibilidades da rede evitando interceptação de texto, preservando senhas, protegendo celulares. Também debatem projetos de leis que ameaçam, no Brasil, liquidar de vez privacidade online

Pela equipe da Oficina Antivigilância

O campo do trabalho investigativo está em transformação. O acúmulo de dados ao alcance do público empoderou jornalistas, pesquisadores, ativistas e cidadãos com subsídios para outras maneiras de expor e narrar questões importantes.

anon_browsing_pt_CRlogo

Mas, quanto mais aprendemos a acessar a utilizar essas informações para questões sensíveis, sejam políticas ou não, maiores são os riscos que corremos. O poder da vigilância, que analisa nossos passos digitais, pode não só obstruir nossos caminhos, como também trazer uma série de ameaças digitais, legais e físicas.

textsecure_pt_CRLogo

O Brasil é um país que, diferente de todos os vizinhos na América Latina, ainda não tem uma lei de proteção de dados pessoais. O Projeto de Lei 215/2015 (e seus apensos PL 1.547/2015 e PL 1.589/2015) põe em risco o direito à privacidade online. Neste contexto, saber utilizar a tecnologia para nos proteger passa a ser uma necessidade de todos.

Password_pt_CRlogo

Em outubro, o Tactical Tech Colllective e a equipe do Oficina Antivigilância, projeto da Coding Rights, vai realizar uma série de atividades no Brasil em parceria com Abraji, Conectas e Lavits. A primeira delas é uma oficina para apresentar a repórteres, jornalistas investigativos e ativistas algumas ferramentas e técnicas necessárias para navegar pelos terrenos da informação digital com mais segurança.

portablesecurity_pt_CRlogo

As oficinas acontecerão no dia 26/10 no Rio de Janeiro e no dia 28/10 em São Paulo, das 14h às 20h e serão seguidas de um debate e projeção de vídeos produzidos pelo Tactical Tech Collective.

Você repete a mesma senha para todos os serviços na internet? Você protege os dados do seu computador e celular para casos de roubo ou confisco? Você sabia que mensagens de texto são como cartões postais, fáceis de interceptar e ler o conteúdo? Aprenda a defender seus dados e proteger suas fontes! Leia os cards abaixo com dicas de segurança e se inscreva na oficina através do link: http://bit.ly/1PSRprm

Rio de Janeiro, 26/10:

Das 14 às 18h: Oficina de Segurança Digital

Das 18 às 20h: Debate + Vídeos

Na Olabi: R. Barão de Lucena, 85A – Botafogo

São Paulo, 28/10:

Das 14 às18h: Oficina de Segurança Digital

Das 18 às 20h: Debate + Vídeos

No Cebrap: Rua Morgado de Mateus, 615 – Vila Mariana

Para as oficinas é preciso fazer inscrição no link: http://bit.ly/1PSRprm

 

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

2 comentários para "Para mergulhar na Internet sem cair nas malhas da NSA (e outros larápios…)"

  1. manoel martins de araujo junior disse:

    boa

  2. Maria Dickie disse:

    Considerem fazer a oficina em Florianopolis, pf.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *