Outras Palavras 2018: por que queremos seu apoio

Nosso jornalismo de profundidade vai debater os Referendos Revogatórios e um novo projeto de país. Precisamos de recursos – e oferecemos contrapartidas singulares. Veja como participar

Por Antonio Martins | Imagem: Rui Palha

A virada do ano está logo ali, em três semanas – mas na prática 2018 já começou. Três novas candidaturas presidenciais surgiram nos últimos dias, além das que já havia. As eleições ocuparão, mais uma vez, o centro do debate. Mas, ao contrário do que sempre ocorreu, desta vez elas podem não ser monopolizadas pelos partidos. Está surgindo espaço para quem deseja atuar autonomamente, voltando-se para a construção de um novo projeto de país – algo muito além da simples eleição de candidatos. Outras Palavras empenha-se há meses por tornar real esta alternativa. Precisa do seu apoio – de uma pequena contribuição financeira – para continuar a fazê-lo, com ainda mais intensidade, no ano que se insinua. Oferece, como contrapartida, obras doadas – e autografadas – por grandes escritores e pensadores brasileiros: Raduan Nassar, Jean-Claude Bernardet e Ladislau Dowbor.

Ao longo dos últimos meses, nosso projeto evoluiu. Éramos conhecidos pela recusa à superficialidade e ao panfleto; pela articulação entre Política, Cultura e Comportamento; por frisar a importância de novos temas, às vezes subestimados pela esquerda. Entre eles, a necessidade de reinventar a democracia, que está se reduzindo a farsa, em todo o mundo. O declínio das velhas formas de trabalho e a necessidade de pensar saídas como a Renda da Cidadania e a Desmercantilização dos Serviços Essenciais. A disputa crucial pelo futuro da internet.

Mas num país submetido a um golpe e a uma agenda de retrocessos, isso já não basta. Mantivemos a antiga receita. Mas acrescentamos a ela intervenções constantes sobre temas da atualidade – às vezes na forma de vídeos. Inauguramos blogs temáticos – sobre Geopolítica, Teologia da Libertação, Segurança Cidadã, Soberania Alimentar. Breve, teremos mais um, para tratar em profundidade da luta em favor do SUS. Lançamos, em conjunto com a Editora Autonomia Literária, nosso primeiro livro: A Era do Capital Improdutivo, de Ladislau Dowbor. Convertemos o auditório da casa que nos abriga num centro de cultura, resistências e utopias concretas. Aqui há sempre debates, exibição de filmes e peças, lançamentos de livros.

Há alguns meses, lançamos uma ideia perigosa, com intenção de dar outro sentido às eleições e ao debate político, em 2018. Queremos frear a agenda de horrores e reverter na prática o golpe de 2016. Sugerimos que, para isso, façam-se Referendos Revogatórios sobre as políticas adotadas por um governo e um Congresso ilegítimos. Elencamos seis medidas iniciais: congelamento dos gastos sociais, contrarreforma trabalhista, entrega do pré-sal às petroleiras estrangeiras, contrarreforma do ensino médio, liberação dos agrotóxicos e transferência da base de Alcântara aos Estados Unidos.

TEXTO-MEIO

Sonhamos alto. O desencanto com a velha política alastra-se pela sociedade. É preciso dialogar com ele, politizá-lo. E se a luta pelos Referendos Revogatórios – ou seja, para anular os atos de políticos ilegítimos – difundir-se pelo país, em milhares de comitês populares? E se ela, coordenada a partir da sociedade civil, for capaz de influenciar as próprias eleições – inclusive para uma vasta renovação do Congresso Nacional?

Por sua independência, Outras Palavras nunca recebeu publicidade do governo federal e do mundo corporativo. Nosso projeto é mantido por nossos leitores. Nosso programa de financiamento autônomo, Outros Quinhentos, é um caso de sucesso. Mais de 900 pessoas já participam, contribuindo com valores a partir de R$ 15 mensais. Recebem contrapartidas: gratuidades e descontos muito generosos em livros, cursos, filmes, peças de teatro, restaurantes.

Nosso orçamento é público. Para fechar as contas, em 2018, precisamos de mais R$ 107 mil. Queremos arrecadar, deste total, R$ 50 mil até o fim do ano. Por isso, lançamos este apelo a você. Nas próximas semanas, dê um presente a si mesmo e a nossos sonhos comuns. Torne-se membro de Outros Quinhentos. Contribua para manter e ampliar o projeto de Outras Palavras.

As contrapartidas são para todos. Mas oferecemos, às primeiras pessoas quecolaborarem com R$ 30 mensais ou mais, um presente simbólico adicional. Raduan Nassar, Jean-Claude Bernardet e Ladislau Dowbor são colaboradores de Outras Palavras. Par incentivar nossa campanha, adotaram uma atitude concreta. Doaram exemplares autografados de quatro livros invulgares, que serão doados a quem nos apoia:

> Lavoura Arcaica, de Raduan Nassar (22 exemplares disponíveis)
> Um copo de cólera, de Raduan Nassar (12 exemplares disponíveis)

> O que é cinema, de Jean Claude Bernardet (15 exemplares disponíveis)

> A Era do Capital Improdutivo, de Ladislau Dowbor (30 exemplares disponíveis)

Em tempos de incerteza – cheios de ameaças mas também de esperanças — é mais importante ainda contar com um jornalismo que expresse reflexão coletiva. Queremos a sua companhia, neste 2018 incerto e desafiador. Vamos, juntos, derrotar na prática o golpe e construir uma nova cultura política.

TEXTO-FIM
The following two tabs change content below.

Antonio Martins

Antonio Martins é Editor do Outras Palavras

Latest posts by Antonio Martins (see all)