Janelas envidraçadas, novo gerador de energia limpa?

Empregando novo material, cientistas chineses mostram que é possível manter a transparência do vidro e, ao mesmo tempo, convertê-lo em captador solar

No Jornal GGN

000_arp3636156-e1382728883857

Empregando novo material, cientistas chineses mostram que é possível manter a transparência do vidro e, ao mesmo tempo, convertê-lo em captador solar

No Jornal GGN 

Cientistas da Academia Chinesa de Ciências desenvolveram uma tecnologia que torna “inteligentes” as janelas de edifícios, fazendo com que se adaptem às condições climáticas externas para armazenar e gerar energia para o prédio. O projeto pode reduzir os custos de refrigeração e aquecimento em um mundo cada vez mais dependente de energia e carente em recursos.

Enquanto as janelas atuais se limitam regular a entrada da luz do Sol no ambiente interno, as janelas “inteligentes” usam os raios solares para armazenar energia, que é desperdiçada com as comuns, explica o cientista Yanfeng Gao, coautor do estudo. “A principal inovação deste trabalho é que ele desenvolveu, simultaneamente, um conceito de dispositivo de janela inteligente de geração e economia de energia”, afirma.

São antigas as tentativas de engenheiros de incorporar painéis solares de captação de energia em janelas, mas sem afetar a sua transparência. A equipe de Gao descobriu um material chamado de óxido de vanádio (VO2), que pode ser usado como um revestimento transparente para regular a radiação infravermelha do sol. O VO2 altera as suas propriedades com base na temperatura. Abaixo de um determinado nível se torna isolante e deixa passar a luz infravermelha, enquanto que, na outra escala de temperatura, torna-se refletora.

A janela na qual o óxido de vanádio foi utilizado nos testes regulou a quantidade de energia do Sol que entrou no edifício, assim como também o fez para a dispersão de luz por meio das células solares que a equipe de pesquisa havia instalado em torno de seus painéis solares. Nos testes, foi possível manter acesa uma lâmpada.

“A janela inteligente combina a economia de energia e geração em um único dispositivo, e oferece potencial de inteligência para regular e utilizar a radiação solar de forma eficiente”, afirmam os autores da pesquisa em artigo publicado na revista científica Reports.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *