Dez filmes para entrar no clima da Greve Geral

Eduardo Coutinho, Sergei Eiseinstein, Enio Petri, Leon Hirzman e outros. Uma seleção de obras cinematográficas sobre mobilizações de trabalhadores pelo mundo

No Brasil de Fato

Cena de "A Greve" (1925), de Sergei Eisenstein

Cena de “A Greve” (1925), de Sergei Eisenstein

Eduardo Coutinho, Eiseinstein, Enio Petri, Leon Hirzman, Chaplin e outros. Uma seleção de obras cinematográficas sobre mobilizações de trabalhadores e trabalhadoras pelo mundo

No Brasil de Fato

No próximo dia 28 de abril, dezenas  categorias profissionais devem paralisar suas atividades contra as reformas da Previdência e a trabalhista, aderindo ao chamado das centrais sindicais para uma greve geral.

Aproveitando a data, o Brasil de Fato listou filmes que abordam, de forma ficcional ou não, mobilizações de trabalhadores e trabalhadoras pelo mundo. Confira abaixo.

ABC da Greve (1990)

Dir: Leon Hirzman

Documentário, dirigido por um dos expoentes do Cinema Novo brasileiro e também responsável por Eles Não Usam Black Tie, mostra a articulação de 150 mil operários do ABC paulista no ano de 1979, reivindicando melhores salários e enfrentando a Ditadura Militar, que limitava a atuação sindical.

Tempos modernos [Modern Times] (1936)

Dir: Charles Chaplin

Clássico do cinema-mudo, aborda com humor as condições indignas às quais o operariado fabril passa a ser submetido com o modelo industrial fordista.

César Chavez (2014)

Dir: Diego Luna

Cinebiografia do líder sindical César Chavez – cofundador da União dos Trabalhadores Rurais dos EUA – mostrando as campanhas pelo reconhecimento dos direitos da categoria e a reação, muitas vezes violentas, de seus patrões.

Revolução em Danegham [Made in Danegham] (2010)

Dir: Nigel Cole

Baseado na greve de 1968 na fábrica da Ford em Danegham, protagonizada por mulheres em busca de melhores salários e contra a discriminação sexual, tendo de enfrentar, além dos patrões, resistência dentro de suas próprias casas.

Sal da Terra [Salt of The Earth] (1954)

Dir: Hebert J. Biberman

Inspirada na longa greve de 1951 contra a Empire Zinc Company, no Novo México. Trabalhadores da mineração e seus familiares são responsáveis pela atuação no filme.

A Classe Operária vai ao Paraíso [La classe operaia va in paradiso(1971)

Dir: Elio Petri

Um dos maiores nomes do cinema político italiano, Petri conta a história de um operário que sofre um acidente de trabalho na fábrica.

Cabra Marcado para Morrer (1984)

Dir: Eduardo Coutinho

Considerado por muitos o melhor filme documental brasileiro, narra a vida do líder camponês João Pedro Teixeira, assassinado em 1962, abordando a história das Ligas Camponesas.

A Greve [Stachka] (1925)

Dir: Serguei Einsenstein

Outro clássico do cinema-mudo, a produção de um dos maiores diretores soviéticos retrata a vida em uma fábrica na Rússia pré-revolução de 1917. Comparando a situação dos operários a animais, o filme indica a importância da solidariedade sobre o individualismo.

Germinal (1993)

Dir: Claude Berrri

Baseada no livro de Émile Zola, descreve as condições dos trabalhadores franceses no século 19, abordando uma greve de mineiros em 1860.

Orgulho e Esperança [Pride] (2014)

Dir: Matthew Warchus

Comédia dramática baseada em fatos reais, conta a história de um grupo de gays e lésbicas que se organiza em uma campanha de apoio financeiro às famílias dos trabalhadores da mineração do Reino Unido, que entram em greve em 1984 e sofrem uma brutal repressão do governo Margaret Tatcher.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também: