Cinco coisas que nunca agradecemos à União Soviética

Embora fracassado, projeto socialista do século 20 alcançou êxitos relevantes. Entre eles, reconhecimento dos direitos da mulher e vitória contra nazismo

Por Aanchal Anand, no Mundo Alternativo

Союз Советских Социалистических Республик

Embora fracassado, projeto socialista do século 20 alcançou êxitos parciais de grande relevância. Entre eles, reconhecimento dos direitos da mulher e vitória contra nazismo

Por Aanchal Anand, no Mundo Alternativo

1 – Direitos da Mulher: Enquanto algumas ilhas haviam concedido para as mulheres o direito ao voto já no século XIX, a primeira grande mudança ocorreu no começo do século XX. No ano de 1917, somente quatro países (Austrália, Finlândia, Noruega e Dinamarca) haviam adotado o sufrágio feminino. A Revolução Russa de 1917, que defendeu a igualdade de direitos para todos, difundiu o temor de que as feministas encontrassem no comunismo um sistema mais atrativo, e puderam conspirar junto com os bolcheviques para importar a ideologia nos países ocidentais. A melhor forma de cortar a raiz semelhante ameaça era conceder as mulheres o direito ao voto. A Grã Bretanha e a Alemanha legalizaram em 1918, e os EUA em 1920, outros logo tomariam o mesmo caminho. A França foi a única potência que não reconheceria esse direito até 1944.

mujer en la urss

2 – Legislação Trabalhista: Isso é bastante óbvio. Contamos com uma semana trabalhista de 5 dias, férias pagas de 2 a 4 semanas, licença maternidade, assistência de saúde, além de equipamentos de segurança para os operários, etc… Pela pressão que exerceu o comunismo sobre o capitalismo. Nunca conseguimos ver a face humana do comunismo, mas graças a URSS, foi possível ter tido a noção do lado mais humanitário frente ao capitalismo.

3 – A Segunda Guerra Mundial e a reconstrução depois da vitória: A URSS desempenhou um papel fundamental na derrota da Alemanha nazista. Stalingrado é o famoso campo de batalha que conseguiu dar trégua na guerra relâmpago (“Blitzkrieg”) e mudou o desenvolvimento da guerra. A URSS sofreu a perca de 23,4 milhões de pessoas (mais que na Alemanha e mais de 26 vezes o número de mortes que sofreram os Estados Unidos e o Reino Unido juntos). Uma vez concluída a guerra, foi desenhado o Plano Marshall devido que os países aliados do Ocidente não queriam que a Europa fosse sucumbida pelo socialismo, com a velha desculpa de que os habitantes de cada país seriam submetidos pela “doutrina da fome e da desolação”. Contudo, o Plano foi desenvolvido somente sob a condição de que os comunistas fossem excluídos dos parlamentos dos países que recebiam ajuda. Claro “exemplo de democracia”.

4 – O caminho anti-colonial: Enquanto o imperialismo alimentava a maquinaria industrial e capitalista, a URSS defendia a causa das colônias exploradas. Estendeu sua ajuda aos países que lutavam pela sua libertação e aos países que recentemente haviam conseguido sua independência. As inclinações soviéticas pela luta libertadora na Índia não são um segredo para ninguém, para um país pobre que lutava para se manter em pé, a ideologia socialista resultava naturalmente atrativa.

5 – Descobrimentos científicos: Os primeiros soviéticos lançaram o primeiro satélite, logo enviaram o primeiro cachorro, o primeiro homem e a primeira mulher ao espaço. Também desenvolveram diversos desenhos televisivos. Para resumir, não havia um Tata Sky (sistema de difusão direta pelo satélite) senão fosse pela magia soviética. Além do mais, os soviéticos também tiveram o êxito de terem criado órgãos artificiais, o primeiro helicóptero, a xerografia e também o mais famoso e célebre fúsil AK-47.

MOMENTO HISTÓRICO!

Aqui estão apenas cinco coisas a agradecer a URSS, mas poderiam selecionar outras muitas coisas como a alfabetização universal, a luta contra o fanatismo religioso e nacional, a elevação do nível de vida da classe trabalhadora, o advento da arte e da cultura e vários outros exemplos.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

102 comentários para "Cinco coisas que nunca agradecemos à União Soviética"

  1. Figo disse:

    Agradecer pela AK-47 é tenso, hein

    • João disse:

      A arma e seu criador não tem culpa nenhuma do fim que levou a maioria dos rifles, se tantos morreram por tiros de ak, foi graças as pessoas que puxaram gatilho, devemos sem culpa pagar pau pra um projeto tão bom (apesar de ser 70% pego do Stg44).

    • arkanoid02 disse:

      Segundo o texto, não só deveríamos ser gratos pelo “invento” da AK-47 – arma que já matou milhões de pessoas no mundo – como também pelo fato da União Soviética ser responsável pelo “advento da arte e da cultura”. Artigo bem intencionado, mas necessita de uma revisão urgente.

      • Realista disse:

        Até parece q os EUA e outras potencias capitalistas nao inventaram armas tao ou mais terriveis, como bomba atomica, fuzis, metralhadoras, etc.
        PARA O DONO DO SITE: Se possivel usar plataforma Disqus onde dá pra seguir comunidades de temas parecidos, seguir outros usuarios, entrar via Facebook/Twitter/Google, etc.

  2. Marcelo Araújo disse:

    Parabéns ao autor por ter se esforçado de forma hercúlea para arranjar coisas as quais conseguisse ligar a URSS.
    Ainda que cada aspecto, com exceção de parte do 3º seja facilmente desmentido. E ainda também por ignorar o alto custo de vidas e de terror constante implantado pelo regime socialista soviético para sua brincadeira social, que, no longo prazo, se mostrou indiscutivelmente insustentável.
    Ele só esqueceu de um ponto, o principal, mais abundante e mais importante legado da URSS: as piadas.

  3. João Carlos Correia disse:

    A cirurgia para correção de miopia também foi criada na ex-URSS. Só para constar…

    • com informações de medicina roubada dos nazistas após o fim da guerra
      só pra constar…

      • Todo do mundo roubou dos nazistas.

        • Realista disse:

          Se for assim todo mundo roubou todo mundo. Gregos “roubaram” de outros povos (egipcios, sumerios, persas, etc.); arabes roubaram ideias gregas em Alexandria e desenvolveram coisas, roubaram a ideia do papel dos cinheses, etc; Europeus roubaram dos arabes as tecnologias q eles trouxeram via Peninsula Iberica, roubaram tb a polvora (criação dos chineses).

      • Democracia de Luto no Brasil disse:

        Os nazistas roubaram dos cientistas alemaes! Ao chegar ao poder sem voto, austríaco, Hitler apropriou-se do patrimônio científico da Alemanha. Os nazistas não inventaram nada.

        • Peteto disse:

          Não, senhor, Hitler foi nomeado a chanceler e seu partido teve a maioria das cadeiras do congresso. É só para lembrar o nome do partido do Hitler: Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, sim Hitler era socialista, ele odiava comunista , mas era socialista.

      • Claudio disse:

        Sim! Os Alemães foram roubados pelos judeus banqueiros Alemães, em 1916, quando ofereceram a Paz sem ônus de guerra a Inglaterra. Mas os judeus Alemães interviram com Rothschild’s e compraram os EUA, em troca da terra de ISRAEL. E os EUA invadiram e declararam guerra ao México que foi destruído pelos EUA e perderam metade de seu território. Bem o EUA fizeram o mesmo em um monte de lugar, Irã, Líbia, Egito, Iraque, Chile, Brasil, Correia, Vietnã, etc.

  4. Bruno Santos disse:

    Legislação trabalhista não é uma coisa a se agradecer, só trava o progresso. Ainda mais que a nossa é Fascista, inspirada na Carta del Lavoro italiana, não Soviética.
    A União Soviética foram aliadas de Hitler até o inverno de 41, tendo inclusive suprido o exército alemão com Armas e treinamento antes do início do conflito. Então, acho que o artigo está certo, sem URSS não teria havido a Segunda Guerra Mundial. Obrigado URSS!
    A URSS só defendeu a independência das colônias que a beneficiavam seus rivais capitalistas, ela mesma subjugou dezenas de nações.
    Quanto a descobertas científicas… qualquer dessas coisas poderia ter sido desenvolvida na Ucrânia, na Lituânia, na Finlândia, na Tchecoslovákia se elas não tivessem sido arrasadas pela mão de ferro soviética. Imagina o que a China poderia ter produzido nos últimos 50 anos se não tivesse passado pela experiência socialista.

    • “Legislação trabalhista não é uma coisa a se agradecer, só trava o progresso” -> Deve ser por isso que em vários países europeus como a Alemanha e Dinamarca onde existem legislações trabalhistas as cidades estão todas arrasadas com milhões de pessoas passando fome nas ruas, coitados….

    • Eric disse:

      Legislação trabalhista trava o progresso, qual progresso o, filhote de senhor engenho?

    • A Alemanha antes depois da primeira guerra mundial até a chegada de Hitler no poder teve sim relações com os soviéticos, por exemplo á Alemanha ajudou o Partido de Lenin té a chegada ao poder contra o Czar mandando mantimentos e tudo mais, e logo depois do terminio da guerra e o início da URSS. A Alemanha venho a sofrer com o Tratado de Versalhes que dizia mais ou menos:
      – reconhecimento da independência da Áustria;
      – devolução dos territórios da Alsácia-Lorena à França;
      – devolução à Polônia das províncias de Posen e Prússia Ocidental;
      – as cidades alemãs de Malmedy e Eupen passariam para o controle da Bélgica;
      – a província do Sarre passaria para o controle da Liga das Nações por 15 anos;
      – a região da Sonderjutlândia deveria ser devolvida à Dinamarca
      – pagamento aos países vencedores, principalmente França e Inglaterra, uma indenização pelos prejuízos causados durante a guerra. Este valor foi estabelecido em 269 bilhões de marcos.
      – proibição de funcionamento da aeronáutica alemã (Luftwaffe)
      – a Alemanha deveria ter seu exército reduzido para, no máximo, cem mil soldados;
      – proibição da fabricação de tanques e armamentos pesados;
      – redução da marinha alemã para 15 mil marinheiros, seis navios de guerra e seis cruzadores;
      Com estas consequencias a Alemanha teve ajuda da URSS para continuar com suas atividades militares em testes militares e tudo mais, os dois lados sairiam ganhando pois a URSS estaria tendo conhecimento maior militar e a Alemanha ainda teria um exercito ativo. mas ao decorrer do tempo tudo isto veio ao fim, pois os Sovieticos já tinham um bom conhecimento militar e a Alemanha estava se reerguendo, e tempos depois Hitler e os Nazistas estavam chegando ao poder onde os dois lados já estavam se desconfiando um do outro e logo tiveram que fazer um acordo de não agreção.

    • Realista disse:

      Legislação trabalhista trava progresso? So se for pros patraozinhos e filhinhos de papai. Se nao fosse legislação trabalhista os trabalhadores estariam no mesmo nivel que operarios do seculo 19 na Europa.
      Aliada, nao, URSS fez pacto de nao-agressao, q Alemanha rompeu depois.
      China nao passou pelas maos sovieticas, nao era colonia daquela. China até rompeu com União sovietica.

    • Claudio disse:

      Meus Caros, os EUA invadiram o México e claro, foi declarada guerra. E eles tomaram metade do país. Em 1898, eles invadiram Cuba. E o governo era pro EUA até Fidel fazer um país. Mas os EUA apoiavam a invasão a dos refugiados de Miami e novamente foram rechaçados. Na 1 guerra provocada pela Inglaterra, que disse que ia destruir a Alemanha, mas essa em 1916 ocupava toda a França e tinha destruído a Marinha Inglesa, e ofereceu paz sem ônus a Inglaterra que ia aceitar. Mas os judeus alemães banqueiros tramaram com a Inglaterra a entrada dos EUA em troca de obterem a terra de ISRAEL. Mas os EUA apoiavam a Alemanha, então como fazer o Americano ir a guerra? Fácil junta os Rothschild’s ingleses com os Rockefeller’s americanos e a esses judeus outros que eram donos dos jornais dos EUA. E teremos as mentiras para mudar o posicionamento do Governo e dos Leitores, cidadãos americanos. Que passaram a ler que Soldados Alemães estrupam enfermeiras da Cruz Vermelha e cortam as mãos de bebês e crianças.
      Leia Benjamin H Friedman, judeu empresario norte americano, que participou de tudo de ruim que os EUA fazem aos Americanos e ao Mundo.

  5. Bruno Santos disse:

    O que nós realmente temos que agradecer à União Soviética é pelos livros Revolução dos Bichos e 1984. Sem a União Soviética para servir de inspiração, George Orwell talvez nunca os tivesse escrito.

    • Ricardo disse:

      A URSS inspirou , Orwell escreveu a NSA concretizou. É arte imitando a vida e a vida imitando a arte.
      kkkkkkkkk

    • Buzaga disse:

      De fato, sim. Não sei se seu comentário é somente forma de atacar o comunismo, mas você deve saber que George Orwell era socialista, porém só acreditava em socialismo ~democrático~, e era contra o totalitarismo da URSS. Nesse sentido, também, daria pra talvez dar algum crédito no sucesso do “terceiro caminho” de capitalismo + bem estar social em países europeus à influência da URSS… Nesses países inclusive eles se denominam “socialistas”, diferentemente daqui ou EUA onde é quase proíbido citar o termo…

  6. Obrigado pelas dezenas de milhões de mortos, impor o totalitarismo por setenta anos sob uma população e priorizar sempre o Estado e o Exército Vermelho em detrimento das necessidades da sociedade.
    A única coisa que esse regime parasita e criminoso merece é repúdio no mesmo nível que o Terceiro Reich recebe.
    Vou nem comentar as garantias jurídicas fictícias, anti-colonialismo cínico ou invasão da Polônia e estupro de mulheres européias que este artigo omite e distorce.

    • Reinaldo disse:

      Na verdade, depois de Lenin, a República dos Sovietes (trabalhadores) deixou de ser dos sovietes, não encaro como sendo uma república socialista como devia ser e como Marx e Lenin expõem.
      Stalin foi um ditador totalitário e centralizador, freou o desenvolvimento de um governo proletário.
      Porém, se tivesse tomado caminhos diferentes, a República dos Sovietes poderia estar hoje muito desenvolvida já na segunda fase ou fase superior do comunismo como Marx diz.
      O Comunismo é uma ciência que deve ser estudada com muito cuidado. Não diremos que a URSS de 1924 até 1991 foi realmente comunista porque seria algo muito genérico.
      Bom, nos tempos atuais e cumprindo tudo que Marx,Engels,Lenin e Trotsky expõem, sim, A União Soviética seria muito bem desenvolvida como uma sociedade comunista,porém há muitos passos e possívelmente muitos pessoas iriam tornar isso banal.

    • arkanoid02 disse:

      O artigo não ignora os problemas da União Soviética, mas não tem o objetivo, pelo menos nesta postagem, de discuti-los.
      Aliás, eu concordo com a crítica que você faz à União Soviética. No entanto, você há de reconhecer que o capitalismo também possui sua extensa lista de males trazidos à humanidade, não?

    • Claudio disse:

      Meu Caro, os EUA, iriam invadir a Amazônia em 1850, mas a Inglaterra não deixou. Invadiram, declararam guerra e destruíram o México, roubando metade de seu território. Fizeram o mesmo em Cuba em 1898, que tinha um governo de Fantoches. Mas o Japão em 1850, quando ver aportar a esquadra imperialista dos EUA, tomam a seguinte providência: Os Samurais que tinham o poder de polícia e fazendário do Japão, se auto-proclamam em nome dos Aristocratas e dos agricultores, os novos regentes da nação. E compram todas as Terras, e mandam jovens as universidades da Alemanha, Inglaterra, França e EUA, e constroem uma nação contemporânea e imperialista como os seus professores. E invadiram desde o século XIX a Rússia Czarista, a Correia, a China, enfim os EUA fizeram algumas coisas boas, mas um monte de Merdas, como outras nações e principalmente a Inglaterra que é ultra-direita até hoje pois é Monarquia e tem a pessoa mais rica do Mundo a Rainha, mas idiotas que não são Contadores acham que é o Microsoft. E apesar da Inglaterra ser de ultra-direita ela incorporou avanços sociais dignos de um comunista, assim como os Nórdicos que com Lutero pilharam e mataram Cristãos Católicos, e Lutero matou Padres e Freires de sua própria ordem religiosa. Mas de início ele buscou o diálogo, dialética, é o modo de aprendizado, do Homem. E surgiu a Dieta de Worms, em que todo homem tem a liberdade de consciência para pensar a seu modo, e assim foi apaziguada sua perseguição e de outros protestantes pela igreja católica. Mas o que fez Lutero? Perseguiu a todos e incitou a seus seguidores a perseguir todos que não se alinhassem aos seus seus padrões religiosos, e assim foram exterminados os Ateus os Católicos os Anabatistas. É isso meu caro pesquise e leia, não como os canalhas que usurpam o BC do Brasil, que é um banco privado. Como FHC idiota e Collor idiota que destruíram muitas indústrias. Pois antes do Collor se abrir o José Mindlin possuía fabrica de auto peças até em Michigan EUA. Mas com o escancaro do Collor, o Mindlin se viu forçado a se desfazer da empresa para os Alemães.

  7. jorginUJS disse:

    Seria “pelas quais agradecemos” – pelo jeito essa universalização da educação não chegou para os comunistas do BR HuE uehuehuehuheuehueh

  8. Guilherme disse:

    “Caminho anti-colonial”
    Tá de brincadeira, né?
    O que dizer do imperialismo soviético?

  9. Henrique disse:

    A União Soviética também criou os gulags, ideia do Lenin !

  10. Ciro disse:

    “sofreu a perca” e “fúsil” é duro de ler.

  11. Moreno disse:

    Muito bom. Só corrijam uma palavra na sétima linha do terceiro tópico.

  12. Paulo disse:

    Os itens 3 e 4 são questionáveis e tendenciosos!! O item 4 da ajuda aos países do bloco então chega a ser uma piada de muito mau gosto!! A não ser que considere ‘ajuda’ o genocídio de mais de 10 milhões de Ucranianos por Stalin, a grande maioria por fome, propositada e deliberadamente promovida para exterminar a maioria nacionalista que ainda resistia a internacional comunista. Tem também o emagrento do movimento de independência húngaro em 56, que o ocidente se recusou intervir por conta do maldito tratado de Ialta, e ai vai..

  13. Kaio disse:

    Programa espacial soviético e norte-americano, teve como base tecnologia alemã

  14. marco disse:

    Só hater nesses comentários… Pq os EUA nunca dizimou nenhum povo, a Inglaterra nunca saqueou nenhuma fronteira, o Japão nunca escravizou seus vizinhos….
    Não esta falando “Venere a URSS”, e sim, “saiba oq eles trouxeram de bom”…

  15. Marcelo Araújo disse:

    Ah, jovem Marco e sua desesperada tentativa de defesa por forma de falácia.
    Não é porque a URSS foi um terrível experimento, dos mais cruéis e falidos que os EUA, Inglaterra, ou qualquer outro país ou governo seja bom, perfeito ou angelical. Não achei em nenhum momento do texto menções a nenhum outro governo ou país senão a URSS, então não tem o menor cabimento essa falsa associação feita por você.

  16. Pompeu Teles disse:

    Claro que tem cabimento jovem, é a primeira vez que vejo alguém mostrando algumas contribuições russas ao mundo, em contra partida vejo todos os dias de formas explicitas e implícitas a mídia, as pessoas na rua e etc..louvarem os EUA lembrado apenas de suas qualidades (eles tem algumas sim) de forma exponencial e exagerada, e vem você dizer que não mencionaram outros países, e precisa? Falam bem dos EUA o tempo todo em todo lugar mesmo com as atrocidades cometidas pelo estilo imperialista deles em relação ao resto do mundo, principalmente em relação a países que não possuem poderio militar. Inglaterra, não me faça rir jovem, a Inglaterra é apresentada em noticiários como um paraíso perfeito, um conto de fadas, e agora vocês se incomando porque o articulista quis mostrarr algumas conquistas inegáveis do comunismo, que na prática nunca foi implantado como o capitalismo.
    Para os que estão criticando, provavelmente devem ser fãs da política pacifista americana, aquela mesma que jogou a bomba em Hiroshima e que invade países violando suas soberanias, criam factóides como as armas químicas no Iraque, entram destróem o país e o abandonam com um governo ditador explorando a população pior que seu antigo ditador.
    Parabéns, o texto faz-se necessário.

  17. Gabriel Romao disse:

    “A URSS sofreu a perca de 23,4 milhões de pessoas (mais que na Alemanha e mais de 26 vezes o número de mortes que sofreram os Estados Unidos e o Reino Unido juntos)”
    a família dessas pessoas devem ser muito gratas à urss mesmo.

    • Rodrigo disse:

      Não tenha a menor dúvida que eles são gratos. Já ouviu a palavra “lebensrau”, esse era um conceito que definia oque os nazistas chamavam de “espaço vital”. Pra Hitler, esse espaço vital estava no leste, nos trigais da Ucrânia, no petróleo do Cáucaso e nas inúmeras reservas naturais da União Soviética. O plano nazista pra Rússia era baseado em escravidão e extermínio, e ao longo do tempo substituir os nativos por colonos alemães, todas essas idéias estão no Mein Kampf. Agora imagine se os Russos não tivessem lutado essa guerra? Ninguém mais teria freado a máquina de guerra nazista.

  18. MAYCK disse:

    No demais faziam tudo ruim, falar q algo era russia naquela epoca era sinônimo de má qualdiade. kkkkk

  19. Melissa Suárez Cruz disse:

    O texto é interessante (sim, o foco é: o que a ex-URSS trouxe de bom), mas minha atenção se voltou para o formato, vocês do “Outras Mídias”, “Outras palavras” etc não contam com serviço de revisão? Ficou feio a “perca” em “A URSS sofreu a perca de 23,4 milhões de pessoas”. Se precisar, ofereço meus serviços.

  20. Raiara disse:

    O texto tem erros crassos de português. É bom ficarem atentos.
    “fúsil” AK-47.
    sofreu a “perca” de 23,4 milhões

  21. Dida Dias disse:

    Também me chamou a atenção tantos erros e frases mal formadas.

  22. Anonymous disse:

    E as milhões de pessoas que o próprio governo matou? E os 7 milhões de ucranianos mortos propositalmente de FOME, realmente eram muito humanitários. Não adianta tentar posar de bonzinho para os outros enquanto faz genocídios e tenta submeter a todo custo o próprio povo ao estado ditatorial. Eles levavam a sério as ideias de Max que tinha que eliminar certos setores da sociedade no caso matando.
    A vitória contra o nazismo não significa nada já que foram os dois que deram início a guerra queriam dividir a Europa entre eles além dos dois serem socialistas, lembrando que a URSS invadiu a polônia junto com a Alemanha e depois a URSS invadiu a Finlândia sem motivo algum só se voltaram contra a alemanha quando hitler resolveu quebrar o acordo e a situação apertou para o lado deles.
    Anti-colonial é uma piada a URSS dominava dezenas de outros povos principalmente os vizinhos que hoje odeiam a rússia.
    Descobrimentos científicos até teve mas só nas áreas de topo e de armas além das tecnologias não retornarem para a população ficava só nas mãos do governo. Nos EUA por exemplo muitas das tecnologias da NASA e militares voltaram em benefício para a população.

  23. C. A. P. P. disse:

    A URSS “sofreu a perca”(!). Está mau de gramática, hein?!

  24. Norbert disse:

    Agradeço este artigo.. e concordo plenamente. O que me deixa perplexo e triste é ver a impressionante ignorância e os efeitos perversos da lavagem cerebral que a propaganda anticomunista e antisovietica era capaz de produzir..por exemplo..até hoje encontro muita gente que acham por exemplo que os EUA ganharam a segunda guerra mundial!!!
    a completa ignorância sobre o papel da URSS na grande guerra antifascista … sobre as guerras de liberação colonial… sobre os avanços e conquistas da classe trabalhadora europeia através da construção de estados de bem estar social que somente era possível por causa da existência da União soviética…. basta lembrar que a consequência imediata da queda do bloco socialista era a brutal porrada neoliberal que se abateu sobre o mundo e em 20 anos conseguiram destruir todas as conquistas dos governos social democráticos da Europa.
    Esta ignorância sobre a historia do século passado somente demostra os incríveis efeitos da lavagem cerebral da propaganda anticomunista (com todas suas ramificações), depois de tudo que a America Latina e o resto do mundo já sofreu como quintal e playground dos EUA.
    Assim temos até um aparente paciente de alguma lesão cerebral que consegue achar graça dos 23 milhões de mortos russos na segunda guerra mundial…

    • Paulo disse:

      Caro Norbert, sinto dizer que o ignoranta aqui é voce!!! Não conheces a história, ou melhor apenas conheces PARTE dela! A aliança com a URSS pelos aliados era apenas para ter mais um front contra Hitler, e TODA a logistica de armamentos e munições era fornecida para a URSS pelo aliados, só de blindados iam 2 mil por mês! Stalin transformou o seu povo em verdadeira ‘bucha de canhão’! Jogavam os soldados sem treinamento algum contra os nazistas bem treinados, e a estratégia era de enviar 3 soldados e apenas um com a arma, de modo que quando um era morto o do lado pegava a arma e prosseguia. E a grande campanha de marketing há uns 30 ou 40 anos é promovida pelas assim chamadas esquerdas, que se aproveitam da ignorância da história pela maioria dos brasileiros.. Meu tem muuuita coisa por ai que vai muito além desta thread alienante..

      • Na verdade o ignorante aqui é você, a alta cúpula militar em Washington previa a derrota russa para os alemães em menos de 8 semanas e no começo da invasão não cogitou em ajudar Moscou, apenas com a primeira contenção das levas nazistas já às portas de Moscou quando pela primeira vez Zhukov colocou a Wermatcht pra correr é que os EUA planejaram enviar ajuda a Moscou, sendo que muito da estratégia de recolocar as fábricas de blindados perto dos Urais e desenho de novos tanques como os T-34 vieram da propria Russia e não dos americanos. “Meuuuu” alienante é a sua participação aqui que apenas revebera clichês anti-comunistas

      • ERMÍNIO BARBOSA DIAS DA SILVA disse:

        SABE NADA INOCENTE! E BOKÓ!

      • Bruno Garcia disse:

        E os milhões dw aviões e tanques construídos nas fabricas soviéticas sempre milhões de quantidades isso não conta a maioria dos aviões da segunda guerra mundial era soviética

  25. Higor Paiva disse:

    Obrigado, querida União Soviética, pelos ucranianos mortos de fome, pelos soldados e intelectuais poloneses enterrados em vala comum na floresta de Katyn, pelos milhares de judeus mortos nos progrons e, é claro, pelo seu próprio povo assassinado nos Gulags.

    • Nossa, que legal, bom saber que nos gulags só haviam presos políticos, afinal outros crimes dignos de prisão não haviam, legal saber que lá não havia tráfico de drogas, roubos e homicídios….

    • Bruno Garcia disse:

      Obrigado EUA pelo milhões de mortos nativos no seu país e milhões de mortos nas guerras do Afeganistão da Coréia do Iraque ,se continuar fico até o ano que vem

      • JTittaM disse:

        Bruno Garcia,
        Dir-me-á, por favor, uma de duas coisas:
        a) onde aprendeu Matemática?
        b) ou onde aprendeu História?
        É que ou não aprendeu uma delas ou ambas! looool 😀
        Só pode, com tanta barbaridade junta!
        Milhões de mortos nativos… só pelos europeus?
        Não havia guerras entre eles?
        Não houve combates entre tropas americanas aliadas a combatentes nativos contra nativos… por vezes aliados a outros exércitos regulares (mexicanos, franceses e ingleses)?
        E quantos milhões de nativos foram mortos (sacrificialmente e comidos!… sim, alguns eram antropófagos) por outros nativos?!?
        Na guerra da Coreia?!?Ignorante: foi a 1ª essa foi a primeira intervenção de um exército de “capacetes azuis”, ou seja, da ONU!
        Aprenda e não diga disparates…
        No Afeganistão, a intervenção é NATO – sancionada, uma vez mais pela ONU (decisão unânime do Conselho de Segurança) – em coligação com forças afegãs e, por intervenção destas forças, as baixas totais de ambos os lados (incluíndo os atentados bombistas dos insurgentes – os causadores do maior número de mortes) não chegaram à centena e meia de milhar – e isso se incluírmos os números também do Paquistão (cfr. https://www.washingtonpost.com/news/worldviews/wp/2015/06/03/149000-people-have-died-in-war-in-afghanistan-and-pakistan-since-2001-report-says/?utm_term=.96c875a8795a). Veja o link e leia os gráficos com os dados concretos.
        Pode continuar… mas terá de ser, no mínimo, não ignorante!
        Não tenho tempo a perder com este tipo de comentários. Normalmente pagam-me, e muito bem, para ensinar. Espero que tenha aproveitado esta borla!

        • Gui disse:

          Milhões de mortos nativos… só pelos europeus?
          Não havia guerras entre eles?
          Não houve combates entre tropas americanas aliadas a combatentes nativos contra nativos… por vezes aliados a outros exércitos regulares (mexicanos, franceses e ingleses)?
          E quantos milhões de nativos foram mortos (sacrificialmente e comidos!… sim, alguns eram antropófagos) por outros nativos?!?
          Relativizar as mortes do processo imperialista europeu e americano sobre os nativos porque estes já tinham seus conflitos pessoais é ridiculamente baixo.
          Por este raciocínio, as sociedades civis também possuem casos de homicídios, então um ato terrorista não faz a menor diferença. “Não há americanos que matam americanos? Inclusive não passaram por guerras civis internas? Qual o problema de mandar uma bomba no WTC então?”
          Pouco importa a dinâmica pré-estabelecida anteriormente entre as comunidades nativas, a partir do momento em que o colonizador exerce sua influência ele assume responsabilidade pelo desdobramento.
          Não ia nem comentar o óbvio sobre os combates de tropas americanas aliadas a nativos contra nativos… Mas vou…
          Isso é – ridiculamente óbvio – uma estratégia de ampliação de genocídio e ocupação territorial. Ter aliados nativos não retira a responsabilidade das tropas americanas no processo de genocídio, muito pelo contrário.
          Essa argumentação foi infantil.
          Sobre a ONU… A influência dos EUA enquanto potência econômica e militar nas determinações da ONU sempre foi quase absoluta.
          Não é como se toda ação invasiva dele sobre outras nações com o aval da ONU fosse mera decisão democrática dos representantes do mundo. Tampouco podemos ignorar os interesses que eles tinham em rotas comerciais de petróleo. Faz soar que foram heróis intervindo de boa vontade a favor da paz e isso é ridículo.

  26. Pedro disse:

    Esse post é humorístico?

  27. Matheus disse:

    O que seria um fúsil? kkk

  28. Dmle Dmle disse:

    tragico, quase comico…falar q a URiSS lutou contra o colonialismo…logo ela, q matou de fome 7 milhoes de ucranianos…falar sobre luta contra o fanatismo religioso e outra falacia, ja q nao foi lta democratica e sim a proIBIcao…
    quanto ao resto, ok…

  29. Acs Acs disse:

    Item 3: Foi tão importante que assinou um tratado de não agressão junto a Alemanha e se não fosse a ganancia de Hitler…… Os números de mortos variam de informações, entre 16 a 25 milhões de mortes, mas os próprios soviéticos só contam os militares mortos entre 6 e 7 milhões……
    Eles eram bem flexíveis, os tchecos podem comprovar isto no evento Primavera de Praga
    Os estudos sobre o helicóptero são bem antigos datam de estudos do século 4 na China, contudo: O governo americano financiou Igor Sikorsky inventor russo que fugiu da Revolução Comunista (1917) para desenvolver um modelo viável de aeronave com asas rotatórias. Ele cria o VS-300, o primeiro helicóptero funcional. Aparelhos de Sikorsky participariam de operações de reconhecimento e salvamento no fim da Segunda Guerra (1939-1945)
    Quanto as inovações espaciais, vários estudiosos já diziam e nos documentos abertos recentemente da SGM, pela Rússia demonstraram que os cientistas que desenvolviam os foguetes V2 e outras tecnologias desenvolvidas pela Alemanha durante este período histórico foram levados para a URSS com a finalidade de darem continuidade aos estudos, isto ocorreu pelo fato das áreas de desenvolvimento estarem no leste, lado absolvido pela URSS durante o final da SGM.
    A humanidade deles é tão grande que os sobreviventes do exercito alemão se tornaram escravos,foram enviados aos gulags soviéticos. Aliás, os soviéticos escravizaram não somente alemães, mas também outros soviéticos (prova de que os comunistas não discriminam ninguém).
    Falando em humanidade, Gulags, Stalin iniciou seus programas de coletivização industrial e agropecuária, às custas da população russa que morria aos milhares por fome enquanto a produção da Rússia era vendida no exterior. A população soviética sofreu ainda mais durante a Grande Purificação – quando “inimigos do povo” eram enviados em milhões para o sistema Gulag de escravidão em acampamentos de trabalho ESCRAVO.

  30. Li o artigo e quem escreveu é desinformado e distorce as informações (sem contar a palavra “perca” no item 3, o que denota ignorância). 1. Direitos da Mulher: em um mundo pouco conectado, onde o que ocorria num país levava anos e décadas para ocorrer em outro, o fato de em 1917 ter gerado supostos direitos da mulher, já que estas nunca foram cidadãs de 1a categoria na URSS, surgiu no ano seguinte na G Bretanha e Alemanha, em 1920 nos Estados Unidos, apenas comprova processo gerado muito antes no mundo todo. 2. Legislação trabalhista: a revolução soviética baniu o capital e o estado soviético era o único empregador. Logo, falar em direitos trabalhista é absurdo. 3. A Alemanha já estava em frangalhos quando invadiu a União Soviética. O Japão e a Itália já estavam em processo de rendição. Acuada, a Alemanha tentou uma última cartada invadindo seu aliado (sim a URSS era aliada de Hitler e sem essa aliança Hitler não podia ter detonado a 2a guerra). 4. Como a URSS ajudou países se os tornou seus satélites? A Iugoslávia tentou sair fora da URSS e foi massacrada (veja Primavera de Praga quando a URSS sufocou a rebelião Iugoslava), veja massacre na Hungria, na Polônia. 5. Quais descobertas científicas? Falar em foguetes e satélites é ignorar que os cientistas alemães fugiram para a URSS e para os EUA. Toda a exploração espacial soviética é devida aos cientistas alemães capturados pelos soviéticos. Posteriormente, cientistas soviéticos deram sequência ao que os alemães já faziam, tanto é que os americanos fizeram o mesmo. Quem escreveu o blog é nitidamente parcial e tenta defender um regime fracassado. Antes da revolução comunista os russos eram uma potência européia. Uma monarquia ligada às principais famílias monárquicas europeias. “Brimos” entre si. O que a revolução soviética fez (acabar com a monarquia), os franceses tentaram sem sucesso na Revolução Francesa de 1789 (128 anos antes). Foi tão “importante” que ruiu em face do primitivismo de produção e da manutenção dos antigos privilégios feudais agora vestindo novos poderosos comunistas.

  31. Carlos Vitor disse:

    A Hungria e a antiga Tchecoslováquia não concordam com o item “Caminho anti-colonial”, moço, isto é cegueira ideológica.

  32. Eva Gal disse:

    Parei de ler em “a perca”. Livros didáticos de José Serra??

  33. Nicolau disse:

    A Rússia e Europa do Leste são a Tumba do comunismo!

  34. Eduardo Riviello disse:

    Agradecer a União Soviética por assassinar um cachorro no espaço? Sugiro remover isso do texto porque tem efeito contaminante.

  35. renato disse:

    Meu Deus, não acredito que perdi meu tempo para ler esta bobagem.CAMINHO ANTI COLONIAL?Não para as colônias que eles fizeram. Pior que esta só mesmo a AK 47, símbolo atual do fanatismo.

  36. Pedro P. disse:

    Aqui sao todos especialistas em historia e sabem todos os promenores da 2ºguerra mundial…uns defende um ponto outros defende outro…uns apoiam os paises que gostam e andam aqui argumentar uns contra os outros como se focem convencer alguem a mudar as suas ideias…deixem de ser idiotas e vivam a vida que sao so 2 dias e deixem-se de guerras

  37. Gulags para homossexuais? Pode agradecer também?
    Pensamento Lenista de que homossexualidade era coisa da Burguesia, assim como a liberdade sexual?

  38. João disse:

    2 e 4 estão erradas. Direitos trabalhistas foram criados na italia por mussolini, um fascista. E a 4, a propria Alemanha e a Italia eram contra os imperialistas, tanto que indianos e africanos se uniram a eles para combater o imperialismo frances e ingles.

  39. Marcus Túlio disse:

    A desonestidade intelectual nos comentários é assustadora,esquecem os proselitistas que a União soviética cresceu e desenvolveu economicamente pós Czarismo.Não tenho dúvidas que que a revolução soviética contribui e muito, para acelerar no mundo capitalista(Jonh Reed os 17 dias que abalaram o mundo)os direitos ds trabalhadores.Não fizeram por bondade ous consciência e e sim,por medo de um futuro vermelho.

  40. Joseph disse:

    Aos Portugueses recomendo a leitura das notas de exilio do “Chico da CUF” – 26 anos na União Soviética.
    Em Portugal em 1975 o livro “O arquipélago do Gulag” de Soljenitsnine foi colocado numa espécie de “prelo” pelo PCP já que o livro narrava as experiência vivida nestas “Colónias de Férias Forçadas” 🙁
    Para que conste e se faça o contra ponto relativamente ás atrocidades cometidas em nome da direito e do fascismo.

  41. roger disse:

    Infelizmente o mundo evolui com guerras e
    e muitas desgraças que acontecem por parte do capitalismo e comunismo!
    Essa ida a marte voces vão ver primeiro as bagaceiras para depois ver as benfeitorias.

  42. Desmond disse:

    Quanta Bobagem.
    Direitos das mulheres:
    O maior estupro em massa da história, 2 milhões de mulheres alemãs, foi perpetrado pela URSS, nunca não só na URSS como em qualquer país socialista, existiu uma mulher na chefia.
    Legislação trabalhista:
    É vigarice intelectual achar que com o canetaço de um político, socialista ou não, os trabalhadores atuais poderia desfrutar dos mesmos direitos dos trabalhadores da revolução industrial. O capitalismo não inventou a pobreza, ele a herdou e está diminuindo, enquanto isso os sindicalistas socialistas apenas aparelham estados e causam crises, travando a extinção da pobreza. O próprio trabalho infantil estava em declínio quando a legislação pertinente apareceu.
    2 Guerra mundial.
    Stalin assinou um pacto com Hitler dividindo a Europa com ele, por mais que circule por ai a mentira que era só uma manobra de Stalin para se preparar a guerra, a verdade é que muito aço e petróleo soviético foi utilizado na máquina de guerra nazista, e Stalin acreditava que poderia atacar Hitler após sua campanha na Europa, e parecer herói, o que de fato ocorreu.
    Anticolonial…
    Sim, porque A URSS não dava o nome de colônias aos povos dominados, relembrem Holdomor, cinco a dez milhões de ucranianos mortos pela FOME. Aliás, os impérios colonias já tinha desparecido quase todos antes mesmo da revolução russa, em função da primeira guerra mundial.
    Descobrimentos científicos?
    Fuleiragem, o socialismo é inerentemente anti racional, é a morte do intelecto humano, e de científico o Marxismo só tinha o nome, pois foi sempre pautado por acusações levianas em livros cheios de truques de retórica. Ciência que não melhora a vida da população tem nome, EGOMANIA. Os avanços científicos soviéticos em pouco ou nada melhoraram a vida daqueles povos, pois na falta de um sistema capitalista de produção em massa que diminui custos e aperfeiçoa tecnologias, tais descobertas nunca viravam produtos ou serviços capazes de melhorar o bem estar do povo soviético. Ao contrário dos USA que sempre conseguiu transformar teoria em prática, trazendo a ciência para o cotidiano das pessoas, melhorando o bem estar do MUNDO TODO.
    Como podemos ver, a URSS foi uma vergonha mundial e um total repúdio a maior qualidade do ser humano, que é sua individualidade/racionalidade.
    Viva o capitalismo e viva a inteligência, que em menos de 200 anos reduziu a pobreza de 90 por cento para menos de dez, mesmo com o crescimento contínuo da população.

    • A existência da URSS foi importante para a humanidade. Não que eu defenda os governos soviéticos, mas era preciso haver uma concorrência com os EUA.
      A legislação trabalhista foi fruto do medo de que os trabalhadores se organizassem em revoltas que resultassem em revoluções socialistas pelo mundo. Isso foi extremamente benéfico para a sociedade no geral, não apenas para os trabalhadores, pois fortaleceu o próprio mercado. O capitalismo produziu muita miséria sim, que não existia. Pessoas expulsas de suas terras, guerras, produtos prejudicais a saúde, devastação do meio ambiente. O capitalismo defende a manutenção do lucro de alguns poucos em detrimento de muitos, combate a tecnologias novas para preservar mercados, serviços essenciais sendo fornecidos por iniciativa privada onde é impossível haver mercados concorrentes, monopólios avançando em áreas perigosas para a liberdade humana, tais como alimentação, energia e remédios.
      Com o fim da URSS, os EUA começaram a botar na coleira os países mais fracos, inclusive o Brasil.

    • Bruno Garcia disse:

      Só se for na sua cabeça de 90 por cento e quem disse que foi o capitalismo e reduziu que eu saiba nem passa perto de ter sido o capitalismo

  43. Mark disse:

    Jamais vou concordar com isso, agradecer por invenções satãnicas como armas, não temos nada pra comemorar, resolução de problemas que nunca deveriam ter existido é uma idiotice.

  44. Trotsky disse:

    Lerdo, a legislação trabalhista vem do fascismo – Carta de Lavoro. Na URSS os coitados trabalhavam de segunda a segunda… Os foguetes, satélites… são resultado da continuação dos experimentos nazistas. A droga do Sputinik era uma V2 modificada. O desmonte colonial foi feito para criar novos mercados consumidores capitalistas e não por causa da URSS ter lutado pela liberdade, ao contrário, os países do Pacto de Varsóvia acabaram por virar colonias da URSS. Você não passa de um stalinista analfabeto histórico.

  45. JTittaM disse:

    looool
    Os dados do primeiro “feito” estão errados.
    As conclusões do segundo são um falsidade: muito antes de 1917, alguns desses direitos já existiam e, curiosamente, não nos países “socialistas” (como, p. ex., o aqui convenientemente esquecido direito à greve).
    O terceiro é o exemplo da hipocrisia: a URSS fez tudo e tudo sacrificou. E nada recebeu. Excepto tudo o que recebeu durante a guerra… e que foi só 3x aquilo que os Aliados ocidentais dispuseram para combater. Sobre os milhões de mortos sofridos… quantos os foram às mãos do próprio Exército Vermelho ou do KGB, por ordens de Estaline e dos comunistas?
    Sobre a quarta e a ajuda anti-colonialista… se os comunistas tivessem um pingo de consciência e alguma vergonha nunca falavam sobre este assunto tal a quantidade de sangue e de abusos que recai sobre o neo-colonialismo, as guerras e os genocídios que, por sua causa e em seu nome grassaram em África e na Ásia.
    Finalmente, o quinto ponto. Para não me rir muito só diria duas coisas: a medida das coisas é dada pelo sucesso e o mundo socialista só deu pobreza, fome e atraso; a outra coisa que diria, para não me rir muito, é só um nome: Trofim Lysenco. 😉

    • Bruno Garcia disse:

      Só não trouxe mais fome que o capitalismo imperialista

      • JTittaM disse:

        É só ver os factos: nunca a Humanidade viveu tão bem!
        Só que, felizmente, nunca viveram tantos e por tanto tempo… e isso, naturalmente, cria problemas de produção e distribuição.
        Mas, comparando as capacidades de produção,… só brincando, por muita ignorância ou por imensa má-fé se chega à sua conclusão.
        Escolha! 🙂

        • Gui disse:

          Um momento… A “Humanidade” quem?
          Existe uma extensa de países com baixos IDHs que estão sendo explorados até hoje com relações econômicas que se aproximam às de uma colônia.
          Ainda nos países “desenvolvidos” há índices de pobreza. O Brasil está voltando agora ao mapa da fome.
          Claro, usa-se o argumento da tecnologia e “civilização” levada no processo de colonização, e que esses países talvez estivessem “piores”. Ainda assim, a partir do momento que a Europa e raros países de outros continentes brincaram de colonizadores, há uma série de responsabilidades sobre a dinâmica dos países colonizados. A repartição territorial autoritária, o saqueamento de recursos naturais, rapto e escravização de pessoas, etc.
          Pode-se dizer que o período colonial acabou, mas ainda hoje as relações econômicas se estabelecem sobre essas bases. Assume-se uma dívida de desenvolvimento destes países, mas não há dívida alguma que cobre o genocídio e pilhamento que a Europa causou.
          Há muitas pessoas não vivendo tão bem assim. O Capitalismo possui – apesar de não toda – responsabilidade sobre essa realidade. Mais do que isso, ele perpetua um cenário onde ela tende a se acentuar pelo acirramento das desigualdades e acúmulo de riquezas.

      • JTittaM disse:

        Até porque, ainda por cima, na Europa de leste, o Socialismo faliu exactamente porque já não conseguia alimentar as suas populações.
        Pela sua foto, vejo que é jovem, por isso não se pode recordar dos factos e, possivelmente não conhece ninguém que tenha lá vivido. E, por isso, só “conhece” as fantasias que lhe contaram aí em São Paulo: tudo treta!
        O socialismo era tão bom, que os povos que nele viveram proibiram os partidos comunistas. Por isso continue a defender essa “boa” solução. Só espero que nunca tenha de viver nela…

  46. Marcelo disse:

    Não me parece que o projeto socialista do século 20 tenha fracassado. É o mesmo que dizer que a democracia fracassou na Alemanha em 1933.

    • JTittaM disse:

      O absurdo do seu comentário é óbvio: inverteu os factores.
      Em 1933, a Democracia foi interrompida pelo totalitarismo nacional-socialista e, 12 anos depois, regressou à Liberdade e ao modelo democrático (reconhecida aspiração universal dos povos).
      A partir dos anos 80 do Séc. XX, o totalitarismo comunista (por acaso, antigo aliado do outro), entrou em débacle, sendo substituído pela Liberdade e a Democracia.
      É fácil perceber a falácia que tentou fazer passar… mas não pegou! 😉

  47. Marcelo disse:

    Parece que antes sequer de Marx nascer já não existia movimentos liberais. A segunda guerra mundial sim, o resto é bostejo. Me deu uma ânsia de vômito, vou até reassistir Jogos Vorazes. haha

  48. Marinaldo disse:

    O pais mais porco que existe é o EUA eles exploram os paises subdesenvolvidos como os paises da america latina e o africano.

  49. Hoffman disse:

    E os soviéticos faziam oq? Urss era altamente imperalista só imbecis acredita que não

  50. O engraçado é ver socialista falando que a URSS lutou contra o imperialismo colonial americano. Tem até uma piada russa muita antiga que desvenda qual é o país mais seguro do mundo. Toda vez que a Hungria, Polônia, Romênia e Tchecoslovaquia tentava fugiu do eixo socialista, os soviéticos mandavam tanques e soldados aos montes para lá, e sempre com a desculpa que eram um país amigo ajudando a se libertar do capitalismo que os iriam explorar. Matavam políticos e pessoas nocivas as regime soviético. Destruíam gráficas e jornais, com a desculpa de querer ver o país pacífico. No inicio da União Soviética mandavam bombardeiros para ter o controle dos países como Armênia, Cazaquistão e Uzbequistão. Aí vem a piada; Qual o país mais seguro do mundo? Israel! Por que? Porque todos os países em sua volta querem o destruir.

  51. Douglas disse:

    O correto seria agradecer aos cientistas nazistas capturados pelos soviéticos

    A citação do plano Marshall é bizarra, seria o cúmulo da ignorância se os EUA financiam a reconstrução de países com governos comunistas
    A União soviética roubou máquinario trens rádios grãos carros armas e tudo mais de cada país invadido como Ucrânia letonia Estônia Lituânia é usavam tudo nas grandes cidades da Rússia

  52. Filipi disse:

    esse texto é claramente tendencioso para favorecer a ideologia comunista, sou conservador e percebi…

  53. Nildo disse:

    A única coisa que podemos agradecer da União soviética é que graças a Deus já acabou!

    Os caras falam de um regime autoritário aterrorizante que matava seu povo de fome e censurada todos os veículos de informações incidentais possíveis, com uma simpatia tão Grande. Parece até que estão falando de uma democracia como os EUA. Pqp
    Vai defender ditadura no inferno comunista safado!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *