Eleições: surge frente inter-religiosa antifascista

Cristãos, muçulmanos e judeus denunciam em manifesto brutalidade de Bolsonaro. Movimento busca ampliação e programará manifestações em todo o país

Por Sérgio Storch | Imagem: Pablo Picasso

A partir de uma articulação de religiões abraâmicas (cristãos, judeus e muçulmanos), que resultou no manifesto abaixo, está se formando uma onda que poderá se tornar um tsunami, com a união de membros de  todas as religiões por um movimento duradouro contra o ódio e a violência, e pela pacificação no seio de cada comunidade religiosa no Brasil. Já se somaram lideranças das religiões de matriz africana, budistas e espíritas. E estão se agregando organizações dos movimentos negro, quilombola e indígena.

O que as lideranças têm em vista é uma manifestação em todas as grandes cidades, que puxe junto os movimentos de mulheres, e o movimento sindical, incluindo pessoas antipetistas, pois não se trata de voto que dê carta branca à chapa de Haddad e Manuela, e sim de defender a Civilização contra a Barbárie.

Outras Palavras está acompanhando de perto a evolução da organização, e desde já afirma o seu entusiasmo, pois está em linha com a nossa conhecida posição a favor de uma nova política que não seja caudatária das cúpulas e dos partidos políticos.  Shalom! Salaam! Saravá! Paz e Bem!

Confira o manifesto na íntegra:

“Nós membros dos movimentos que subscrevem este manifesto, vimos a público neste momento decisivo em que a barbárie desafia a civilização, nos manifestar em nome da democracia.

“Somos parte das três religiões monoteístas do mundo. Acreditamos em um Deus de bondade e de amor. Um Deus que ama todas suas criaturas, não importa sua cor ou seu gênero. Ele nos fez à sua semelhança, e nossa diversidade é a prova de um Deus que está em cada um de nós.

“Toda vez que a fé foi utilizada para promover a paz, tivemos progresso e convivência pacífica entre os seres humanos. Mas quando utilizaram dela para promover o ódio, tivemos os piores períodos da nossa história.

“Não podemos colaborar para que estes tempos sombrios voltem a surgir entre nós. A barbárie que bate a nossa porta não pode entrar.

“O Judaísmo trouxe ao mundo a Bíblia Hebraica, o Cristianismo trouxe ao mundo os Evangelhos e o Islã o Alcorão, livros sagrados que orientam o ser humano a um mundo de respeito ao próximo.

“Todos aqueles que professam a sua fé em Deus e nos valores éticos e morais do monoteísmo estão conosco a favor da civilização e do direito de todos os seres humanos conviverem em paz e harmonia. Judeus, cristãos e muçulmanos irmanados por um Brasil para todos e contra o obscurantismo.

“Possa Nosso Deus único nos proteger, permitindo que o bem vença o mal, o amor e a compaixão vençam o ódio que foi semeado no coração de cidadãos brasileiros e que nos ajude fazendo com que todos retornem a consciência da palavra de Deus, em suas ações!

“Por tudo isso nós conclamamos o apoio aos candidatos Fernando Haddad e Manuela D’Ávila, através do seu voto.

Judeus contra Bolsonaro

Articulação Judaica

Movimento Nossa Voz – SP

Igreja Anglicana Latino Americana – MG

Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito

Abrahamicos Unidos – Rio de Janeiro

Mesquita Sumayyah Bint Khayyat – Embu das Artes-SP

Comissão Justiça e Paz – SP

Juprog

Grupo Católico de Oração e Solidariedade Rio Maria-RJ

Cristãos e Cristãs contra o fascismo

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

2 comentários para "Eleições: surge frente inter-religiosa antifascista"

  1. Herval Rosano Dantas disse:

    Ainda que eu fale todas as línguas dos anjos… mas se não tiver amor, serei como um sino sem badalo.
    Que o amor vença.

  2. José Batista disse:

    Este é um bom caminho. O manifesto deve ser lido com o coração aberto.

Os comentários estão desabilitados.