Ônibus Hacker: o Percurso Minas Gerais

onibus hackerVídeo registra ações desencadeadas pelo laboratório de apropriação de tecnologias ao rodar o Estado — por onde encontrou o Abril Poético, organizado todos os anos por artistas mineiros

Por Redação

Conhecido por estimular novas relações entre seres humanos e máquinas — rejeitando a alienação e o consumismo e destacando a possibilidade de programar equipamentos digitais — o projeto Ônibus Hacker deslocou-se em abril por Minas Gerais. Dessa vez, o ônibus encontrou-se com outra caravana: o festival itinerante de poesia, realizado todo ano pelo coletivo LESMA. E assim, BH e pequenas cidades mineiras receberam de coração aberto oficinas de TV e rádio Livres, Scraping, Crochê, Ukulele, Como Fazer um projeto de Lei, Lambe-lambe da Transparência, Poesia Hacker, Jogos de Tabuleiro Políticos, Cinema de Massinha, Circuito eletrônico com ferro de passar, Dados Abertos e Jornalismo Hacker, entre muitas outras atividades. É o que mostra abaixo o vídeo síntese de todo o percurso, filmado e editado por Anne Galvão, que compôs o diverso grupo viajante:

Na página do Ônibus Hacker, também é possível ver um e dois álbuns de fotos inspiradoras. Pra conhecê-los melhor, procure a Casa de Cultura Digital ou hackeie do seu jeito: eles vão adorar.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

2 comentários para "Ônibus Hacker: o Percurso Minas Gerais"

  1. Denil Tucci disse:

    Como podemos conseguir acesso aos conteúdos das Oficinas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *