Educação fast food e a uberização do Ensino

Hoje, às 20h, Gregório Grisa e Felipe Montiel debatem a crise do sistema de ensino brasileiro, reforçada pelo isolamento social: desigualdade estrutural, mercantilização da educação e o inúmeros retrocessos com o governo Bolsonaro

Um debate do Canal Transe

MAIS
Para assistir ao debate, a partir das 20h de 23/7, clique aqui

Gregório Grisa e Felipe Montiel articulam de diferentes formas o cenário político que envolve a educação no Brasil, tanto no contexto da pandemia do coronavírus quanto fora dele.

Considerando o quadro que se apresentou para o sistema de ensino durante o isolamento social, Gregório Grisa tem proposto um debate emergente sobre o acesso à educação. Ao fazê-lo, pondera as inquestionáveis desigualdades existentes no país e outros fatores que importam para refletir sobre possíveis alternativas diante dessa conjuntura.

Estabelecendo a relação entre as marcas deixadas pela colonialidade – pautadas pela subalternidade, exploração, racialização, etc. –, Felipe Montiel faz elaborações sobre a divisão do trabalho com o olhar voltado para a educação. São reflexões que permitem pensar, sobretudo, como têm se desenvolvido os projetos educacionais no sistema nacional.

Tudo isso, somado à crise que se estabeleceu no Ministério da Educação em Brasília, fará parte do debate nesta quinta, dia 23/07, às 20h, no canal do youtube do Transe.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também: