Arte e cultura nas bordas da metrópole

Neste sábado, começa a 10ª edição do Estéticas das Periferias — este ano, inteiramente online. Elaborada por diversos coletivos, programação vai do slam ao futebol de botão. Na estreia, debate com os escritores Ferréz e Marcelino Freire

10º Encontro Estéticas das Periferias. De 31/10 a 08/11. Para assistir, aqui. Confira a programação completahttps://www.esteticasdasperiferias.org.br/2020/

A ONG Ação Educativa realiza, a partir deste sábado dia 31/10, a décima edição do Encontro Estéticas das Periferias, evento anual que acontece desde 2011. O evento, ao longo de suas nove edições, soma um público de mais de 100 mil pessoas e teve a participação de mais de 4 mil artistas.

O Estéticas não é apenas um grande festival. É um movimento. Dele participam, atualmente, 46 coletivos organizados em 23 territórios, cobrindo toda a periferia da Capital. É um evento participativo, descentralizado e organizado na base, na periferia.

A edição deste ano será toda na Internet devido à pandemia. Terá 73 atrações durante os dias 31 de outubro a 08 de novembro. Tudo pode ser conferido pelo canal no Youtube da Ação Educativa e nas páginas da organização nas redes sociais.

No sábado (dia 31/10), às 16h teremos o debate entre Ferréz e Marcelino Freire sobre os 20 anos do lançamento dos livros Capão Pecado e Angu de Sangue.

No domingo (dia 8) acontecerá o torneio de futebol de botão com as regras do futebol de rua. Como não será possível jogar bola no asfalto, os times de futebol de rua vão disputar no tabuleiro do futebol de botão. Serão quatro duplas (formadas sempre por um menino e uma menina) que jogarão um quadrangular entre as seguintes equipes: Sapopemba, Brasilândia, Capão redondo e Grajaú.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também: