Agenda: eleições em feira de orgânicos

Como eleger, em 2018, bancadas que ajudem a reverter a agenda de horrores? Neste sábado, em SP, debate combina esta temática com produtos da agricultura camponesa

Neste sábado, 22 de setembro, um debate vai explorar, em São Paulo,a urgência de construir uma unidade de esquerda nas eleições para o Congresso. Programado para o início da primavera, o vento será realizado junto à feira de alimentos orgânicos que acontece na Casa da Cidade, em São Paulo. O diálogo aposta agroecologia, na soberania alimentar e na sustentabilidade urbana como pontos de partida para a confluência de forças populares e democráticas, das ruas às plenárias.

A feira de orgânicos é realizada pelo Armazém do Campo (MST), Instituto Chão, Movimento Urbano de Agroecologia (MUDA) e Campanha Permanente contra os Agrotóxicos pela Vida. A organização do evento é da Casa da Cidade e do Projeto BrCidades-SP. Há apoio da Campanha Permanente contra os Agrotóxicos pela Vida, do Movimento Urbano de Agroecologia- MUDA, do Armazém do Campo- MST, do Levante Popular da Juventude e do Instituto Chão.

__

22 de setembro na Casa da Cidade

Rua Rodésia 398, Vila Madalena, São Paulo

9h às 17h

FEIRA DE PRODUTOS ORGÂNICOS

Mel, geleias, sucos, verduras, legumes, frutas do MST e Cooperapas

14h às 17h

DEBATE: UNIDADE POR UM CONGRESSO AGRO- ECOLÓGICO e DEMOCRÁTICO

Mediadores

Erminia Maricato: professora da USP, ex-ministra adjunta do Ministério das Cidades.

Gustavo Vidigal: ex-secretário de Relações Federativas na Prefeitura de SP.

Debatedores

Chico Whitaker: ex- vereador de São Paulo, ex-secretário da CNBB e fundador do Forum Social Mundial

Suzana Prizendt: co-fundadora do Movimento Urbano de Agroecologia – MUDA

Flavio Francisco: professor da Universidade Federal do ABC ( UFABC)

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também: