Documentário revela resistência ao golpe no Paraguai

Produzido pela UNE e Unila, “Golpe: 24hs” traz imagens inéditas e mostra que apoio da população ao então presidente Fernando Lugo foi intenso 

No  Vermelho

Produzido pelo Circuito Universitário de Cultura e Arte (CUCA) da União Nacional dos Estudantes brasileiros (UNE), em parceria com a Universidade Federal da Integração Latino-americana (UNILA) de Foz do Iguaçu – região da tríplice fronteira do Brasil, Argentina e Paraguai-, “Golpe: 24 hs” (abaixo) traz imagens, até então inéditas, das 24 horas em que se sucedeu o golpe de estado contra o presidente Fernando Lugo, ocorrido no Paraguai no dia 22 de junho de 2012.

Ao contrário do que a grande mídia mundial noticiou, o povo paraguaio mostrou muita disposição de resistir ao golpe desde o primeiro minuto, ocupando a praça em frente ao palácio presidencial e manifestando seu total apoio ao então presidente Fernando Lugo.

Fernando Lugo foi destituído da Presidência do Paraguai em processo relâmpago de impeachment, votado na noite de 22 de junho, armado pela oposição de direita no Senado – foram 39 votos a favor da cassação, 4 contra e duas ausências. O processo a la ‘tapetão’ abriu uma crise política no país, com vários protestos, e internacional, ao provocar a reação da União dos Países Sul-Americanos (Unasul) e outros organismos internacionais.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *