MTST pede apoio para ampliar luta e formação política

Um dos movimentos populares brasileiros mais atuantes e necessários organiza debates sobre a conjuntura brasileira e seus desafios — mas precisa de contribuições para que possa alcançar ainda mais gente

Há quase duas décadas o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) tem sido construído com ocupações e lutas em todo o Brasil. Em resposta ao processo de especulação imobiliária que cresceu nos últimos dez anos, o MTST realizou, a partir de 2013, uma série de ocupações e jornadas de lutas que extrapolaram a pauta da moradia. E quer continuar com essa agenda.

O movimento planeja realizar importantes encontros de formação política com seus milhares de militantes e acampados. Estes encontros possibilitarão discussões sobre o cenário político, o posicionamento do MTST e os próximos passos a serem dados para tentar combater os avanços da direita conservadora e a especulação imobiliária. Os três primeiros,  inclusive, já estão planejados para acontecer nos próximos meses de julho e agosto.

Para arcar com as despesas dos encontros, o MTST pede contribuições pelo site de financiamento colaborativo Catarse. Reafirma seu posicionamente como movimento autônomo, apartidário e autossustentável, mas precisam de recursos para garantir essas plenárias, que podem chegar a reunir mais de mil pessoas. Para ajudar a financiar os eventos, clique aqui.

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *