Cineclube das Outras abre ciclo com Libertas

Cena de “Peripatéticos”, de Jéssica Queiroz

Projeto coletivo, do qual “Outras Palavras” participa, exibe e debate, em São Paulo, curta-metragens que abordam universo feminino, seus problemas e conquistas

Por Inês Castilho

Cineclube das Outras – sessão “Libertas”

Entrada franca (Distribuição de senhas 1h antes do início da sessão)

Local: Sesc Santana – Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana, São Paulo

A partir de 6 de março de 2018, às 20h

O Cineclube das Outras promove a partir de amanhã, 6 de março, na programação do projeto De|Generadas, sessões de exibição de curtas-metragens que abordam o universo feminino em seus problemas, mas também em suas conquistas.

Criado por um grupo de mulheres de diferentes gerações e atuações – integrantes da produtora Doctela, da Taturana Mobilização Social, do Kinoforum e do site Outras Palavras – , o Cineclube das Outras nasce de um desejo: criar um espaço coletivo de diálogo e reflexão por meio da exibição de filmes de e sobre mulheres com foco em Outras narrativas, narrativas das Outras: mulheres negras, brancas, indígenas, LGBTs, migrantes.

Nasce numa conjuntura de resistência: em tempos de fortalecimento do feminismo, o meio audiovisual não ficou de fora. Ao recorte de gênero somam-se no debate os de classe e cor, sem o que o setor audiovisual continuará reproduzindo os privilégios e preconceitos arraigados na sociedade brasileira — desigualdade de oportunidades, renda e gênero, além de homofobia, transfobia, exclusão de indígenas e quilombolas.

Priorizamos curtas-metragens nacionais, pelo formato potente e concentrado, e também porque sua circulação ainda é mais restrita que outros formatos.

Na sessão “Libertas” apresentamos os seguintes filmes:

Pele de Pássaro, dir. Clara Peltier (Documentário, 2015, 15’)

Tuane veste uma fantasia para enfrentar a realidade.

Gordas!, dir. Luiza Junqueira (Documentário, 2015, 15’)

Gordas! aborda a relação de três mulheres gordas com seus corpos, cujos depoimentos irão revelar vivências únicas.

Peripatético, dir. Jessica Queiroz (Ficção, 2017, 15’)

Simone, Thiana e Michel são jovens moradores da periferia de São Paulo. Simone procura o primeiro emprego, Thiana tenta passar no vestibular de medicina e Michel ainda não sabe o que fazer. Em meio às demandas do início da fase adulta, um acontecimento histórico em maio de 2006 na cidade de São Paulo muda o rumo de suas vidas para sempre.

Sem Você a Vida é uma Aventura, dir. Alice Andrade Drummond (Ficção, 2015, 19’)

Hoje Amanda só queria ir à praia.

Após a sessão haverá um debate com Clara Peltier, Tuane Rocha, Rachel Patricio, Jessica Queiroz e Alice Andrade Drummond

Mediação: Lili Almendary

 

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos