FioCruz convida a pensar as novas terapias contra câncer

Medicina e tecnologia avançam, e o panorama do cuidado à doença no futuro pode se transformar radicalmente. erá para todos? Como garantir, no SUS e em meio ao teto de gastos, amplo acesso a tratamentos que podem garantir o direito à vida?

SEMINÁRIO ONLINE: Atenção à Saúde, Inovação Tecnológica e Câncer: Impactos e Desafios da Era Covid-19
Organizado pelo Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz (CEE-Fiocruz)
20 de agosto de 2021, das 14h às 16h
Link da transmissão: https://bit.ly/WebnarioCEE-Fiocruz
Leia mais no blog do CEE-Fiocruz (cee.fiocruz.br)

Um conjunto de tecnologias promete revolucionar, em futuro próximo, as possibilidades de diagnóstico e tratamento do câncer, a segunda doença que mais mata no Brasil. Vacinas terapêuticas personalizadas para ativar a resposta imunológica do paciente contra as células cancerígenas, ou biópsia líquida, capaz de detectar precocemente tumores por simples coleta de sangue, ou ainda terapias com anticorpos, para bloquear o crescimento e disseminação de células malignas, constituem possibilidades promissoras. Edição genômica, terapia celular, vírus oncolíticos, imagem molecular, terapias com RNA e tumor delivery são outras possibilidades de abordagem que emergem e sugerem uma transformação no panorama do cuidado à doença no futuro.

Contudo, a incorporação das tecnologias emergentes é ainda incerta, pelo seu alto custo e tempo de desenvolvimento e produção, com risco de se concentrar em grupos específicos de pacientes, pelas desigualdades regionais do país (dois terços das unidades de saúde mais qualificadas encontram-se nas regiões Sul e Sudeste) e pelas dificuldades dos sistemas de saúde em absorver essas tecnologias, tendo em vista nem sempre estarem, ainda, estruturados para oferecer os recursos já disponíveis.

O cenário, ao mesmo tempo promissor e cheio de desafios, torna-se ainda mais complexo com a pandemia de covid-19, que veio retardando a procura dos pacientes pelos serviços de saúde, o que dificulta a prevenção e posterga necessários tratamentos, com risco de sobrecarregar o sistema.

Essas e outras questões estarão em pauta no webinário Atenção à Saúde, Inovação Tecnológica e Câncer: Impactos e Desafios da Era Covid-19, que será realizado pelo Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz (CEE-Fiocruz), no dia 20 de agosto de 2021, das 14h às 16h. O evento contará na mesa de abertura com a presença da presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, do diretor do CEE-Fiocruz, Carlos Gadelha, e do ex-ministro da Saúde e pesquisador do Centro, José Gomes Temporão.

Na programação, os palestrantes Luiz Antonio Santini, ex-diretor do Instituto Nacional do Câncer (Inca) e também pesquisador do CEE, e Nina Melo, coordenadora de pesquisa da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale) e do Observatório de Oncologia do Movimento Todos Juntos Contra o Câncer (TJCC), apresentarão, respectivamente, os temas: Futuro das tecnologias de diagnóstico e tratamento do câncer – acesso em um cenário de desigualdades e Câncer e covid-19 – panorama atual do diagnóstico e tratamento do câncer no Brasil sob o impacto da pandemia.

Participam ainda do evento, como debatedores, Carlos Gil Ferreira, presidente do Instituto Oncoclínicas; Jorge Alberto B. Iriart, pesquisador e professor associado do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Martín Bonamino, pesquisador Inca e da rede Fio-Câncer/Fiocruz.

Informações:
Eliane Bardanachvili ([email protected] 21 999523513)
Andréa Vilhena ([email protected] 21 97280-1979)
Daiane Batista ([email protected] 21 21 98349-7930)

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *