Contrapartidas

Outros Quinhentos oferece: “Povo Verdadeiro”, para entender as culturas indígenas do Brasil

Livro raríssimo de Angela Pappiani educa sobre os diferentes povos do nosso país. Temos dois exemplares em sorteio para quem sustenta Outras Palavras

Por Simone Paz | Fotografias de Alice Arida

Os homens atacaram o avião com flechas e bordunas. Ele voou bem baixinho. Veio de trás da serra e passou por cima da aldeia. Pensamos que o avião ia acabar com nosso povo. Dava muito medo!! Muito medo!! Tinha gente correndo de um lado para o outro. Todo mundo apavorado, escondendo os filhos, sem saber o que fazer. O barulho era muito forte, muito grande!

— Sereburã Xavante

Povo verdadeiro — os povos indígenas no Brasil foi publicado em 2009, ou seja, dez anos atrás! Elaborado por Angela Pappiani, o trabalho é todo ilustrado com fotografias coloridas e é um verdadeiro guia para entender as culturas indígenas do Brasil: suas tradições, aldeias, localização, idiomas, ritos. Ele traz também orientações de atividades para serem desenvolvidas em classe, por professores.

Além de tudo, o livro é uma joia rara: está esgotado há alguns anos e só é possível encontrá-lo usado, em alguns sebos…

Assim começa Angela, no “Capítulo 1 – Primeiras Palavras”:

Os primeiros “desencontros” entre culturas tão distantes aconteceram nesta parte do mundo há pouco mais de 500 anos, quando centenas de povos diferentes, em vários pontos do litoral de toda a América, avistaram, não aviões, mas barcos enormes com seus tripulantes de pele branca, cobertos de pelos e vestidos de metal. Uma imagem fantástica e assustadora, que muitas vezes materializava mitos e crenças destes povos.

Índio Yawanawá | Foto de Alice Arida

Sortearemos os dois últimos exemplares que tínhamos por aqui, entre nossos colaboradores que sustentam Outras Palavras por meio do programa de financiamento coletivo Outros Quinhentos.

Para concorrer, preencha este formulário até terça-feira 8 de outubro de 2019.


Angela Pappiani é jornalista, antropóloga, escritora e produtora cultural, e trabalha há quase 30 anos com povos indígenas desenvolvendo projetos que divulgam a tradição e o pensamento indígena. Em nosso site, seus textos são recorrentes, como foi o caso da excelente matéria Eles não se rendem à mercadoria, publicada em abril de 2019. Também, foi nossa convidada para o cine-debate “Sem floresta, não há civilização”, ocorrido no recém passado mês de setembro, nas preparações da Greve Global pelo Clima.

Author


Avatar