Yan Boechat esteve em Mossul, onde acontece uma intensa guerra contra integrantes do Estado Islâmico.

Curso de Extensão | Oriente Médio e Política Internacional

Organizado por integrantes do Grupo de Estudos sobre Conflitos Internacionais da PUC-SP (GECI) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Estudos sobre os Estados Unidos (INEU), o curso abordará marcos importantes para a compreensão dos aspectos políticos, econômicos e sociais do Oriente Médio. Assuntos contemporâneos relevantes, como a Guerra da Síria, a ascensão do Estado Islâmico, a questão Palestina/Israel, a disputa entre Turquia, Arábia Saudita e Irã pela hegemonia regional e os interesses de EUA e Rússia, serão abordados por uma perspectiva histórica e contemporânea. Assim, como serão analisados movimentos constitutivos da política regional, como o sistema de mandatos, após a 1ª Guerra Mundial, os conflitos no processo de descolonização, a formação dos Estados-nacionais e a ascensão de ideologias — como o sionismo, o nacionalismo árabe e o islã político. Desta forma, se buscará aprofundar o entendimento sobre as causas e consequências dos desdobramentos políticos fundamentais da região, construindo instrumental de análise para a compreensão da geopolítica do Oriente Médio e das Relações Internacionais com ênfase no papel dos EUA.

O curso pretende dar resposta à exigência de uma formação qualificada de novas competências profissionais e intelectuais, decorrente da importância crescente do Oriente Médio para a política internacional, em geral e das políticas externas dos EUA e Brasil, em particular. Alvo de importantes acontecimentos das relações internacionais nas últimas décadas, rica em petróleo e berço de importantes civilizações, culturas e ideologias, a região ainda necessita ser estudada em profundidades. O curso buscará, a partir de reflexões sobre as dimensões histórica e contemporânea do Oriente Médio, proporcionar uma sólida e elevada preparação aos novos tipos de quadros exigidos não só pela internacionalização das estratégias empresariais como também pelas novas funções internacionais do Estado (cooperação, presença em organismos internacionais especializados, etc.) e ainda pela progressiva profissionalização das organizações não governamentais. Clique aqui e saiba mais!

29d11155173ef89c7ad426cd48bcd2b7aef755bb3c0734a5f9pimgpsh_fullsize_distr

Capital e Poder: os empresários na política Norte-Americana

Representantes de corporações sempre tiveram grande influência na política norte-americana, a indicação de Rex Tillerson para Secretário de Estado

Read More...
9ccc4d5c2253e823ba41e74afeaea828

Armados contra a crise

Em tempos de cortes nos gastos sociais, governos ao redor do mundo aumentam investimentos em armas e outros dispositivos

Read More...
20151212_ldd001_0

Trump e as raízes do populismo conservador

Atacar as elites, sem ameaçar as lógicas centrais do sistema, é algo presente na política norte-americana há mais de

Read More...
1280x720-s-q

Por que Israel ama a violência

Ao examinar projeto de ocupação da Palestina, de 1948 até nossos dias, músico conclui: não há nada melhor que

Read More...
7584387-11708699

Haiti: as catástrofes naturais e as ONGs

Tragédia provocada pelo furacão Metthew chama atenção para outro fenômeno: num país cujo Estado soçobrou, ONGs e doadores estrangeiros

Read More...
a127

Israel ensina o mundo a reprimir

Como a Palestina ocupada foi convertida num laboratório onde se experimentam — em seres humanos — técnicas e dispositivos

Read More...
us-marine-patrol-o_1396931i

Afeganistão invadido, a capital do ópio

Como os Estados Unidos, a pretexto de lutar contra o Talibã, fortaleceram os “senhores da guerra” tribais e os

Read More...
15kristof-master1050

Um outro lado da guerra na Síria

Embora omita envolvimento dos EUA, documentário destaca algo de humanidade em meio ao conflito: os cidadãos comuns que, arriscando

Read More...

Mobile Sliding Menu