Contrapartidas

Outros Quinhentos regala: Vozes Insurgentes de Mulheres Negras

Livro que reúne principais vozes do feminismo negro no Brasil será lançado na quarta-feira 24/7. Além disso, há três exemplares em sorteio para quem financia Outras Palavras

Por Simone Paz | Na imagem, Lélia Gonzalez e Beatriz Nascimento

Racismo? No Brasil? Quem foi que disse? Isso é coisa de americano. Aqui não tem diferença porque todo mundo é brasileiro acima de tudo, graças a Deus. Preto aqui é bem tratado, tem o mesmo direito que a gente tem. Tanto é que, quando se esforça, ele sobe na vida como qualquer um. Conheço um que é médico; educadíssimo, culto, elegante e com umas feições tão finas… Nem parece preto.

— Lélia Gonzalez

O trecho acima faz parte do texto publicado no livro Vozes Insurgentes de Mulheres Negras: do século XVIII à primeira década do século XXI, que tem seu lançamento marcado para esta quarta-feira 24 de julho, às 19h, na sede da Fundação Rosa Luxemburgo, em São Paulo.

No site do Outras Palavras, publicamos na íntegra o capítulo de Lélia Gonzalez, sob o título “Para compreender a Améfrica e o Pretuguês” (leia aqui).

Lélia foi uma destacada antropóloga, filósofa, escritora e feminista, uma intelectual que dedicou parte importante de sua trajetória a explicar a perversa combinação de racismo e sexismo na situação das mulheres negras.

Lélia Gonzalez em Nairobi, em 1985

Entre as outras mulheres que compõem este fabuloso livro — cuja organização é de Bianca Santana — temos Jovelina Pérola Negra, compositora e cantora que foi empregada doméstica até fazer sucesso como sambista; nasceu e morreu no Rio de Janeiro, viveu apenas 54 anos. Em 1993, 5 anos antes de morrer, ganhou um Disco de Platina, por vender 80 mil cópias de seu álbum “Vou da Fé”.

Outra grande mulher é Beatriz Nascimento. Intelectual, historiadora, roteirista e militante, o tema que aborda no livro é “A mulher negra e o amor”. Natural de Aracaju (Sergipe), Beatriz morreu assassinada por defender uma amiga da violência de seu companheiro, em 1995, no Rio de Janeiro.

Há também canções e ensaios das vozes vivas e fortes de Conceição Evaristo, Benedita da Silva, Elisa Lucinda e Jurema Werneck.

No lançamento na Fundação Rosa Luxemburgo, os livros serão distribuídos gratuitamente entre os presentes. Mas caso você não possa ir, Outros Quinhentos, o financiamento coletivo de Outras Palavras, em parceria com a Fundação Rosalux e a Editora Maza, regala três exemplares em sorteio.

Para concorrer, basta ser colaborador nosso e preencher este formulário até sexta-feira 26 de julho, ao meio-dia.


LANÇAMENTO:

Quando: Quarta-feira, 24/7, às 19h

Onde: Fundação Rosa Luxemburgo SP

Endereço: Rua Ferreira de Araújo, 36 – Metrô Pinheiros – São Paulo

Debate com Matilde Ribeiro, Nilma Bentes, Bianca Santana e Juliana Gonçalves. Mediação: Christiane Gomes.

Author


Avatar