Sem categoria

Outros Quinhentos oferece 25 livros grátis

Programa de sustentação autônoma de Outras Palavras propõe obras que examinam temas contemporâneos cruciais. Oferta é possível graças a parceiras não-mercantis com produtores culturais Por Antonio Martins MAIS: Para participar de Outros Quinhentos, o programa que garante a independência e a ampliação constante deste site, entre aqui Marilena Chauí comparece com Conformismo e Resistência, coletânea de ensaios famosos, totalmente revisados à luz dos anos recentes. Do economista negriano Maurizio Lazzarato, propomos Signos, Máquinas, Subjetividades. Os riscos implícitos na atual conjuntura brasileira estão expostos em Direita, Volver, série de artigos que tem despertado intenso debate. Para um exame a fundo sobre os dilemas da esquerda, há Rosa Luxemburgo ou o preço da Liberdade. São apenas quatro, entre 25 títulos queOutras Palavras oferece grátis, até 25 de janeiro, a quem aderir a Outros Quinhentoso programa de sustentação autônoma do qual virão, neste ano, 85,8% de nossos recursos. Veja aqui como obter os livros. A oferta é possível por dois motivos. Primeiro, procura impulsionar a segunda e última fase de nosso esforço de captação de recursos junto aos leitores, em 2016. Começamos muito bem: já obtivemos, na virada do ano, R$ 67,2 mil. Porém, precisamos levantar, nas próximas dez semanas, R$ 142,8 mil. (veja nosso orçamento). Os livros são uma retribuição simbólica – porém significativa – a quem participa da manutenção e ampliação de nosso trabalho editorial. Mas a contrapartida também é fruto de uma inovação. Outras Palavras está criando uma espécie de anti-publicidade. Oferece seu espaço a anúncios de produtores culturais e da Economia Solidária. Nada cobra em dinheiro. Mas pede contrapartidas (descontos e gratuidades, nos produtos dos próprios anunciantes), que são oferecidas aos participantes de Outros Quinhentos. Em 2015, eles puderam obter redução relevante (até 60%) de preços em livros; participar gratuitamente dos cursos que oferecemos (aguarde, em breve, a programação para 2016); receber ingressos para sessões de cinema; almoçar grátis, ou pagando apenas a metade da conta, em restaurantes como o Soteropolitano e o Hoje Tem (por enquanto, em São Paulo) Em tempos de crise (e de emergência de moedas alternativas), o objetivo é constituir uma rede não-mercantil para circulação de produtos com os quais nossos leitores identificam-se. A informação e as análises de Outras Palavras circulam sem catracas. Mas produzir o site implica custos. Para que a Comunicação seja um direito, é preciso esforço e mobilização social. Ao somar-se a Outros Quinhentos (a partir de apenas R$ 12 mensais), você participa diretamente criação de alternativas ao oligopólio da mídia. E mostra, também, que outras formas de criar riquezas e fazê-las circular são possíveis.