Contrapartidas

O Manual Antifascista se une à luta de Outros Quinhentos

Um guia de táticas àqueles que desejam derrotar o ressurgimento da extrema direita. Quem financia Outras Palavras, pode concorrer a um dos 3 exemplares em sorteio — e ter descontão na Editora Autonomia Literária

Por Simone Paz

“Rapidamente publicado logo após o presidente dos EUA dizer que havia ‘pessoas boas em ambos os lados’ nos confrontos em Charlottesville, o guia de Mark Bray fornece táticas para aqueles que desejam ‘derrotar o ressurgimento da nova direita’.”

— Alison Flood, THE GUARDIAN

Desde que existe o fascismo, existe o antifascismo – também conhecido como “antifa”.

O movimento que vem ocupando as ruas e resistindo, há cem anos, recentemente ganhou livro escrito por Mark Bray, historiador especialista em direitos humanos, terrorismo e radicalismo político na Europa Moderna. Mark foi um dos organizadores do movimento Occupy Wall Street em 2011 e seu trabalho é referência mundial no debate antifascista.

Em junho, foi lançada a edição brasileira do livro, traduzida ao português, como iniciativa da Editora Autonomia Literária.

O movimento Antifa nasceu da resistência a Mussolini e Hitler na Europa durante os anos 20 e 30, e voltou subitamente às manchetes em meio à oposição ao governo Trump, à ascensão da alt-right e ao ressurgimento de grupos de supremacistas como o Klu Klux Klan.

Outras Palavras, em parceria com a querida, antenada e lúcida editora Autonomia Literária, sorteia três exemplares de ANTIFA – O Manual Antifascista na próxima quarta-feira 31 de julho de 2019.

Há também o super desconto de 25% para compras no site da Autonomia. Concorrendo, você já terá direito ao cupom de desconto, que será enviado por e-mail, junto com o resultado do sorteio. Assim, o livro, que custa R$50, ficará por R$37,50.

Para concorrer ao livro grátis, basta ser colaborador do financiamento coletivo Outros Quinhentos e preencher este formulário até 31/07/2019.


Carlos Lozada, do The Washington Post, comentou sobre o livro:

“Movimentos ativistas insurgentes precisam de porta-vozes, intelectuais e apologistas, e para o momento, Mark Bray parece preencher os três requisitos… A contribuição mais esclarecedora do livro é sobre a história das lutas antifascistas no século passado, mas a mais relevante para agora é a justificativa para impedir discursos de ódio e derrotar os racistas.”

Boa sorte e morte ao fascismo!

Author


Avatar