Contrapartidas

Outros Quinhentos oferece: o legado de Antonio Candido para amar o Brasil sem ufanismos

“Antonio Candido 100 anos” é um livro-homenagem ao grande pensador e escritor brasileiro. A obra tem edição da Editora 34, com dois lindos exemplares em sorteio para quem sustenta Outras Palavras

Por Simone Paz | Foto de Antonio Candido no jardim da casa em Poços de Caldas, MG, década de 1970 (Arquivo IEB-USP – Fundo Antonio Candido). Fonte: IMS

“Este livro é uma homenagem a um dos maiores intelectuais brasileiros. Crítico literário, sociólogo e militante socialista, Antonio Candido de Mello e Souza (1918-2017) atravessou o século XX e adentrou pelo XXI inspirando sucessivas gerações. Em seus livros, aulas, conferências e atividades políticas, ele revelou o Brasil aos brasileiros, sem ufanismos nem complexos de inferioridade.”

É este um trecho da sinopse dada pela parceiríssima Editora 34 sobre o livro Antonio Candido 100 anos, lançado em 2018, com organização de Maria Augusta Fonseca e Roberto Schwarz, pouco após a morte do pensador homenageado, que realmente viveu quase cem anos.

Diz-se que Candido deixou um legado inestimável. Também, que nos ensinou a pensar por conta própria. De fato, o escritor e estudioso da literatura brasileira e estrangeira, é autor de uma obra crítica extensa e mui respeitada. Foi amigo de autores da importância de Oswald de Andrade, Guimarães Rosa e Graciliano Ramos — deles, escreveu também resenhas, estudos e críticas referenciais e seminais para o entendimento de suas obras. “Dialética da malandragem” (1970), ensaio sobre Memórias de um sargento de milícias, é considerado um marco na análise das relações entre forma literária e processo social.

Ganhou o Prêmio Jabuti duas vezes, em 1965 e em 1993, além do Camões, em 1998.

No livro que a Editora 34 lançou, trinta e sete intelectuais de várias gerações e nacionalidades (entre eles, Walnice Nogueira Galvão, Sárka Grauová, José Miguel Wisnik, Howard Becker, Michael Löwy, Iná Camargo Costa e Salete de Almeida Cara) percorrem toda a extensão da obra de Antonio Candido e revelam sua coerência interna para além do que outros volumes congêneres deixavam entrever. Completam o livro reproduções de dedicatórias assinadas por Manuel Bandeira, Graciliano Ramos, Mário e Oswald de Andrade, além de um inédito do homenageado, “Como e porque sou crítico”.

Graças à parceria entre Outras Palavras e Editora 34, presenteamos nossos colaboradores com obras excelentes, de uma das melhores editoras do Brasil.

Sempre admiramos a qualidade dos textos, das traduções e a precisa curadoria da 34 em suas publicações. Assim, estamos escolhendo alguns títulos para presentearmos os leitores que sustentam nosso site por meio do :financiamento coletivo Outros Quinhentos. Como? Sorteando 2 exemplares grátis do livro em questão e facilitando um cupom de 25% de desconto para comprar, caso não ganhe.

Para concorrer a um dos dois exemplares de Antonio Candido 100 anos, basta ser membro de Outros Quinhentos e preencher ESTE FORMULÁRIO até a sexta-feira 13/9.

Após divulgarmos o resultado, enviaremos um cupom de 25% de desconto, para quem quiser obter o livro pagando menos e com frete grátis, comprando diretamente no site da Editora 34.


Caso queira receber o cupom antes e não esperar o sorteio, peça no e-mail [email protected]raspalavras.net — assim, de R$82 o livro ficará por R$61,50 e sem ter que pagar pelo envio!


Também, uma curiosidade: Antonio Candido nasceu no Rio de Janeiro, mas cresceu em Minas Gerais, na cidade de Poços de Caldas, e se formou intelectualmente em São Paulo. Por isso, o IMS de Poços de Caldas está com uma bela exposição de imagens e documentos de Candido. Saiba mais, aqui.

Você pode seguir a Editora 34 nas redes sociais e ficar sabendo de todos os lançamentos e outras novidades, no link a seguir:
https://www.instagram.com/editora34/

Em breve, ofereceremos também livros relacionados ao urbanismo, à literatura, à psicologia, ao cinema… fiquem antenados!

Author


Avatar