Especial coronavírus | #1

A fome causada pela crise do novo coronavírus matará mais gente que a própria doença no Brasil? É cedo para pensar em respostas. Mas as medidas adotadas desde o primeiro dia do governo de Jair Bolsonaro, somadas àquelas tiradas da cartola nas últimas semanas pela equipe econômica, formam uma tempestade perfeita.


Fontes de informação citadas no episódio

Publicações 

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro João Peres & Victor Matioli | Narração João Peres & Amanda Flora | Edição Victor Oliveira | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Trilha sonora Blue Dot Sessions



Episódio#7

O que é mais difícil de aguentar? As dores do parto ou os conselhos não solicitados sobre a maternidade? Nesse episódio, falamos sobre como palpites podem prejudicar a amamentação e a introdução alimentar; e sobre um documento do Ministério da Saúde elaborado para tirar as dúvidas sobre esses temas.


Entrevistados

  • Inês Rugani, professora associada do Instituto de Nutrição da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (INU/UERJ). 
  • Sueli Belizario, mãe da Natália Silva.
  • Simone Cogo Fronckowiak, mãe da Juliana Fronckowiak Geitens.

Fontes de informação citadas no episódio

Publicações e pesquisas científicas

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro e narração Natália Silva & Juliana Geitens | Produção e edição Natália Silva | Checagem de fatos João Peres | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Trilha sonora Blue Dot Sessions
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll



Episódio#6

O Brasil se aproxima de uma tragédia mexicana. O desmonte de programas públicos voltados à alimentação, o estímulo infinito ao agronegócio, a desvalorização da cultura alimentar, a precariedade laboral: estamos seguindo a cartilha perfeita para chegar ao cenário que devasta o México desde os anos 1990. Lá, a promessa de combate à corrupção, eficiência e prosperidade não se cumpriu. Os índices de pobreza seguem altíssimos. O diabetes se transformou na maior causa de morte. A indústria de ultraprocessados e o fast-food viraram a comida do dia a dia.


Entrevistados

  • Julieta Ponce, da coalizão Sin Maiz no Hay País, é nutróloga e integra o Centro de Orientação Alimentar do México
  • Mariana Ortega Ramírez, pesquisadora que integra a Alianza por Nuestra Tortilla
  • Blanca Estela Mejia Castillo, diretora do Conselho Reitor da Tortilla Tradicional Mexicana
  •  Alejandro Calvillo, diretor da ONG El Poder del Consumidor
  • Malin Jonsson, da organização Semillas de Vida

Fontes de informação citadas no episódio

Livro

  • Milho, fundamento da cultura popular mexicana, Guillermo Bonfil Batalla (1982)
  • The neoliberal diet, Gerardo Otero (2018)
  • De la milpa a los tortibonos, Kirsten Appendini (1991)

Publicações e pesquisas científicas

  • Joaquín A. Marrón-Ponce, Mario Flores, Gustavo Cediel, Carlos Augusto Monteiro, Carolina Batis. Associations between Consumption of Ultra-Processed Foods and Intake of Nutrients Related to Chronic Non-Communicable Diseases in Mexico, Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, Volume 119, Issue 11, 2019, Pages 1852-1865
  • Gómez, Eduardo J. “The Transnational and Domestic Contexts Facilitating Sugary Beverage and Fast Food Industry Policy and Research Manipulation in Mexico, Brazil, and India”. Paper prepared for the Annual Meeting of the American Political Science Association, August 30-September 2, 2018, Boston, Massachusetts.
  • Delgado, Juan, Market Structure, Growth and Competition in the Supermarket Sector in Latin America (September 3, 2015). Available at SSRN: https://ssrn.com/abstract=2660118 or http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.2660118 
  • Galvez, Alyshia. Eating NAFTA. Trade, Food Policies, and the Destruction of Mexico. Berkeley: University of California Press, 2018.

Para saber mais…

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro João Peres | Narração João Peres & Victor Matioli | Produção e edição Natália Silva | Checagem de fatos João Peres e Moriti Neto | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll
Trilha sonora Quincas, de Beto Villares (disponível em Free Music Archive) e Blue Dot Sessions



Episódio#5

Comidas extraordinárias e com supostos benefícios à saúde. O que parece uma panaceia, no entanto, não passa de um olhar reducionista que vê a cozinha como uma bula de remédio. Nesta semana no Prato Cheio, vamos falar dos Super-alimentos.


Fontes de informação citadas no episódio

Trechos de áudio

  • Os trechos de propagandas e programas de TV foram retirados de vídeos públicos disponíveis na internet.

Livro

  • Nutritionism, de Gyorgy Scrinis (2013)

Publicações e pesquisas científicas

Para saber mais…

  • Como comentamos no episódio, a tradução da obra de Gyorgy Scrinis será lançada em breve pela Editora Elefante. Vale a leitura.
  • No livro Em Defesa da Comida (2008), Michael Pollan fala sobre os impactos que visões reducionistas da alimentação causaram nos Estados Unidos, que convive com altos índices de doenças crônicas – como obesidade, diabetes e hipertensão.
  • Neste vídeo do The New York Times, Michael Pollan e Michael Moss – autor de Sal, açúcar e gordura (2013) falam sobre alimentos ultraprocessados enquanto observam as prateleiras de um supermercado.

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro João Peres | Narração Amanda Flora & Victor Matioli | Produção e edição Natália Silva | Checagem de fatos João Peres e Moriti Neto | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll
Trilha sonora Quincas, de Beto Villares (disponível em Free Music Archive) e Blue Dot Sessions



Episódio #
4

Imagina que alguém rouba algo de você. Não algo de valor material, mas de grande valor afetivo. É irrecuperável, né?  Então, a apropriação de identidades e afetos é isso. E daí vale quase tudo. Além de utilizar celebridades, imagens, cores, luzes e músicas impactantes, a publicidade tem usado causas sociais para atingir esses objetivos de consumo e lucro. Tem sido comum ver bandeiras legítimas de movimentos feminista, negro e LGBTQIA+ sendo apropriadas para esses fins. A indústria faz parecer que há um movimento inclusivo na publicidade, mas, via de regra, o que está acontecendo é uma adequação de forma,  nem tanto de conteúdo.


Entrevistados

  • Guilherme Borducchi, publicitário e pesquisador de narrativas em plataformas multimídia.   
  • Thalita Flor, militante do movimento feminista negro, pela alimentação saudável e cozinheira vegana.     

Fontes de informação citadas no episódio

Trechos de áudio

  • As sonoras de publicidades foram retiradas de vídeos públicos disponíveis na internet.
  • Publicidade 1: Sazon, da Ajinomoto, peça “Amor”,  de 1992. 
  • Publicidade 2: Ifood, peça  “Namorada”, da agência NBS, de 2014    
  • Publicidade 3: Sazon, da Ajinomoto, peça “Xô piriguete”, da agência Dentsu, de 2016.     

Livro

Publicações e pesquisas científicas

Para saber mais…

Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro e narração Amanda Flora & Moriti Neto | Produção e edição Natália Silva | Checagem de fatos João Peres e Moriti Neto | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll
Trilha sonora Quincas, de Beto Villares (disponível em Free Music Archive) e Blue Dot Sessions



Episódio #3

Mais uma safra recorde de grãos! O Brasil do agro é pop parece ter muito a comemorar. Mas, onde entra soja, gado e milho, alguma coisa tem de sair. Já se foi o Cerrado. Já se vai a Amazônia. O arroz, o feijão, a mandioca estão na lista: nosso consumo per capita caiu consideravelmente ao longo das últimas décadas. Fomos a Belo Horizonte e ao Vale do Ribeira, no interior de São Paulo, mostrar por que nossa cultura alimentar está tão ameaçada. E por que preservá-la não é uma questão de saudosismo, mas de identidade.


Entrevistados

  • Vandir Rodrigues dos Santos, morador do quilombo Ivaporunduva
  • Patricia Brito, banqueteira e pesquisadora em alimentação ancestral
  • João da Mota, morador do quilombo Nhunguara
  • Maria Tereza Vieira, moradora do quilombo Nhunguara


Fontes de informação citadas no episódio

Trechos de áudio

  • Quem canta a música do início do episódio é o João Rosa, do Quilombo Sapatu. A captação foi feita pelo Instituto Socioambiental (ISA), que disponibiliza no Youtube vários vídeos sobre a cultura quilombola.
  • A paródia com o discurso da Dilma foi feita pelo Timbu Fun e está disponível no Youtube.
  • As sonoras de publicidades foram retiradas de vídeos públicos disponíveis na internet.

Livro

  • A culinária caipira da Paulistania, de Carlos Alberto Doria (2018)

Publicações e pesquisas científicas

  • O Censo Agropecuário 2017 está disponível no site do IBGE.


Para saber mais…


Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro João Peres | Narração João Peres & Natália Silva | Produção e edição Natália Silva | Checagem de fatos João Peres e Moriti Neto | Design Denise Matsumoto | Mídias Sociais Amanda Flora
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll
Trilha sonora Quincas, de Beto Villares (disponível em Free Music Archive) e Blue Dot Sessions



Episódio #2

A fome ainda assombra o Brasil, mas não é mais a mesma de anos atrás. Neste episódio, contamos como esse problema foi mudando ao longo do tempo e qual é a situação do país hoje. Conversamos com Elisabetta Recine, ex-presidente do Consea, e Elza Soares, que sentiu esse drama na pele.


Entrevistados

  • Elisabetta Recine, professora da Universidade de Brasília e ex-presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea).
  • Elza Soares, cantora e compositora.


Fontes de informação citadas no episódio

Trechos de áudio

Livro

  • Geografia da Fome, Josué de Castro (1946)

Publicações e pesquisas científicas


Para saber mais…

  • Neste texto explicamos,  ainda durante as eleições de 2018, por que Jair Bolsonaro representava uma ameaça para a segurança alimentar no Brasil.
  • Nossa série Fome de Mentira mostra como essa ameaça se concretizou com rapidez, e hoje o país se encontra sob o risco de voltar ao Mapa da Fome. 
  • O documentário Josué de Castro – Cidadão do Mundo, disponível no Youtube, conta a história do médico que redefiniu o debate sobre esse assunto no Brasil e no mundo.
  • A Agência Pública publicou uma série de reportagens especiais sobre a fome no país. Uma delas explica bem o que é a fome oculta.
  • Este artigo científico reúne as políticas de combate à fome desde Getúlio Vargas até Lula. Boa parte das informações do episódio foram retiradas daqui.


Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro, produção e edição Natália Silva | Narração Amanda Flora e Natália Silva | Checagem de fatos João Peres & Moriti Neto | Design Denise Matsumoto | Mídias sociais Amanda Flora
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll
Trilha sonora Quincas, de Beto Villares (disponível em Free Music Archive) e Blue Dot Sessions



Episódio #1

O que são alimentos ultraprocessados? E por que devemos evitá-los? Neste episódio, contamos a história de como essa comida que não é comida ganhou espaço na nossa vida e o que sabemos até agora sobre os impactos que ela tem na nossa saúde. Entrevistamos Maria Laura Louzada e Carlos Monteiro, pesquisadores do Nupens/USP. 


Entrevistados

  • Carlos Augusto Monteiro, professor da Faculdade de Saúde Pública da USP e coordenador do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde (Nupens)
  • Maria Laura Louzada, professora da Faculdade de Saúde Pública da USP e pesquisadora do Nupens.


Fontes de informação citadas no episódio

Livros

  • Crônicas da Guerra na Itália, Rubem Braga (1985)
  • Sal, açúcar, gordura, Michael Moss (2013)

Publicações e pesquisas científicas

  • Para saber mais sobre a classificação de alimentos por grau de processamento, acesse gratuitamente o Guia Alimentar para a População Brasileira, publicado pelo Ministério da Saúde em 2014. 
  • As Pesquisas de Orçamento Familiar (POF) estão disponíveis no site do IBGE
  • Um documento coordenado por Carlos Monteiro e publicado pela FAO compila todas as evidências científicas contra o consumo de ultraprocessados. Para saber mais, leia o texto que publicamos no site.


Para saber mais…

  • Neste texto, falamos sobre o risco de a comida saudável se tornar mais cara do que os produtos ultraprocessados nos próximos anos.
  • Neste outro aqui, descrevemos uma pesquisa que mostra uma boa estratégia para afastar os jovens da comida porcaria.
  • Aqui, contamos como cientistas patrocinados por fabricantes de ultraprocessados tentam desacreditar pesquisas contrárias a esses produtos. 
  • Para quem gosta de documentários, a produção Muito Além do Peso (2012) ilustra como a obesidade e a publicidade de ultraprocessados estão entrelaçados. O filme está disponível no Youtube.


Se você tiver alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o episódio, fala com a gente nas redes sociais ou no email [email protected]

Roteiro Victor Matioli | Produção e edição Natália Silva | Checagem de fatos João Peres & Moriti Neto | Design Denise Matsumoto | Mídias sociais Amanda Flora
Esse podcast está no ar graças ao apoio da Fundação Heinrich Böll 
Trilha sonora Quincas, de Beto Villares (disponível em Free Music Archive) e Blue Dot Sessions