Caseiro é aquilo que foi feito em casa, certo? Se depender da Cargill, fabricante dos produtos Liza, não. O molho para salada Liza Caseiro foi fabricado em São José do Rio Pardo, interior paulista. São 23 ingredientes, e muitos deles não estão na cozinha de ninguém no Brasil ou no mundo.

De quebra, esse produto tem excesso de sódio, gorduras e gorduras saturadas, segundo o perfil de nutrientes da Organização Panamericana de Saúde (Opas). É um ultraprocessado e, portanto, o consumo deve ser evitado, de acordo com as orientações do Guia Alimentar para a População Brasileira.

 

Ingredientes, do mais ao menos usado: água, vinagre, óleo de soja transgênica, açúcar, sal, pimentão vermelho, amido modificado, cebola, salsa, alho, mostarda em grãos, páprica doce, pimenta preta, orégano, acidulante ácido cítrico, estabilizante goma xantana, aromatizante, conservadores sorbato de potássio e benzoato de sódio, realçador de sabor glutamato monossódico, corante natural urucum, sequestrante EDTA cálcio dissódico e antioxidante TBHQ.