Brasil foge do risco-USA

Ao contrário da China e Rússia, governo brasleiro aplica menos em papéis norte-americanos

Matéria da Folha de S.Paulo de hoje revela que o Brasil foi o país cujo Tesouro mais se desfez de títulos financeiros emitidos pelos EUA, durante a crise dos dois últimos anos. A redução do estoque de títulos teria chegado a 17%, ou US$ 25,5 bilhões. No mesmo período, China e Rússia, dois dos maiores credores dos EUA, teriam elevado sua posse de títulos norte-americanos em 30% e 19,9%. No caso brasileiro, a opção foi trocar títulos do Tesouro dos EUA pelos emitidos por Alemanha, Espanha e instituições financeiras multilaterais, entre outros.

TEXTO-FIM
The following two tabs change content below.

Antonio Martins

Antonio Martins é Editor do Outras Palavras