Ana Amélia enxerga algo nas Arábias

Senador confunde Al Jazeera com Al Qaeda, mas flerta com ditadura abarrotada de petrodólares

Por Reginaldo Nasser

A senadora Ana Amélia é tudo, menos idiota. Na mesma semana que “confundiu” Al Jazeera e Al Qaeda, ela foi relatora de proposta de criação de grupo parlamentar Brasil-Arabia Saudita — e tornou-se presidente do organismo. Pode ter sido coincidência. Como se sabe Al Jazeera é do Catar que esta se chocando permanentemente com Arábia Saudita

Conhecida pelo caráter ditatorial de seu regime e pelo desrespeito constante aos direitos humanos, a Arábia Saudita acusou o Catar, no ano passado, de apoiar terrorismo — e fez o maior estardalhaço internacional . Sei nao, acho que tem coisa ai.

TEXTO-FIM

Síria: em vez dos Tomahawks, alguma esperança

Syria-Peace-Sign-Image

Frustrado o ataque norte-americano, surgem os primeiros caminhos de pacificação. Sociedade civil reivindica participar das negociações sobre o pós-guerra civil

Por Cauê Seignemartin Ameni

Erudito e sofisticado, porém partidário da ordem liberal, o historiador britânico Timothy Garton Ash comentou com irônica amargura o arranjo diplomático que impediu, há semanas, uma intervenção norte-americana na Síria. Depois de destacar o claro declínio de Washington no cenário global contemporâneo, ele alfinetou: “aos críticos e inimigos dos Estados Unidos, digo apenas: se vocês não gostavam do velho mundo em que os EUA intervinham regularmente, esperem para ver o novo, em que isso não ocorrerá”.

Menos de um mês depois, está surgindo, precisamente na Síria, um primeiro desmentido ao vaticínio de Timothy. A alternativa desenhada pela ONU, para evitar o ataque dos EUA, está sendo implementada. Livres dos mísseis Tomahawk, que teriam agravado os horrores e o labirinto da guerra civil, governo e parte da oposição armada abriram algum diálogo – que pode isolar as redes terroristas ligadas à Al-Qaeda. Fala-se mais frequentemente num processo de negociações para reconstruir o país. Grupos da sociedade civil reivindicam presença no processo. Continuar lendo