Honestino Guimarães, 70 anos

170327_honestino-guimaraes-prisc3a3o

Honestino detido na Universidade de Brasília / Foto Arquivo CB-D.A. Press

Livro, filmes, palestras, performances: líder estudantil da Universidade de Brasília assassinado pela ditadura militar recebe homenagem a partir de amanhã

A Editora Universidade de Brasília presta homenagem à memória de Honestino Guimarães com o lançamento de Paixão de Honestino, de Betty Almeida, neste 28 de março de 2017, quando ele completaria 70 anos. O livro recupera a trajetória do líder estudantil que enfrentou com coragem a ditadura militar e pagou um preço alto por isso. Honestino desapareceu em 10 de outubro de 1973.

A homenagem, que se estende pelos dias 29 e 30, inclui a projeção de dois filmes sobre ele, a leitura e dramatização de textos de sua autoria e um debate, para o qual foram convidados lideranças da UnB e da UNE, além de colegas de Honestino no curso de Geologia e militantes estudantis da UnB. O lançamento do livro está inserido nas atividades de comemoração dos 55 anos da Universidade de Brasília.

Programação:

28 de março, a partir das 15 horas:

Lançamento do livro Paixão de Honestino, de Betty Almeida

no Auditório Roberto Salmeron, Faculdade de Tecnologia da Universidade de Brasília, Campus Darcy Ribeiro, Asa Norte, Brasília

16h – exibição do documentário Arquivo Honestino,  produzido pelo CUCA/UNE, direção de Paula Damasceno

16h20 – Mesa de debates com Márcia Abrahão (reitora da UnB); Enrique Huelva (vice-reitor da UnB); Ana Maria Fernandes (ex-diretora da Editora UnB); Carina Vitral (presidenta da UNE); José Geraldo de Sousa Junior (ex-reitor da UnB); Mateus Guimarães (representante da família de Honestino Guimarães); Betty Almeida (autora do livro Paixão de Honestino); Maria Coeli (diretora do filme Honestino)

Mediação: Germana Henriques Pereira (diretora da Editora UnB)

170327-Honestino Em seguida haverá apresentações:

> Declamação do poema Eu faço a festa do mundo, de Honestino Guimarães, interpretado por Adeilton Lima

> Performance Mandado de Segurança Popular, redigido por Honestino Guimarães e interpretado pelo Grupo de quarta, dirigido pelo professor André Luís Gomes

> Sessão de autógrafos

29 e 30 de março, às 19 hs

Exibição do filme Honestino, direção de Maria Coeli

Museu Nacional Honestino Guimarães (Museu da República) – Setor Cultural Sul SCTS 2 – SHCS, Brasília

(Evento coordenado pela Casa de Cultura da América Latina)

 

Gostou do texto? Contribua para manter e ampliar nosso jornalismo de profundidade: OutrosQuinhentos

Leia Também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *