em defesa do SUS e de sua transformação
  • Alfie Brown

    Autor de "Enjoying It: Candy Crush and Capitalism" (Zero, 2015) e "The PlayStation Dreamworld" (Polity, a ser lançado em 2017). Coeditor da "Hong Kong Review of Books" e escreve sobre política de tecnologia e videogames para várias publicações.
  • Alfred W. McCoy

    Alfred W. McCoy é historiador norte-americano e atual professor de História no Centro para Estudos do Sudoeste Asiático, na Universidade de Wisconsi, Madison. Pesquisa e escreve principalmente sobre a história das Filipinas e o comércio de heroína e ópio no Triângulo Dourado. Seu livro "A Política da Heroína no Sudeste Asiático" foi um marco documentando as interações entre a CIA e os cartéis de droga na região.
  • Alfredo Serrano Mancilla

    Doutor em Economia, diretor do Centro Estratégico Latino-Americano de Geopolítica (CELAG).
  • Alvaro Bianchi

    Alvaro Bianchi é cientista político e co-editor do Blog Convergência
  • Alyson Freire

    Pesquisador do Núcleo de Estudos Críticos em Subjetividades e Direitos Humanos (NUECS-DH) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e professor de Sociologia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (Campus Macau-RN)
  • Amador Fernández-Savater

    Amador Fernández-Savater (Madri, 1974) vai e vem entre o pensamento crítico e a ação política, buscando sempre seu encontro. É editor da Aquarela Livros, dirigiu durante anos a revista Archipiélago e participou ativamente em diferentes movimentos coletivos e de base em Madri. É autor de Filosofia e Ação (Editorial Limite, 1999), coautor de Red Ciudadana tras el 11-M; cuando el sufrimiento no impide pensar ni actuar (Acuarela Livros, 2008). Atualmente transmite na Rádio Círculo o programa Uma linha sobre o mar, dedicado à filosofia de garagem.
  • Amalia Safatle

    Amália Safatle é jornalista e editora da revista Página 22
  • Amir Haddad

    Amir Haddad é diretor e professor de teatro, considerado um dos maiores encenadores do Brasil. Criador do Grupo Tá na Rua, iniciado em 1980, leva a arte do teatro para o espaço aberto das ruas e praças, ressaltando a importância das comemorações populares na vida social e cultural das cidades. Reupera para o teatro o seu sentido de festa popular, dela resgatando sua dramaticidade. Reconhecido internacionalmente, desenvolve ainda nas artes cênicas atividades didáticas tais como oficinas, seminários e cursos.
  • Amir Khair

    Economista, especialista em finanças públicas e ex-Secretário de Finanças da Prefeitura de São Paulo.
  • Amos Oz

    Amos Oz é escritor israelense e co-fundador do movimento pacifista Paz Agora. Escreve sobre as agruras presentes e passadas de Israel. Em romances como "Conhecer uma mulher" (1992), "Pantera no porão" (1999) ou "Meu Michel" (2002); explora a persistência do amor durante a guerra.


  • << < 1 2 [3] 4 5 6 > >>