Cachaças, Contrapartidas, Cultura, Eventos, Música

Outros Quinhentos propõe: Literatura e Cachaça, agora com Chico Buarque

Música ao vivo, cachaças e um clima mais botequeiro serão o combustível para um aprendizado em profundidade sobre o mestre carioca da MPB. Descontos e sorteio de bolsas para quem contribui com Outros Quinhentos

Por Maurício Ayer

A canção popular é um dos mais sofisticados campos de expressão da literatura brasileira. Chico Buarque, além de ser um camisa 10 do time de compositores, também escreveu peças de teatro e, nas últimas décadas, cinco romances. A cachaça sempre esteve presente, a cada momento com um sentido.

Da “cachaça de graça que a gente tem que engolir” de Deus lhe Pague ao lenitivo da dureza no samba-missiva Meu Caro Amigo, a polivalente aguardente revela a cada momento um sentido ligado à cultura brasileira, uma cena social, um uso específico e especial, um pathos, um ethos. 

Caso emblemático é a abertura da Ópera do Malandro, versão de Chico Buarque para a canção de Bertolt Brecht e Kurt Weill. A cachaça é o mote para uma análise, inteligente e bem-humorada, da “cadeia alimentar” do poder global e da construção ideológica em torno da figura do malandro. 

A cachaça está no desenho mágico de Construção, no serviço da Feijoada Completa e na sedução do amante de Joana Francesa, e até, como não lembrar?, na introdução que fez com Tom Jobim para a célebre marchinha de carnaval Turma do Funil – para citar alguns entre muitos exemplos. A bebida também povoa a prosa dos romances, de Estorvo ao O Irmão Alemão. 

Chico talvez seja um dos artistas brasileiros que mais doses de cachaça serviu aos seus ouvintes e leitores, e é sobre isso que vamos conversar, com interpretações musicais ao vivo e acompanhado das melhores cachaças do Rio de Janeiro. 

Leituras e audições: Canções, peças de teatro e romances de Chico Buarque. 

Degustação: Cachaças do Rio de Janeiro e São Paulo. 

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: DUDU SALES

*Maurício Ayer é doutor e pós-doutor em literatura pela USP e Universidade de Paris 8, além de escritor, tradutor, editor e sommelier de cachaça. Autor do blog Molhando a Palavra: cachaça e literatura, convenceu-se de que tudo está ligado com tudo e se dedica a procurar os fios de conexão. A cachaça tem ajudado muito nesse processo. 

Serviço:

Literatura Brasileira e Cachaça: Chico Buarque

Quando:
19/05 (sábado)
Horário: 16h as 19h
Local: Ateliê do Bixiga. rua Conselheiro Ramalho, 945.

>Tipos de inscrição

Inscrição: para todos os casos, exceto os abaixo especificados. 

Inscrição especial: Outros Quinhentos: participantes de Outros Quinhentos (programa de financiamento autônomo do www.outraspalavras.net) têm 50% de desconto em todas as inscrições.

Berro D’Água 4 Encontros (10% desc.): Ao comprar antecipadamente a inscrição em 4 encontros você ganha 10% de desconto; após efetuar a compra, você receberá um email para escolher quais encontros deseja reservar. 

Berro D’Água 8 Encontros (20% desc.): Ao comprar antecipadamente a inscrição nos 8 encontros restantes de 2018 você ganha 20% de desconto. 

Outros Quinhentos 4 Enc. (50%+5% desc.): Participantes de Outros Quinhentos que comprarem antecipadamente a inscrição em 4 encontros somam mais 5% de desconto aos 50% iniciais. 

Outros Quinhentos 8 Enc. (50%+10% desc.): Participantes de Outros Quinhentos que comprarem antecipadamente a inscrição nos 8 encontros restantes de 2018 somam mais 10% de desconto aos 50% iniciais.

Compre seu ingresso neste link.

Além disso, os participantes de Outros Quinhentos poderão participar do sorteio de duas bolsas para o curso preenchendo o formulário abaixo até o dia 16 de maio, quarta-feira, às 15h00.

Author


Avatar