Contrapartidas, Cultura, Teatro

Noites de cinema & fogueira… e tardes de Macumba Antropófaga no Teatro Oficina, com Outros Quinhentos

Programa de sustentação do Outras Palavras concede descontos no teatro feito por Lina Bo Bardi, em SP. Nesta terça (29), há projeção do filme Martírio, de Vincent Carelli

Por Simone Paz Hernández | Foto de Jennifer Glass

Há quem ainda não conheça o universo antropofágico do Teatro Oficina, companhia fundada nos anos 60 por, entre outros, o diretor e dramaturgo Zé Celso.

O Oficina abraça uma proposta modernista, inspirada em Oswald de Andrade, Tarsila e Pagu; no Manifesto Antropófago, na tropicália, na cultura indígena, em Artaud, em Eurípides. É um teatro único no mundo, cujas peças são verdadeiros ritos de meditação e múltiplos atravessamentos, onde o público passa a ser atuador.

Atualmente, o teatro cuja sede fica no Bixiga e foi arquitetada por Lina Bo Bardi, apresenta a peça Macumba Antropófaga: um encontro para comer os tabus, uma acupuntura nos pontos necrosados do bairro, um ritual catártico e de fim do ódio, para amar as diferenças.

A peça Macumba Antropófaga tem sessões aos sábados e domingos, sempre às 16h. Você pode pagar apenas R$25 (preço de lista-amiga), em vez dos tradicionais R$60, se você for um colaborador de nosso financiamento coletivo Outros Quinhentos. Basta preencher o formulário abaixo até a meia-noite de sexta-feira.

E às terças, como ato de re-existência, o Oficina apresenta as Noites Antropófagas: um cineclube com projeções de filmes necessários. Com fogueira quando faz frio, além das comidas e bebidas do bar Strume und Mangue, a proposta é, nas palavras da própria companhia:

as noites antropófagas são encontros sazonais no terreyro eletrônico, que começaram na última quarta (16/8), com a exibição do filme O Rei da Vela, no teat(r)o oficina. no fogo de expansão da universidade antropófaga, essas noites desejam conectar presenças na força dos encontros. encontros de potências, de visões de mundo, de desejos… de toda espécie de gente inflamada, por ofício y paixão, em devir ventania em contracenação com as incertezas políticas do agora, em contracenação com o fascismo enlatado que precisa ser despedaçado, comido, cozido, não crú!

Nesta terça, 29 de agosto, às 19h, será a vez do filme Martírio, de Vincent Carelli, que retrata o massacre que vêm sofrendo os índios Guarani Kaiowá pela máquina do agronegócio.

Para mais informações sobre as Noites Antropófagas, clique aqui

Serviço
Peça Macumba Antropófaga
Sábados e domingos, às 16h | duração de 5 horas | até 24/09
Ingressos: R$60 inteira; R$30 meia; R$25 na lista amiga com Outros Quinhentos
Endereço: Teatro Oficina Uzyna Uzona | Rua Jaceguay, 520 – Bixiga – São Paulo, SP
*A peça possui audiodescrição para cegos
Seja um co-produtor do Teat(r)o Oficina e ajude a manter os trabalhos da companhia: teatroficina.org

Author


Avatar