(11) 4117 9264
Contrapartidas, Cultura, Música, Restaurantes
Em São Paulo, as quintas e sextas-feiras trazem concertos instrumentais e de jazz em ricas variações. Há sorteio de 4 pares de ingressos para quem financia Outras Palavras

Por André Takahashi

Retomamos os sorteios de pares de convites para nossos leitores que gostam de boa música. Contando com a parceria do JazzB e do CCMI/JazznosFundos, há quatro chances de ganhar, sempre perto do fim de semana: um par para cada casa, às quintas e sextas.

Nesta sexta (18) haverá shows imperdíveis no JazzB e no CCMI/JazznosFundos, respectivamente.JazzB terá Daniel Baibem e grupo. O guitarrista Daniel Daibem, conhecido por apresentar a linguagem do Jazz de forma didática ao público, traz ao palco do JazzB sua formação de quarteto, tocando um repertório baseado no chamado SoulJazz, vertente que se consolidou no final da década de 1950 e início dos anos 1960. Entre eles, Art Blakey & the Jazz Messengers, Bobby Timmons, Cannonball Adderley, George Benson, Wes Montgomery, Grant Green, Ray Charles, Kenny Burrell, além de alguns temas autorais.

O CCMI/JazznosFundos terá Noite Blaxtream com Rubinho Antunes (22h) e Daniel de Paula e a Irmandade (24h). Noite Blaxtream é a nova série de shows assinada em parceria com o selo homônimo que vem promovendo a emergente cena da música instrumental. Nesta noite especial, show de lançamento do álbum do “Expedições” de Rubinho Antunes, um dos trompetistas mais requisitados do jazz e da música instrumental no Brasil. Em seguida, à meia-noite, novo show de outro grande instrumentista, o baterista Daniel De Paula que apresenta seu mais recente projeto.

O Blaxtream nasceu com o desejo de valorizar e expandir a música instrumental, por meio de conexões que vão além das fronteiras geográficas, assim como, registrar as obras de grandes talentos no mundo. O selo lançou no ano passado 4 álbuns e desenvolve um projeto que reúne várias nações, culturas e talentos da música instrumental, tocada de diferentes lugares do mundo.

 Veja as programações completas aqui: JazzB | CCMI/JazznosFundos E concorra aos pares de ingressos preenchendo o formulário abaixo até as 15h de quinta-feira 17/5. Se você quer saber como obter esses benefícios, acesse nossa página Outros Quinhentos, e descubra o projeto de financiamento coletivo que sustenta o jornalismo livre e em profundidade de Outras Palavras. Para colaborar conosco e acessar todas as nossas contrapartidas, clique aqui.
0

Alimentos, Cachaças, Contrapartidas, Cultura, Eventos, Gastronomia, Restaurantes

Nesta quinta, das 12 às 14h, venda de produtos do Armazém do Campo, criado pelos sem-terra. Para completar, almoço indiano por R$ 15. Contribuintes de Outros Quinhentos têm 10% de desconto

Por André Takahashi

A busca de um modelo agrícola alternativo desdobrou-se, nos últimos anos, em novos hábitos de consumo. Busca-se alimentos e bebidas sem agrotóxicos, produzidos cooperativamente e em novas formas de convívio com a natureza. No Brasil, o MST tornou-se um praticante ativo desta conversão. Sua produção de arroz orgânico já é a maior do país. A Feira Nacional da Reforma Agrária atrai, há três anos, milhares de pessoas. Mais recentemente, surgiram as lojas Armazém do Campo (já abertas em São Paulo e Belo Horizonte)que oferecem alimentos orgânicos produzidos a partir da luta de trabalhadoras e trabalhadores rurais sem terra. São parceiras de Outras Palavras: quem contribui com o site, por meio do programa Outros Quinhentostem desconto de 10% em todos os produtos.

O entreposto de São Paulo (Al. Eduado Prado, 499 — Campos Elíseos) já conta com mais de 400 produtos orgânicos: café, arroz, feijão, soja, aveia, trigo, doces, geleias, laticínios, chás, erva mate, sucos, cachaças, cervejas artesanais, farinhas, biscoitos, chocolates, hortifrutigranjeiros e muito mais (ver lista completa). Tudo vindo de assentamentos da Reforma Agrária e de parceiros da agricultura familiar. 

Nesta quinta-feira (17/5), o Armazém do Campo vai instalar-se, experimentalmente, no Ateliê do Bixiga — a casa onde funciona a redação de Outras Palavras. Das 12 às 14h, um ponto de venda oferecerá os produtos da loja. Para tornar a presença mais agradável, será servido almoço indiano, preparado pela Casa da Govinda ao valor de R$ 15,00 (come-se à vontade).

Quando: 17/05
Horário: 12h00 às 14h00
Local: Ateliê do Bixiga, rua Conselheiro Ramalho 946.


 
0

Alimentos, Cachaças, Contrapartidas, Restaurantes

Delícias gastronômicas podem ser saboreadas todo fim de semana no Soteropolitano, charmoso restaurante e quase um centro cultural em São Paulo. Há  desconto de até R$100 para colaboradores de Outras Palavras

Por Simone Paz Hernández

De raízes multiculturais, mas principalmente africanas e indígenas, a gastronomia da Bahia, terra da felicidade, cativa pelos sabores intensos e pelos temperos de sonho. Óleo de dendê e de coco, peixes, frutos do mar, carne de sol, acarajé e vatapá… e por aí vai, além da tradicional e famosa moqueca, são algumas das preparações realizadas com mestria no Restaurante Soteropolitano, na Lapa paulista.

De ambiente acolhedor, o restaurante foi criado por um querido casal que veio de terras baianas há uns bons anos. Tanto que o Seu Júlio foi músico da banda Pau d’Água, que animou muitos domingos no tradicional Ó do Borogodó, na Vila Madalena.

Assim, a essência cultural deles está também presente em seu restaurante, onde as comidas são de dar água na boca. Há frenquentes exposições de artes plásticas. Na primeira terça-feira de cada mês, às 20h, reúne-se a Confraria. Júlio prepara uma entrada e dois pratos especiais (e únicos). Há sempre, além disso, uma apresentação musical (em cujo transcorrer faz-se absoluto silêncio) ou lançamento de livro. Paga-se R$ 40.

Membros de nosso financiamento coletivo, Outros Quinhentos, têm desconto de até 50% no total da conta às sextas e aos sábados, no almoço e no jantar. Funciona assim: você entra na lista preenchendo o formulário abaixo até às 15h00 de sexta-feira (para o mesmo fim de semana em que deseja ir). O desconto será de 50% para contas de até R$200,00 — após superar este valor, haverá um desconto único no valor de R$100,00. Apenas as bebidas não estão inclusas. O endereço é Rua Marco Aurélio, 451, Vila Romana, São Paulo. Telefone: (11) 3034 4881.

0

Alimentos, Cachaças, Contrapartidas, Cultura, Eventos, Gastronomia, Livros, Música, Política, Restaurantes
Festa de fim de ano de Outras Palavras, Autonomia Literária e Rizoma contará com roda de conversa sobre 2018, música jamaicana, DJ e nova música brasileira. Contribuintes de Outros Quinhentos não pagam entrada e têm descontos especiais na compra de livros.  

Por André Takahashi

Vamos brindar ao 2018 rebelde que construiremos juntos. Uma festa de Outras PalavrasRizomaAutonomia Literária e Fundação/Fundación Rosa Luxemburgo São Paulo Buenos Aires no Al Janiah.







▬▬▬▬

#OutrosQuinhentos: Contribuintes do Outras Palavras não pagam a entrada e têm descontos especiais para comprar livros no Rizoma — o vietcong das editoras independentes estacionado em frente ao Al Janiah.

▬▬▬▬

Para resistir é preciso descontrair. Convidamos [email protected] que estiveram conosco, nas diversas trincheiras do pensamento crítico das publicações alternativas, a relaxar, beber, ouvir um som e, como sempre, confabular para reverter os retrocessos e pavimentar um outro mundo possível para 2018. Se os dias são de luta, as noites são de luta e amor!

O local para essa celebração não poderia ser outro: o Al-Janiah, o bar dos novos imigrantes, dos refugiados e de seu acolhimento no Brasil.

No dia, iremos lançar o sensacional livro “CARtoons – Atropelando a ditadura do automóvel”, do cartunista Andy Singer, que traça críticas ácidas sobre um dogma indiscutível: a ditadura do automóvel.

Será distribuído gratuitamente o Ponto de Debate n. 17, uma publicação da Fundação Rosa Luxemburgo. O texto “De volta para o passado?”, escrito por Juliana Sada e Rodrigo Valente, trata de direitos de migrantes e apresenta um levantamento detalhado de expulsões e perseguições ocorridas durante o século XX. (PDF para download gratuito:https://rosaluxspba.org/de-volta-para-o-passado/)

 

19h30 – Bate-papo: Qual 2018 construiremos juntos?

▬▬▬▬

Ladislau Dowbor (autor do livro “A Era do Capital Improdutivo”)

Guilherme Simões (autor do livro “MTST 20 anos de história”)

Renata Falzoni (colaboradora do livro “CARtoons – Atropelando a ditadura do automóvel”)

Jean Tible (autor de “Marx Selvagem”)

Mediação: Antonio Martins (editor do Outras Palavras)

▬▬▬▬

BANDAS

▬▬▬▬

22h – Marcos Manulu Guarani-kaiowá

23h – Buena Onda Reggae Club

1h – DJ Gabi Pensanuvem

▁↙

Buena Onda Reggae Club

[Vídeo] Skaravana Sa: https://youtu.be/ogVQM-oPKa4

Formada da junção de músicos do ABC com músicos de SP, vindos de bandas como Ba-Boom, Familia Gangsters, Bloco Kaya na Gandaia, Brasilize, entre outras, a Buena Onda Reggae club faz música jamaicana instrumental do ska ao nyabinghi, sem se prender a ritmos, rótulos e preocupações. Som pra dançar e se divertir sem pensar no depois.

Marcos Manulu

https://youtu.be/ELCXfGLszhg

Manulu é pernambucano e vive em São Paulo há 22 anos.Seu primeiro trabalho autoral, o EP de cinco faixas chamado Rebobinado, apresenta um músico versátil, altamente influenciado pelo caldo de ritmos brasileiros, ao mesmo tempo antenado com os sons que chegam de várias partes do mundo. 

DJ: Gabi Pensanuvem

https://www.facebook.com/gpensanuvem/

Garimpeira-feiticeira, a dj paulistana discoteca desde 2009 e é a criadora, produtora e DJ residente de algumas das festas mais massa de São Paulo.

0

Contrapartidas, Cultura, Dança, Eventos, Gastronomia, Música, Restaurantes
No sábado, os xotes, baiões e maracatus de Moyseis Marques. Domingo, Paulo Padilha comanda um baile com clássicos do samba e marchinhas

Por André Takahashi

Parceira cultural de Outras Palavras, a casa Tupi or not Tupi consolidou-se, em pouco tempo, como espaço da melhor música brasileira em São Paulo. Seu cenário é intimista: há lugar para cerca de cem pessoas, muito próximas aos artistas. A excelência de sua acústica é reconhecida. E há, de quebra, um cardápio caprichado, combinando elementos típicos de diversas regiões do Brasil; e uma carta de bebidas que inclui algumas das melhores cachaças do país.

Neste fim de semana, a programação é especial. No sábado Moyseis Marques apresenta um show inesquecível, dançante, que conta um pouco da trajetória desse cantor tão carioca, tão brasileiro, tão apaixonado pela nossa cultura. É um grande show de música brasileira : baiões e xotes, sambas e ijexás, maracatus e canções – o Brasil na veia com sua diversidade e sua alegria. O projeto Zuzando nas Notas tem curadoria de Zuza Homem de Mello e apoio da Grand Cru. Na noite há uma apresentação de vinho e uma rápida degustação.

No domingo temos um baile em duas entradas organizado pelo cantor e compositor Paulo Padilha, mesclando suas composições com clássicos do samba. No repertório Clássicos do samba como Brasil Pandeiro( Assis Valente), Se Acaso Você Chegasse (Lupicínio Rodrigues) A Voz do Morro( Zé Kéti), Samba do Ziriguidum( Luiz B./ Jadir de Castro) e marchinhas e forrós como Sabiá , Cintura Fina e Riacho do Navio( Luiz Gonzaga/ Zé Dantas), Sala de Reboco( Luiz Gonzaga) , Na Asa do Vento( João do Vale), entre outros.



Outros Quinhentos oferece um par de ingressos para cada uma das sessões. Para concorrer aos shows de sábado e domingo preencha o formulário abaixo até sexta 10.11 às 15h
0

Contrapartidas, Cultura, Gastronomia, Restaurantes
Comida baiana, africana e palestina, além de alimentos agroecológicos, com descontos carinhosos para quem colabora com Outras Palavras

Por Simone Paz Hernández | Na imagem, prato “Kamba”, do Restaurante Biyou’z

Culinária afetiva e com histórias muitas, é algo que temos a oferecer. Outras Palavras existe graças a uma lógica pós-capitalista de colaboração entre os leitores que doam voluntariamente recursos financeiros — afinal, as matérias em nosso site são todas livres e compartilháveis, sem restrições — e nós, num gesto de agradecimento, oferecemos pequenos “regalitos”, tais como um belo desconto na conta de alguns restaurantes e lojas de alimentos.

Os restaurantes e lojas que toparam ser parte dessa roda, são lugares especiais, com uma visão de mundo solidária, que promovem encontros onde se misturam a poesia, a comida, a família e as diversas culturas.

Assim, o primeiro a entrar foi o Restaurante Soteropolitano, onde a moqueca é melhor do que na própria Bahia. Tem também carne de sol e do sertão, acarajés e outras delícias preparadas pelos próprios donos, Júlio e Deborah, numa charmosa casa na Lapa (São Paulo). Às sextas e sábados, o desconto é de 50% na conta — o desconto não inclui bebidas e é necessário enviar o nome previamente, nesta lista aqui.

O Al Janiah, entrou no começo deste ano, trazendo o encanto da comida palestina, e promovendo noites de música incríveis. O espaço, no Bixiga, tornou-se quase um centro cultural, com debates, lançamentos de livros, performances, além de ser uma referência da resistência palestina, que oferece apoio a refugiados. Toda semana, sorteamos um combo de um lanche + uma cerveja. Concorra até quarta-feira, neste link.

E, finalmente, o fascinante Biyou’z, localizado no centro da metrópole paulistana, que trouxe ousadia e estilo, num cardápio que abrange muitos países africanos. Além do desconto de 25% em todos os pratos, de segunda a sexta, o restaurante promove saraus e outros eventos relacionados à poesia africana. Para obter o desconto, envie aqui seu nome.

Não esquecemos dos alimentos orgânicos e frescos entregues em sua casa, pela Quitandoca, que também oferece descontos nas assinaturas e cafés da manhã de domingo grátis, em sorteio, participando aqui. Ah! E o querido Armazém do Campo, que traz produtos provenientes das famílias produtoras nos assentamentos do MST; para obter desconto de 10% em toda a loja, inscreva-se nesta lista.

Saiba mais sobre outras contrapartidas especiais, aqui, na página de Parcerias Incomuns — financiando a mídia independente, é possível desfrutar de comidas espetaculares!
0

PREVIOUS POSTSPage 1 of 4NO NEW POSTS