4 respostas para “Igreja e Marxismo: os passos de um novo diálogo”

  1. Sou desde sempre um ser humano que procuro saber e participar na construção de uma sociedade humana, que a meu ver o comunismo e o cristianismo se interligam para que o futuro seja o que Jesus Cristo e os arautos do comunismo desejam que o futuro seja,naturalmente o mundo que,tanto cristãos,como comunistas desejam para a humanidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *