A Igreja dos “príncipes” contra Francisco -um vídeo espantoso

O vídeo que este post apresenta é, talvez, a mais condensada e simbólica representação da oposição conservadora ao Papa Francisco e seu projeto. A  cena aconteceu numa das basílicas do Santuário de Fátima, em  Portugal. O personagem é o cardeal estadunidense Raymond Burke, líder da oposição a Francisco.

São 14min15 impressionantes.

Mais da metade do tempo dedica-se a mostrar o cardeal sendo montado, em pleno altar –o vídeo começa quando a vestição de Burke já havia sido iniciada, o que leva a crer que a montagem completa talvez tenha se prolongado por  mais de 10 minutos.

O ambiente da cena oscila entre o surreal e o macabro, algo como um filme dos anos 1970/80 sobre a realeza decadente. O “príncipe” cercado por uma corte de homens de cenho cerrado, vestido com capas negras ou púrpuras, algo como um retrato em negativo da klu klux klan, sem os capuzes.

Aos 3min25 há uma cena difícil de acreditar que tenha acontecido depois de todos os escândalos de pedofilia e abuso de menores da Igreja: um menino leva ao cardeal seu barrete cardinalício, um chapéu que é um símbolo de caráter evidentemente fálico do poder dos hierarcas da Igreja. O menino ajoelha diante de Burke um sem-número de vezes e é orientado a beijar uma das pontas do barrete e da capa magna, um verdadeiro fetiche dos conservadores – é simbólico que um homem, adulto, fique todo o tempo conduzindo o menino no ritual de ajoelhar e beijar.

Este é o projeto de uma Igreja imperial que a oposição a Francisco tem a apresentar ao mundo. Chega a ser inacreditável que eles tenham ainda alguma expressão.

Que diferença com a simplicidade de Francisco e sua Igreja pobre com os pobres!

Uma descrição magistral desse projeto foi resumida em apenas um parágrafo por um dos maiores nomes da Igreja contemporânea, o dominicano francês Ives Congar, que sofreu por mais de 30 anos perseguições e punições de toda ordem pela Cúria romana e seus prepostos.

Foi escrita em 11 de outubro de 1962, em pleno Concílio Vaticano, do qual Congar foi talvez o principal protagonista, em confronto com os Burke da época, liderados pelo cardeal Ottaviani e pelo arcebispo Marcel Lefebvre –os dois, como os conservadores de hoje, repudiaram o concílio em menor ou maior grau.

Leia a descrição de Congar e constate como ela antecipou a cena de Burke em Fátima:

“Vejo o peso daquilo a que nunca se renunciou, do período em que a Igreja se comportava como um senhor feudal, quando detinha poder temporal,  quando o papa e os bispos eram lordes que tinham suas cortes, eram mecenas de artistas e pretendiam uma pompa igual à dos Césares. A isso a Igreja nunca repudiou em Roma. Deixar o período constantino para trás nunca fez parte de seu programa”[1]

[Mauro Lopes]

________________

[1] CONGAR, Ives. My Journal of the Council. 1ª ed. Adelaide: ATF Press, 2012. P. 124

 

138 respostas para “A Igreja dos “príncipes” contra Francisco -um vídeo espantoso”

    1. Assim como o Cardeal, Cristo foi vestido de púrpura, e de Rei, para ser escarnecido, zombando e maltratado até sua crucificação. Os xingamentos e escárnio deste blog só confirmam isso. Quanto mais se escarnece do Cardeal Burke, mais o aproximam da imagem do Divino Redentor.

      1. André, paz. Essa sua comparação entre o Cristo despido de tudo e o cardeal Burke com sua fantasia é realmente esclarecedora da posição conservadora! Paz e bem.

        1. Sábias palavras irmão André. Devo dizer que o mesma caridade que nos move a defender o cardeal Burke é a mesma caridade que nos faz dizer para os equivocados irmãos: não há grego, judeu, rico, pobre, homem ou mulher. Todos são um em Cristo. Viva Cristo! Viva a Santa Igreja, seu corpo místico!

        1. Parabéns Roselene. Eles não sabem o que fazem e dizem! Querem vender a bolsa de dinheiro (Judas) para dar aos pobres, mas na verdade não fazem nada aos pobres, querem roubar a sacralidade da nossa mãe, a Igreja Católica. Abs.

        2. Kkkkkkk….. Clóvis Bornay era mais autêntico!!! Vestindo Jesus? Desde quando nosso Amado Cristo Jesus se portou dessa maneira? Carnaval eclasiastico, isso sim!!! Que vergonha!!!

          1. Tem aquele momento que uma mulher pecadora que lava os pés se Jesus com suas lágrimas e derrama óleo em seus cabelos. Esta cena escandalizou também Judas iscariotes. Algumas pessoas têm uma concepção de igreja como sendo uma instituição. A igreja é o corpo místico de Cristo, a união entre ambos é a mesma do homem e de uma mulher no sacramento do matrimônio. Que faria o esposo se usa esposa fosse desrespeitada? O agressor seria seu amigo íntimo ainda?

        3. Jesus nasceu Rei em uma manjedoura sem pompa ou exibição de poder, isso nada tem a ver com Jesus que se fez humilde quer como homem ou na sua divindade, mas sim um exemplo de poder do homem para impor-se sobre o homem, antes de falar besteira conheça melhor o próprio Jesus, pois o mesmo disse aos seus discípulos que não tinha sequer lugar para recostar sua cabeça.
          Novamente isso que se vê é um showzinho barato de um desclassificado que se intitula Bispo da Igreja Católica Apostólica Romana.

    1. Fui católico e voltaria a ser para apoiar o papa Francisco
      Essa ostentação de pompa e circunstância é uma afronta aos ensinamentos de Cristo
      Embora tenha me tornado ateu não deixo de admirar São Francisco de Assis
      Sempre fico emocionado em ter o mesmo nome desse homem extraordinário , exemplo para toda humanidade.
      Pax et Bonus

  1. Extravagância ofensiva a tudo que o Cristo ensinou.
    Farisaísmo não só inútil, mas também prejudicial pela soberba que expõe.
    Bizarrice ridícula em todos as épocas da humanidade.

    1. Sem dúvida José Pinho. Comparando toda essa pompa com a simplicidade de Cristo, nota-se, de pronto, algo abissal . Se essa turma de pedófilo chegasse perto de Cristo para praticar esses “aconchegos” N’le, logo Cristo abriria o verbo e mandaria todos pros infernos.

  2. Kkkk… Uma vergonha. E parece que é um glutão, ñ consegue nem caminhar direito. E esses que ficam arrumando ele deviam tbm se envergonhar por fazer esse papel.

    1. Jesus Jairce, com toda certeza está bem distante de tudo isto. O mais absurdo é observar que há uma “penca de fiéis” a aturar tamanha sem safadeza, sem notar a “grande humildade” dessa malta. Porém não é para se admirar, uma vez que a “lavagem cerebral” vem, rotineiramente, sendo praticada há 2017 anos.

    2. Está entronizado no meio dos querubins, dirigindo a igreja pelo verdadeiro “vigário de Cristo” o paracleto, o Espírito Santo para dirigir a igreja e ele sim, nos orientar sobre os rumos da igreja, séculos agora, não esse bando de usurpadores com duas cabeças, conservadores e liberais. Esta é uma falsa igreja, apóstata e adoradora de Maria, que é a única que é louvada, nesta ocasião, como sempre é, pelas ” missas” católicas.

  3. Mateus 6:16-18

    Quando jejuarem, não o façam publicamente como os fingidos, que procuram parecer abatidos para despertar admiração. Verdadeiramente, essa é a única recompensa que receberão. Mas apresentem se o melhor possível, de tal modo que ninguém desconfie de que não ingeriram alimentos, sabendo ­o apenas o vosso Pai, que conhece todos os segredos. Ele vos recompensará.
    ———————————–
    O que Jesus fala sobre o jejum também vale para a pobreza. Não adianta o católico fazer voto de pobreza, morar em uma casinha humilde se usa tal situação para inflar seu ego e espalhar valores mundanos anti-cristãos. Chico Xavier, que era de origem católica ganhou muito dinheiro dinheiro com seus livros psicografados mas doou quase tudo para a caridade, levando uma vida humilde por toda a vida. Isso não faz dele mais cristão que o cardeal Burke já que ele usou suas energias para espalhar uma doutrina claramente anti-católica de forma muito mais efetiva que o próprio Allan Kardec.

  4. Este cardeal não representa minha Igreja
    As pessoas católicas precisam ter discernimento e seguir o exemplo correto que a Igreja de Cristo ensina

  5. Acredito que o escritor deste post tenha que fazer uma reflexão sobre sua sexualidade, pois ver caráter sexual no ritual, um “fetiche” entre coroinhas e beijo de anel seja um problema de quem vê, não do ritual em si.

    1. Carlos, paz! Obrigado por seu comentário. Bem, as centenas de milhares de casos de abusos de menores na igreja (centena de milhares!) parece que respondem a essa sua questão com clarividência, não é? Paz e bem!

      1. Com certeza totalmente desnecessário essa pompa toda. Com certeza o que Cristo pregou não foi isso. Sim, o Papa Francisco é contra essas partes exageradas do rito, inclusive, lembra isso bem quando disse ter muitos se colocando como Príncipes. Agora, concordo com o Carlos na parte que não vejo feitiche, mas sim pompa exagerada e vergonhosa nesse sentido. O fato de haver padres maus e pedófilos, não tem haver com o rito, mas sim o caráter mau de alguns seres humanos. Existindo isso em todas as esferas de poder e profissões. O que temos mais visto na mídia atual, é, inclusive, “blogueiros” , políticos e funcionários de diversos poderes usando disso para atrair meninas e meninos a pedofilia. Nem por isso vou interpretar tudo que saio vendo deles como feitiche, quando estiver claro que não é, apesar de vergonhosa essa pompa “imperial”.

      2. Bem pontuada, aliás, a cena do garoto. Afinal, se ele já estava cercado de homens preocupados em arruma-lo, irritantemente minuciosos com a pompa descabida, qual a simbologia do menino fazendo este ritual? Havia necessidade disto? Além do que, toda a cena denota servilidade e redundância exagerados. Nem a rainha da Inglaterra tem um ritual destes pra se vestir! Horrível.

  6. Este cardeal nos faz lembrar de uma Igreja que foi sepultada por Napoleão, a Igreja PODER, PODER, PODER, que foi até então a detentora de 70% de todo PIB da Europa, a Igreja que obrigou a Itália a se constituir como nação apenas em 1875, a Igreja do baixo e do alto clero. Afaste de nós este cálice. Quando penso que a Igreja está cada vez mais santa e menos pecadora, vem esta aberração…

    1. Guilherme, paz. Mas você sabe que creio que a santidade da Igreja aparece no momento em que ela encara abertamente essas aberrações? É um caminho duro, mas o único possível, poque o caminho do faz-de-conta não dá mais, não é? Paz e bem.

    2. Isto não é a igreja de Cristo. Esta é uma apóstata da verdadeira igreja, cujo único vigário de Cristo é o Espírito Santo, enviado por Jesus para ele sim, dirigir a igreja até a volta de Cristo.
      Basta ouvir o cântico a Maria, no início, para saber a quem eles servem.

  7. Projeto do papa Francisco? Que “projeto”? O de criar a Nova Igreja, a superigreja da nova ordem mundial? O projeto de mundanizar a Igreja? O único projeto que um papa tem q ter é o de ensinar e guardar o depósito da fé entregue pelo Nosso Senhor Jesus Cristo. Precisamos da Verdade e não de uma Igreja ONG, a ajuda social é uma questão secundária que a Igreja fez por caridade e amor a Deus.
    Esse texto foi escrito por um comunista ou por um católico?
    “Objetos fálicos”, insinuações sobre pedofilia misturados com profanações aleatorias sobre o passado da Santa Igreja esse é um expediente típico de textos de Leandro Karnais da vida. Não tem vergonha não?

    1. Jefferson, paz. Pois então, deixa eu lhe dizer. O Papa tem um projeto sim: propor à Igreja o retorno ao espírito das primeiras comunidades cristãs e ao caminho indicado pelo Vaticano II. Paz e bem.

      1. Como isso pode ser possível, eles viram as costa as normas de Deus e do Cristo.
        Nenhum projeto irá a diante.
        Essa Religião é Romana, adaptada ao Cristianismo, mais nunca deu certo, porque? Porque Deus tem na Terra hoje uma organização que leva seu nome as nações, e que declara seu Reino Cristo a todas as pessoas, e com certeza não é esta. Pode pesquisar.

  8. Gente, acordem! Rituais são rituais, ordenação de padre, bispo, cardeal, papa… São rituais e devem ser cumpridos. O que está acontecendo com nossa igreja não tem nada haver com rituais mas sim com tradição, heresias… Francisco tem mantido diálogo com todos os grupos separados da Igreja Católica, que não comungam de nossa fé, de nossos Sacramentos apenas do governo. Francisco não dialoga com nós Católicos, está tentando apagar o papado de São João Paulo II, enterrando papa Bento XVI vivo… Mas nós, Católicos tradicionais, que amamos Jesus na Eucarístia e nos demais Sacramentos, que professamos nossa fé crendo na Santíssima Trindade, Maria, Anjos e Santos… Vamos enfrentar esse período de trevas… A Igreja vencerá, Cristo vencerá e quem crer será salvo.
    Cardeal Burke está ali “in persona Christi” toda reverência para ele, mas a adoração é a Deus! Não se iludam…
    É questão de fé, teologia e tradição, coloquemos São João Paulo II, Papa Bento XVI e Francisco… Qual aqui não comunga com a Igreja de Cristo?
    Gente…. Abram os olhos!!!

    1. Tatiane, paz, obrigado por seu comentário. Não são rituais. O uso da tal capa magna é uma escolha pessoal de Burke. Que outros cardeais você já viu usando essa capa ridicula? Veja a simplicidade do Papa diante dessa ostentação toda. Abrir os ollhos é ver o que acontece na Igreja, como Jesus viu o que acontecei no Templo -não lhe parece? Paz e bem!

      1. Olá Mauro, os rituais acontecem e cabe a cada celebrante cumprir conforme se pede ou tirar o que se é facultativo. As celebrações com bispo por exemplo, deve-se além do arranjo Beneditino colocar-se a sétima vela no centro do altar, porém muitos bispos dispensam, então devemos avaliar como soberba quem a deixa… Como é importante ler as rubricas do missal e estudar…
        A capa foi um pretexto para esse “artigo/texto” que você postou sem fundamento litúrgico. Para se falar de liturgia deve – se primeiro ama-la e conhecê-la.
        Francisco tem por primazia a humildade, correto, mas de uma forma herege alicerçado a teologia da libertação. Qualquer um caro Mauro, Católico fiel, vê o rumo que tem se caminhado esse papado. Infelizmente, porque sofreremos juntos, mais uma vez querem crucificar Cristo para agradar a todos.
        É só uma capa… Mas olhamos num todo… É toda uma Igreja… A Igreja Católica, que Cristo pagou com seu sangue por amor a mim e a você…
        E quanto mais bela a liturgia, mas exaltado o Santo Sacrifício de Cristo!!!

        1. Misericórdia!!! E pensar que crianças morrem de fome, sofrem atrocidades de guerras, são enterradas vivas e quanto mais! E tem gente preocupada com saiotes, fantasias, rituais de ostentação, capa e espada! Será que saímos do tempo da inquisição? Oremos…. Cristo retorna!!!

          1. Nesta mesma cena da pecadora derranado oleo carissimo na cabeca de Jesus, Judas Iscariotes professou uma preocupação preferencial com os pobres. Rezamos pelo papa Francisco.

    2. Quando recordo que Cristo morreu para salvar a humanidade todo despido, pobre, não vejo nada parecido nesta ostentação. Quem é “deus” nestas “belezas”

  9. Perdoa-os Deus, não sabem o que façem..
    Dignos das nossas orações para que sejam perdoados.
    Nossa Senhora proteje sempre nosso Papa Francisco, guarda-o com o teu manto Sagrado.
    Ave Maria, Amém

  10. Um Cardeal que ama a Cristo e sua Igreja. A liturgia presidida por ele é sem dúvida um exemplo para todos os sacerdotes da Igreja. O Cardeal não faz por afronta, mas por obediência à Igreja. Todas as vestes e liturgias são previstas para ocasião. Deixe o Cardeal em paz.

    1. Magno, paz, obrigado por seu comentário. O Papa não “obedece a Igreja” quando desfila nessa Capa Magna. Se fosse assim todos os cardeais a usariam -o que não o fazem. É uma decisão dele. A tal capa não é prevista para a ocasião.Você nunca viu Francisco usar tais fantasias. Creio que o correto seria dizer aos que fustigam Francisco: “deixem o Papa em paz!”. Mas isso não acontecerá, não é? Paz e bem.

      1. Quem conhece a liturgia da igreja sabe que as vestes usadas belo cardea Burke são previstas para a ocasião. Elas têm seu contexto é significado místico. Se a maioria não a usa não quer dizer que estão certos. É preocupante e contraditório ver que um mundo inteiro aplaude um papa enquanto se afasta de Cristo. Quem afinal está chamando a atenção para si? Se as críticas e ofensas ao cardeal Burke são por seguir a Cristo e celebrar a liturgia, pode ter a certeza de que ele as recebem com grande alegria: essa é a vida do cristão nesta terra. O cardeal Burke é um grande exemplo; rezamos por ele, revemos por aqueles que estão na escuridão da.mentira. obs.: notei que o proprietário deste site é o mesmo da página do Facebook católicos, estou errado?

  11. Fiquei estarrecida ao ver esse vídeo!A que ponto chega a ambição,a sede de poder e a vaidade de um Cardeal que envergonha e preocupa a verdadeira I greja de Cristo.

    1. Agamedina, paz. Também fiquei pasmo quando vi o vídeo pela primeira vez e mesmo revendo para redigir o artigo ficava pensando, “como é possível uma coisa assim?”. Paz e bem!

    2. A verdadeira igreja de Cristo nem se abala com essas demonstrações de anti cristianismo. Nem o arsenal nem Francisco representam a igreja de Cristo, cujo verdadeiro vigário de Cristo é o Espírito Santo, que Jesus enviou para ficar conosco para sempre.

  12. Fico indignado de ver tanta ostentação, de uma posição falida e sem referencial que a sustente, apenas estes três cardeais opositores, que estão infectados com a semente satânica. Estão querendo voltar ao passado se virando contra o povo e na intenção de se verem novamente ostentados pelos nobres e famílias ricas de uma sociedade arcaica e podre que os financiavam a davam poder cívil e a igreja erradamente os conservava nas suas fileiras. Hoje respiramos a Igreja Renovada pós Concilium Vaticano II, e somos respeitados por nos unir ao Cristo verdadeiro, que escolheu seu povo de tribos escravas e gente que era briguenta, mas que apesar de todos os contratempos acreditavam num Deus justo e misericordioso. O papa Francisco é o remédio certo para a Igreja atual; sem pompa, pobre e que defende a igualdade de direitos entre os filhos de Deus.O pobre sempre erá seu favorito uma vez que sempre foi e continua sendo desprezado e desfavorecido na sociedade em todo continente. O papa Francisco veio para dar um basta na corrupção do Vaticano, para uma limpeza na Cúria Romana, cheia de vícios e ostentações que não mais podemos tolerar. Avante papa Francisco com sua reformas para uma Igreja com cheiro e cor do ressuscitado. Amém.

  13. Um formalismo que contradiz o próprio significado dos gestos e atos da cerimônia que na sua substância cultua o homem da mesma forma que se cultua a Deus, ou seja, reconhece no homem uma dignidade semelhante a de Deus. Esse culto ou reconhecimento é notado pelas reverências e genuflexões que se fazem ao Bispo, beijos, etc. Simbolizam o Amor e a Ternura reverencial que a liturgia convida a ter uns pelos outros. Há casos em que usa-se o incenso, cujo significado é ainda mais expressivo: primeiro incensa-se a Deus e as coisas santas, depois incensa-se o sacerdote e por fim as pessoas. Com a mesma reverência que se trata a Deus, trata-se as pessoas. As pessoas possuem uma dignidade tal que merece uma reverência semelhante a de Deus. Trata-se do amor que devem uns ter pelos outros, amor e respeito, misericórdia e ternura. Um formalismo que se recusa a tirar as conclusões lógicas dessas cerimônias que seriam o reconhecimento integral e mais entusiasmado do Pontificado de Francisco é no mínimo incoerente pra não dizer sacrílego. Seria celebrar a caridade sem a caridade, o que é um absurdo! Que Deus abra o coração dos tradicionalistas ao homem, pois a liturgia sempre foi não só teocêntrica, mas antropocêntrica também.

    1. Gerson paz. Obrigado por seu comentário. Se, como você diz, e eu concordo, deve-se reconhecer no homem a própria presença de Deus, porque é que deveria se fazer “reverências e genuflexões” apenas diante de alguns? Creio que sua posição fica clara quando denomina o Papa de “sacrílego”. Paz e bem!

      1. Deus nos livre de denominar “sacrílego” ao Santo Padre o Papa. Por favor apaga meu comentário se der a entender isso! Somos 100% Papa Francisco! O Pontificado de Francisco já se tornou, pela repetição constante e exaustiva da mesma doutrina, Infalível sem a necessidade do pronunciar-se Ex-Cátedra, segundo as condições dos teólogos. O que quisemos dizer é que é uma incoerência ter uma liturgia que cultua a humanidade com a mesma reverência que se dá a Deus e não aceitar o Papa Francisco, ou seja, não aceitar a Pastoral e Doutrina de Francisco, repito, segundo os teólogos, infalível não porque solenemente proclamada, mas porque constantemente ensinada, dado que a constância é um dos requisitos de infalibilidade também. É uma incoerência e contradição os tradicionalistas não aceitarem o Papa Francisco na sua totalidade, pois a liturgia deles ensina com solenidade cultual a mesma coisa que o Papa ensina. Sobre o por que se faz reverências e genuflexões para uma pessoa só, há que se entender a lógica e significados dos Ritos Tridentinos e igualmente os Orientais: nesta liturgia, o que se faz a um, se faz a todos, quando se abraça a um, como no rito da paz, se abraça a todos, não só todos os que estão ali dentro, mas abraça-se numa só pessoa que está ao lado a humanidade toda. A genuflexão que se faz ao sacerdote volta-se ao povo pelo rito do incenso. O acólito ali não só é um ministro do altar, mas um representante de todos os que estão ali, e de toda a humanidade: o que ele faz, significa que todos fazem. Quando ele se ajoelha diante do Bispo, é diante da humanidade que ele se ajoelha, significa que todos aceitam amar uns aos outros como Deus ama a todos: também o Bispo está de joelhos no gesto do acólito, e todos oferecem o sacrifício eucarístico na pessoa do sacerdote. Essa a mística dos gestos das cerimônias santíssimas dos Ritos Tridentinos e das Liturgias Orientais. Portanto, estamos 100 % com Francisco e concordamos com tudo o que ele ensina e faz, seja lá o que for, temos plena confiança nele.

  14. Nossa, é impressionante como se parece com Jesus de Nazaré!!! É o memíssimo estilo de Jesus com seus discípulos, andando pela Galiléia!!! Só faltou o jumento! Ou não? Pensando bem, acho que não faltou!

  15. Provavelmente o que eu escreva aqui não seja publicado, mas… vai assim mesmo. Primeira coisa: não existe Igreja de Francisco e Igreja de Burke. O que existe é a Igreja Católica Apostólica Romana.

    Segunda coisa: Creio que tenha lhe faltado apuração sobre o que escreve. Recentemente, no dia 30 de setembro, o Papa Francisco nomeou o Cardeal Burke para integrar o Supremo Tribunal da Assinatura Apostólica (que oposição é essa?).

    Eu não sei se realmente leu o CVII, se leu, sabe que as vestes litúrgicas utilizadas antes não estão proibidas passaram, apenas, a ser facultativas.

    Com um artigo desses e a afinidade que tem pela teologia da libertação, nos mostra o quão certo estava São João Paulo II em combatê-la! Veja: a veste usada pelo Cardeal Burke chama-se Capa Magna e está prevista na liturgia da Igreja (a gente sabe que para vocês teólogos da libertação, liturgia pouco importa) e justamente porque é soleníssima, justamente porque é de raro uso.

    Trata-se, também a Capa Magna, como qualquer outra veste ou paramento, de realçar a glória de Deus. Tudo vocês tem a capacidade de politizar.

    O fato dos sacerdotes usarem os paramentos não os fazem sem humildade ou ricos. O saudoso Arcebispo Dom François Gayot (do Haiti) usava a Capa Magna será que D. François esqueceu do seu povo, dos mais pobres do mundo? creio que não.

    O relativismo da TL parece ser uma doença incurável. Para TL, nada é, tudo simboliza. Grande pena. Não é preciso que o Cardeal Burke demonstre sua humildade, é visível. Assim como Bento XVI (que não se pode negar).

    Ainda assim, a humildade pessoal não é impeditivo para o zelo litúrgico: repare os monges cartuxos de São Bruno ou a Ordem de Cister extremamente pobres e humildes mas com zelo impecável pela Igreja.

    Dizia São João Maria Vianney, o Cura D’Ars: “O sacerdote deve estar tão constantemente envolvido no Espírito Santo como está na sua batina”.

    Tadeu Pinto – “Stat crux dum volvitur orbis”

    1. Tadeu, paz, obrigado por seu comentário. De fato, o Vaticano II tornou essas vestes luxuosas e ricas em optativas, Alguns, como o cardeal Burke, dizem sim a elas. Outros, como o Papa (assim com foi com dom Hélder Câmara, dom Paulo Evaristo Arns e tantos), dizem não. Escolhas! Paz e bem!

    1. Paz, Girombudo. Mas o Papa está lá em Roma para acabar com esse circo todo, não é? Se você acha que Francisco é comunista, então está tudo explicado. Paz e bem!

  16. No Brazil, esses montes de estercos vivem rodeados de políticos e juízes. Ostentam tanto “poder” que, realmente acreditam que são poderosos. Enquanto Cristo lavava os pés dos pobres e perdoava às Marias Madalenas da vida, a bendita Igreja Católica de hoje, ama o conforto , o luxo e a luxúria.
    Sem dúvida que a melhor Igreja está dentro de cada um. O que, realmente salva, não são as religiões, mas, sim, a religiosidade com obras e caridade.

  17. Vocês são um bando de idiotas. Não conhecem os ritos da própria igreja. São daqueles que querem uma igreja para os pobres e vivem como ricos, que querem libertação mas vivem a libertinagem sem considerar o juízo divino. Vão estudar cambada. Não critiquem o que não conhecem.

    1. Leafar, paz. Bem, você se apresenta já no início de seu texto. Referir-se a outros como “bando de idiotas” ilumina-o mais que aqueles a quem você considera denominar. Creio que voce deveria dirigir sua crítica (idiota, ignorante, falso) ao próprio Papa, pois ele denuncia diariamente esses “ritos” que você defende. Paz e bem!

  18. Jesus deixou uma Igreja fundada por Ele aos cuidados de Pedro que representa a parte humana onde Jesus é a cabeça e nós os membros e o Espírito Santo conduziria a Igreja, mas disse também que a Igreja seria perseguida e O Espirito Santo o guia para nos formar. Eu confio em Jesus e portanto nos seus sucessores nada e nem ninguém vai abalar a minha fé!

    1. Sueli, paz! Pois então, a fé não consiste exatamente em acreditar no Mestre mesmo em meio às dificuldades e desvios a seu projeto original para a humanidade? Jesus criticava asperamente os poderes religiosos de sua época e denunciava aqueles que transformavam o Templo em casa de ostentação e comércio. Creio que ele não esperava que seus seguidores fossem vaquinhas de presépio diante de pessoas que transformassem aquela que viria a ser a Igreja das primeiras comunidades num lugar de ostentação e comércio.

  19. O que muitos não entendem, ou melhor, recusam-se a entender, que a igreja tem seus ritos e hierarquia. Dentro disso, seguido por mais de 2000 anos, está o reconhecimento cardinalício e papal. O que mais me impressiona é ter pessoas que se aglomeram para tirar fotos com seus ídolos pagãos ( bandas de todos os segmentos, jogadores, celebridades, autoridades governamentais e políticas) e cumprem o protocolo que é imposto para chegarem perto dos seus ídolos ou autoridades. Nada argumentam e ainda defendem ferrenhamente a isso ou aquilo em que acreditam ser “correto”. Um exemplo é “tentar ” aproximar-se da rainha Elizabeth (existe um protocolo que tem que se cumprir na frente da rainha) de um presidente e de autoridades. Como não diante da igreja? Antigamente chamávamos pai é mãe de Sr e Sra. Mas diante de ritos e de autoridades da igreja isso é questionado. Outro exemplo, você entra em uma loja de sapatos renomada e após escolher o modelo o vendedor pede para vc sentar e ele se ajoelha na sua frente e coloca o sapato no seu pé. Num bom restaurante o garçom fica atento a mesa que está servindo, sempre tratando a todos por Sr e Sra e se algo sair errado com o atendimento ao cliente ele pode ser penalizado ou demitido. Mas na igreja isso é questionado. Em um mosteiro budista tem placas dizendo para fazer silêncio e retirar os sapatos para entrar. Mas na igreja se atende até celular. Sou capaz de apostar que aqui ninguém nunca peticionou algo para questionar a conduta do estado islâmico e dos mais radicais que utilizam crianças como escravas sexuais. Alguém sai às ruas para revindicar isso? A propósito, um dia acontecerá com todos nós, qdo você morrer ( ja me incluindo nisso) estaremos diante de Deus e também questionaremos os 10 mandamentos e a Deus por muitas coisas e diremos á Ele o que achamos certo ou errado? O que muitos não querem entendem é que isso vem de tradição antes mesmo de Cristo. Era seguido desde a igreja primitiva. O correto seria estudarmos a história e após muito estudo tentarmos mudar o que Deus mesmo disse para fazermos, está na Bíblia; a própria Maria, irmã de Marta, beijou os pés de Cristo. Pense nisso, na sua casa existe regras ou não. No seu trabalho existe regras ou não. Na igreja católica apostólica romana existem regras; ou não? Que Cristo abençoe a todos. Salve Maria Imaculada.

    1. Obrigado por seu comentário, José. Creio que ele próprio traz a resposta à questão, não lhe parece? Quando você compara um cardeal da Igreja fundada pelas primeiras comunidades de seguidores e seguidoras do Mestre a um pop star (um ídolo pagão, com você escreve) e à rainha Elizabeth é porque o projeto original deturpou-se e se deteriorou demais, não é? Basta olhar a diferença do comportamento do Papa com a deste cardeal e dos hierarcas conservadores em geral. O Papa não usa capas nem anel de ouro nem exige que as pessoas se ajoelhem diante dele. Entre a postura do Papa e a de Burke há dois projetos de Igreja. Paz e bem!

    2. Meu caro , nota-se, que não conheces nada da Bíblia e consequentemente o Deus e Senhor que é reverenciado nela.
      Te aconselho a ler diariamente a Bíblia pois está escrito, ” Conhecereis a verdade é ela vos libertará”.

    3. Correção, a igreja apostólica romana foi foi denominada Católica, em 325 EC
      Instituída por Constantino imperador romano, e estamos no ano 2017, Como você diz que ela tem 2000 anos? Faça as conta. Gente vamos estudar mais e mentir menos.

      1. Antes de Constantino a Igreja já existia e estava no trigésimo segundo papa. A Reforma Protestante aconteceu em 1500 ou seja, já havia se passado 15 séculos do cristianismo. Portanto, quer queira ou não, a Igreja Católica existe há mais de 2000 anos sim. Sugiro mais estudo e menos achismo!

  20. A Igreja sendo uma instituição centenária e mundial, tem em seus quadros, pessoas oriundas de várias matizes, penso que até aí, não há problema. O problema é as pessoas não percebem que a Igreja assim como muitas outras instituições é composta e domina por pessoas da classe alta, da elite. É esta elite que se baseia no espetáculo Hollywoodiano e distante da teologia da libertação.
    Não tenho participado desta doutrina exatamente porque não me representa.

  21. Meu Deus nosso pai tem piedade de nós guardai nosso santo Padre Papa Francisco e nós, livra nos desses monstros defendendei nosso santo Padre.

  22. Que Deus possa ter misericórdia, pois este cardeal Burke, sabe o que está fazendo e para quem ele trabalha, mas aquela procissão de seguidores creio que a maioria é leiga do que está por detrás de todo esse ritual que deixou parecer bastante satânico, notoriamente é o culto ao homem, jamais a Deus e ao Senhor JesusCristo, pelo contrário se encontram bem longe do verdadeiro Criador.
    É uma visão terrível, parece cena de filme de terror, algo como o exorcista.

  23. Em pleno século 21!!! Um espetáculo dantesco!!! Oremos para que o Papa Francisco tenha forças para transformar a igreja no que Cristo Jesus instruiu!!! Misericórdia Senhor!!!

    1. Márcio, paz. É mesmo inacreditável tal cena em pleno século 21. Que os católicos (e todas as gentes) possam cerrar fileiras ao redor de Francisco. Paz e bem!

  24. Pelo tom inflamado dos comentários, trata-se seguramente de gente de missa diária que sentiu indignada com o que viu. A começar pelo Mauro Lopes. Não, minto, o Mauro tem o cuidado de não se referir à missa, é a cena. As árvores conhecem-se pelos frutos. Esta malta destas missas está com os seminários cheios e a Igreja dos “mauros” iluminados que só põem os coutos numa igreja para ver se arranjam filmes e passarem a ser doutores iluminados da net, tem os seminários vazios. Porque será? Eu digo-lhe. O cardeal Burke e os restantes fiéis foram à missa por causa de Nosso Senhor Jesus Cristo, e os “mauros” vão à missa por causa do cardeal Burke. É essa a diferença. Tudo é bom se for para honrar Nosso Senhor, façam o mesmo e não se distraiam com as coisas deste mundo.

      1. É natural… Estou a tentar dizer-lhe para se focar em Nosso Senhor Jesus Cristo e se deixe de alimentar divisões dentro da Igreja. Sabe o que quer dizer diabo? É “aquele que divide”.

  25. Tanta gente sem conhecimento da verdadeira Igreja Católica Apostólica Romana, esse vídeo é um pedaço da missa no rito tridentino, que o Concílio Vaticano II não baniu. Vamos estudar e conhecer mais a Santa Igreja Católica antes de falar asneiras.

  26. Não fosse tamanha ignorância dos comentários contrários a algo que nem se quer compreendem, eu daria aqui uma aula de Liturgia…mas não vale a pena pq ,em resumo, nem conhecem a expressão “in persona Christ”. Não quero nem imaginar o que fariam, juntamente com judas, se também estivessem naquele momento em que a pecadora ungiu Jesus com perfumes caríssimos(OS QUAIS PODERIAM SER VENDIDIS PRA DAR AOS POBRES). Um bom dia a todos!

  27. Achei lindo o cerimonial!
    Aliás cerimonial que há séculos faz parte do cotidiano da Igreja e que encanta os fiéis.
    Críticas? Desde a época de Nosso Senhor Jesus Cristo as há, como quando vieram lavar seus pés e envolver os mesmos com bálsamo e perfumes.

  28. Simplesmente, um banco de ignorantes que são esquizofrênicos com aquilo que está fora mas por dentro, citando serem os verdadeiros cristãos, acreditam que são os mais íntegros e corretos na sua plenitude.
    O primeiro passo para aqueles que se dizem ser cristãos é obedecer os dois mandamentos, coisa que não foi vista nos comentários acima.
    Já que estamos numa época onde todos podem falam e dizem ser os corretos, vamos ver quem no final de tudo será convidado a estar na mesa dele.
    Ou através de uma busca de um populismo massivo, por meio de uma postagem como essa, deseja não apenas causar uma cisão, mas evidenciar uma simples coisa: própria opinião (que em nada tem a ver com o magistério)
    Paz e Concórdia!

  29. Esse blog é católico? Qual erro do cardeal ao usar as vestimentas que a Igreja sempre usou e diga-se de passagem não é proibido, apenas caiu em desuso. No texto como nos comentários vemos um rancor e ódio irracional há uma coisa que a Igreja sempre fez….e pelo que me consta a igreja que usava essas vestes não era pior que a temos agora de túnica e estola, em que o movimento evangélico engole o Brasil. Triste realidade em que o óbvio.

  30. Temos que saber como e qual é o Rito que está sendo celebrado. Não vi nada de ruim. Dentro da Igreja Católica temos várias ordens que tem seu rito e devem ser respeitados. Devemos respeito ao Papa sim. Obrigação de todo católico em nenhum momento vi falta de reipeito ou pedófilia. Os olhos e a boca falam do que esta cheio o coração.
    Paz e bem.

  31. esse padre é doente tem que passar por tratamento psiquiátrico o mundo que a verdadeira igreja de hoje prega e
    a simplicidade e a partilha amor verdadeiro pelos pobres partilha com todos que nessecitam

  32. Ahhahahaha…. Num mundo liberal e com um papa cheio de “amor” voces estão julgando bastante hein ahah.. Enfim eu vejo que a palavra amor, pobres, fraternidade e só quando isso nao irrita voces, irritou voces descem a lenha

  33. Deve ser pq ele rezou a missa no rito antigo, o que é permitido pela Igreja….. Todos os.que ali estão certamente sabiam.que o rito era esse. Ninguém é obrigado a aderir ao rito antigo,mas como cristãos somos pelo menos ter o respeito e a.aceitar aquilo.que não faz parte dos.rols das nossas ideologias…..

  34. Como disseram alguns, a Igreja é santa, pecadores somos nós os homens. Portanto, façamos como São Francisco de Assis, lutemos para que a Igreja caminhe de acordo com o que Jesus nos pede. Foquemos naquilo que é santo e catequizemos com a verdade. Infelizmente em todos os seguimentos da sociedade existem os que valorizam o material, temos que saber discernir o que é de Deus e o que é do mundo, até mesmo na Igreja. Porém, a Igreja tem que se unir para superar tais problemas e seguir em frente.

  35. Bom dia paz e Bem
    Ser coerente , isso significa muito no pontificado de Francisco a qual adotou o nome ao povorello de Assis , o que vemos e o que aconteceu a muitos anos a vamos ver cada vez com mais força pois a minoria tradicionalista liderada poe estes cardeais sao verdadeiramente a imgen da igreja dura , por outro lado a uma linha progressista onde querem fazer da igreja um partido ou sindicato onde vamos conseguir o equilibrio , nao podemos esquecer nossas tradiçoes nem a devemos jamais porem a igreja sendo o corpo mistico do Cristo se atualiza sempre pois Ele o mesmo ontem hoje e sempre

  36. O passado da igreja não pode ser visto e analisado apenas com as lentes do século xi e de forma simplesmente negativa, isso fere os princípios metodológicos de análise histórica e é intelectualmente desonesto. Ritual não é pompa,quem conhece um mínimo de português ou de qualquer outro idioma sabe disso,sem falar que as cerimônias presididas pelo Papa Francisco seguem todo um ritual, inclusive no se vestir.

  37. O rito tridentino não foi banido,foi substituído pelo atual, substituir não é banir. Vejam-se as atas do Vaticano II e os pronunciamentos da Igreja até hoje. É cômodo brincar de populismo eclesiastico,horizontalizando tudo. O que mais soa estranho é todo esse ódio a quem ousa pensar diferente, onde está a caridade,o espírito de acolhimento e não julgamento do papa pop?

  38. Assim já não sou eu quem vive, mas Cristo é quem em mim. E esta vida que vivo agora, eu a vivo pela fé no filho de Deus, que me
    amou e se entregou por mim.

  39. Assim já não sou eu quem vive, mas Cristo é quem vive em mim. E esta vida que vivo agora, eu a vivo pela fé no filho de Deus, que me
    amou e se entregou por mim.

    Evangelho que nunca vi na Igreja Católica.
    É o único que leva a salvação.

  40. Essas pessoas que estão contra o Papa Francisco não quer ver que nossa igreja mudou,hoje a igreja evangelisa ,trabalha com o lado humano,não é mais como esse cardeal que parece uma noiva de tanto tecido e ostentação, parece uma estátua não um pastor que prega que nos faz sentir a presença do Espírito Santo,graças a Deus isso passou não conseguirão nunca mais voltar a sermos aquela igreja arcaica cheia só de rituais de OSTENTAÇÃO.

  41. Seria belissímo se toda a igreja atual tivesse os mesmos habitos que se demonstraram nesse vídeo, mostrando a realeza dos príncipes da igreja, que são os cardeais, o cardeal citado agiu de forma correta, para que a verdadeira tradição da igreja não seja esquecida.

  42. Lendo os comentários logo se percebe que não entendem nada de liturgia mas no Brasil é assim no geral todos sabem de tudo sem nunca terem estudado o assunto .

  43. Não vejo nada de mais paramentação do Santo Cardeal só vejo maldades e calúnias nessa matéria. Quem é esse autor para falar de uma divisão que não existe, o Cardeal é um simples trabalhador da vinha do Senhor.

  44. Já falaram aqui, esse cardeal não me representa e muito menos representa o que é a Santa Igreja Católica. Quem assina a matéria é católico???!!! Tenho receio que não. Taí o grande erro do mundo. Muitos não são católicos e querem entender mais de catolicismo que os católicos e própria sã doutrina. Querem falar de liberdade de culto, mas condenam sem conhecerem. Outros falam de amor ao próximos e sua misericórdia passa longe. Apontam o dedo mas não tiram os ciscos dos olhos. Não descuto pessoas, descuto doutrinas; pessoas são falhas, seja o bispo, cardeal, pastor….
    Que Deus tenha misericórdia do povo e abençoe sua assembléia resumida – Qahall, Ecclesiae, eklesia, Seu povo reunido na Igreja.

    Na paz do Senhor e no amor de Maria (mãe do meu Senhor; Lc I,43).

  45. E se eu apenas olhar pra Jesus Cristo é segui-lo, na sua simplicidade, e recusa aos reinos deste mundo. E se eu quiser abrir meus ouvidos para ouvir mais suas palavras a respeito de João Batista, da sua austeridade e profetismo, quando disse: “O que vcs foram ver no deserto? Um caniço agitado pelo vento? Alguém vestidos com roupas finas? Mas quem veste roupas finas estão nos palácios! Então, o que foram ver?”.
    Estou errado em seguir e ouvir Jesus? Ele é o Caminho, ou não é para o cristianismo? Então, fim de papo! Essas parafernálias príncipescas também são importantes, por que não! Nos fazem rir! E rir, dizem , é o melhor remédio. Então, viva o circo e seus nobres palhaços! Obrigado por vcs existirem!

  46. Essa é a igreja dia-bólica, representante das classes dominantes e do poder centralizante. É a igreja desencarnada da realidade que constitui a vida dos pequenos, marginalizados e excluídos.
    É a igreja dos “príncipes” e não dos pobres, e foi para os pobres, sofredores, excluídos, doentes e marginalizados que veio Jesus.

  47. Infelizmente se preocupam mais com a Liturgia (não estou dizendo que a Liturgia não seja importante, ela é muito importante, tanto é que o Documento mais importante do Concílio Vaticano II é o da Sagrada Liturgia – Sacrosanctum Concilium) e menos com os pobres. Eu presenciei isso quando era Postulante da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos.

  48. Ao editor:

    Honro e respeito seu diploma de Teologia. É sempre muito válido utilizar a razão para nos aumentar a fé. Venho lhe pedir como Católica: nunca deixe de questionar. Procure sempre o porquê das coisas.
    Digo isto porque seu texto está sendo utilizado por outros meios de forma a propagar um discurso de ódio que não é saudável à nossa religião e nem à nossa fé. Aliás, não precisa ir em outros meios: basta olhar os comentários. A Igreja chora ao ver isso! Neste caso, um questionamento ou até mesmo erros cometidos por homens pecadores na Igreja estão potencializando a perda de fiéis da Igreja e pior: promovendo discurso de ódio à Igreja que é santa, porém seus membros são pecadores. Não potencialize os erros! Questione, busque a verdade… Mas cuide de nossa Igreja!!! É do seu zelo que a Igreja precisa!!!!

    1. Cara Rafaela, paz. Deixa eu lhe dizer uma coisa, com todo carinho e atenção. Há uma afirmação de Jesus em João (8, 32) que me parece central para o percurso da fé e da Igreja: “”E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Não precisamos temer a verdade. Na verdade, o que precisamos temer é o silêncio, o silêncio imposto. E ele tem sido a norma na Igreja que ainda respira o espírito anacrônico da cristandade não é? Há profunda divisão e ressentimento, mas eles ficam escondidos no armário. Veja a tragédia das centenas de milhares de casos de abusos de crianças. Foi correto fazer silêncio durante décadas enquanto as vítimas sofriam feridas que levaram muitas delas ao suicídio. Fazer silêncio foi “saudável à nossa religião e à nossa fé”? Sabe, Rafaela, precisamos cuidar de nossa casa comum -a Igreja. Se a realidade nos constrange, paciência. Se outro usam com outros fins, isso não é culpa dos outros, mas nossa. Fazer de conta que somos todos santos nunca nos ajudou a nada. Creio que vale a pena você reler (ou ler, se ainda não conhece) o histórico discurso do Papa Francisco à Cúria romana em 22 de dezembro de 2014, sobre as 15 doenças dos cardeais e seus assessores curiais. O que escrevi é nada perto do que o Papa falou. Leia, é o jeito cristão de olhar a Igreja: com a lente da verdade, não do “faz de conta”. Paz e bem! http://www.ihu.unisinos.br/169-noticias/noticias-2015/538719-discurso-do-papa-francisco-aos-cardeais-e-colaboradores-da-curia-romana

  49. “Homens” simplesmente”homens” com suas varinhas, vestes, ideologias e inconsciência disfarçada de sabedoria, devoção e religiosidade.
    Para mim nada mais nada menos que instinto subconsciente…

  50. Deus tenha piedade deste homem que pensa que O representa. Cristo foi nasceu pobre, foi pobre, cresceu e viveu entre os pobres, foi condenado como pobre por defender os pobres e foi crucificado entre os pobres e por eles. Então fica claro como e de que forma alguem o representa!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *