Quando cardeais prestam vassalagem aos poderosos e ricos e traem os pobres

Dom Odilo Pedro atrás de Temer no Alvorada. Foto: Beto Barata/PR

Dom Orani ao lado de Temer no Palácio da Alvorada. Foto: Beto Barata/PR

Bispos e cardeais em conversa animada com o presidente do golpe de Estado. Foto: Beto Barata/PR

O cardeal dom Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio, e o cardeal dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo, acompanhados de mais uma dúzia de integrantes da cúpula da Igreja no Brasil viajaram a Brasília na manhã desta segunda (10) para prestar vassalagem a Temer, aos golpistas e aos ricos do país.

Foram ao Palácio da Alvorada sob o pretexto de uma agenda sobre a Rede Vida, emissora de TV católica. Mas o que se viu foi uma cena que envergonha a Igreja de Francisco, a Igreja do Manso e Humilde.

Mas não há desculpa que dê jeito. As fotos são esclarecedoras. Dom Odilo andando atrás de Temer, dom Orani ao lado de Temer, os bispos e cardeais sentados confraternizando com o líder do golpe de Estado contra os pobres do país.

E ainda por cima no dia da votação da PEC 241, que congelou por 20 anos todos os gastos públicos, especialmente os da saúde e educação -o único gasto não congelado foi o pagamento dos juros aos ricos.

A declaração de dom Orani a O Globo é um acinte aos cristãos católicos da Igreja pobre com os pobres: “Ele (Michel Temer) expôs que está preocupado com o dia de hoje, com a votação de hoje. Ele tem necessidade de colocar o Brasil nos trilhos”. Se quiser, leia aqui a reportagem.

Que trilhos? Do que fala o cardeal? Dom Roberto Francisco Ferreira Paz, bispo de Campos e referencial nacional dos católicos para a Pastoral da Saúde escreveu um artigo sobre a PEC 241 sob o título “Uma PEC devastadora e brutal, a 241” (leia aqui). Mais uma vez: o que a PEC 241 tem a ver com “colocar o país nos trilhos”? São os trilhos dos que esmagam os pobres com sua locomotiva.

Um dia triste para os católicos.

Com a visita estes integrantes da hierarquia católica traem o melhor da tradição profética dos líderes da Igreja no país –de Pedro Casaldáliga a Evaristo Arns, de João Bosco Burnier a Santos Dias da Silva, de Dorothy Stang a Josimo Tavares. Traem o melhor da tradição profética bíblica, de Amós a Miqueias, de Isaías a Jeremias.

Veja as fotos deles em comparação com a de Pedro Casaldáliga, com Mal de Parkison em estado avançado, na Romaria dos Mártires da Caminhada, em julho deste ano, no lugar onde a Igreja deve estar: com os pobres e lascados. Compare com as fotos de dois outros profetas da Igreja, Paulo Evaristo Arns e Hélder Câmara.

Dom Pedro Casaldáliga (de cadeira de rodas) na Romaria dos Mártires da Caminhada, em julho de 2016.

Os profetas Hélder Câmara e Paulo Evaristo Arns.

Essa é a trajetória da Igreja. O seguimento ao Mestre nunca está no centro, nos salões, no olhar submisso para a hierarquia, e sim na periferia, nas margens.

Há membros da hierarquia, denunciados abertamente pelo Papa Francisco no histórico discurso de fim de ano à Cúria romana, que gostam dos palácios e da adulação aos poderosos. Causa-lhes repugnância a proximidade com os sofrimentos do povo. Eles elogiam o Papa de público, mas o apunhalam pelas costas. Leia o discurso de Francisco em 22 de dezembro de 2014 aqui.

Eles são como os cardeais os colombianos Alfonso López Trujillo (já falecido) e Darío Castrillón Hoyos (aposentado), que durante anos moveram campanha de difamação contra dom Oscar Romero, e atuaram para bloquear a beatificação do santo dos pobres das Américas –conforme o próprio Vaticano reconheceu recentemente.

Conheça o caminho do pequeno-grande santo das Américas, Oscar Romero, combatido e ridicularizado por “donos” da Igreja. Veja o filme sobre ele, é verdadeiro e tocante, clicando aqui. E veja também a trilogia sobre a trajetória de Pedro Casaldáliga, Descalço sobre a Terra Vermelha,clicando aqui.

Os profetas indicam o lugar da Igreja: pobre entre os pobres. Nunca em conversinhas amenas com os poderosos e os ricos que massacram o povo.

[por Mauro Lopes]

30 ideias sobre “Quando cardeais prestam vassalagem aos poderosos e ricos e traem os pobres

    • Eu vi a reportagem deste encontro e foi feito um comentário bem infeliz pela repórter da mesma emissora Rede Vida; fiquei perplexa, indignada! Fiz alguns comentários nos quais disse: é o povo simples, pobre que lota, luta e contribui com a nossa amada Igreja Católica, este mesmo povo, que é o Povo de Deus, que está sendo golpeado pelo governo Temer todos os dias… temos que ser profetas! Se nós não gritarmos, quem gritará por nós? Acho que foi um encontro infeliz, mesmo que as intenções justificassem.

      • Foi mesmo. Foi o encontro de uma ala da Igreja que prefere estar com os poderosos que com os que sofrem e são mantidos à margem, como o Lázaro da parábola. Preferem estar no banquete do rico.

      • É com profunda tristeza que li a notícia do encontro dos cardeais Dom Pedro e Dom Orani com o golpista Temer. Aliás se o asunto foi a rede vida, com certeza foi para vender apoio da emissora a reforma da previdência que tem veiculado comerciais do governo tentando enganar o os telespectadores de que a reforma e necessária sob pena de faltar recursos para pagar a futuras gerações. FIQUEI INDIGNADO AO ASSISTIR ESTA MENTIRA NA REDE VIDA QUE SE DIZ A EMISSORA DA FAMILIA.

    • Sou católica de formação, tenho uma fé inabalável em Deus, mas a mto deixei de acreditar nos homens que comandam a Igreja Católica com raras exceções, a chegada do Papa Francisco como um Pontifice com um olhar inverso ao que se tornou o reinado da maioria de padres, bispos, arcebispos etc. vi como um alento e a possibilidade de renovação da Igreja Católica, mas acho que me enganei ou nos enganamos todos. Qdo vi a reportagem mas principalmente qdo vi as imagens tive o mesmo desalento que você. Tenho dito que estamos sós, não podemos esperar nada de nenhuma de nossas instituições, ou sejamos o povo pelo povo, ou seguramente voltaremos a era do descobrimento, quiçá isso não seja melhor que continuarmos a sermos dirigidos como gados a espera da hora do corte.

      • Sonia, Glaura, sempre foi assim. Os falsos profetas sempre estiveram presentes. Olhem o que escreveu Ezequiel sobre ele, no capítulo 13 de seu livro: “A palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos:
        filho do homem, profetiza contra os profetas israelitas que (pretendem) profetizar, dize àqueles que profetizam de sua própria cabeça: escutai a palavra do Senhor: eis o que diz o Senhor Javé: ai dos profetas insensatos que seguem sua própria inspiração sem terem tido (realmente) visão alguma.
        Assim como chacais nos esconderijos, tais são os teus profetas, ó Israel.
        Não subistes por sobre as brechas para refazer um muro à casa de Israel, a fim de poder estar seguro no combate no dia do Senhor.
        Vêem só visões disparatadas, só fazem predições enganosas, eles que dizem: oráculo do Senhor! quando o Senhor não os enviou; e, todavia, esperam a realização de sua palavra.
        Não é verdade que não tendes senão visões ineptas e não fazeis senão predições enganadoras, quando dizeis: oráculo do Senhor, quando eu não falei coisa alguma?
        E, por isso, eis o que diz o Senhor Javé: porque proferis oráculos enganadores e tendes visões mentirosas, eu vou castigar-vos – oráculo do Senhor Javé.
        Estenderei minha mão contra esses profetas de visões ineptas e de oráculos enganadores. Não farão mais parte do conselho do meu povo, não serão inscritos no número da casa de Israel e não regressarão à terra de Israel. E saberão assim que sou eu o Senhor Javé.
        Porquanto abusam do meu povo, dizendo: Tudo vai bem, quando tudo vai mal. Quando o meu povo constrói um muro, ei-los a cobrirem-no de gesso.
        Dize pois àqueles que põem esse gesso: este muro vai cair. Vai haver um aguaceiro, vai cair saraiva grossa, vai desencadear-se uma tempestade; e o muro vai rachar. Então, se vos dirá: onde está o reboco de gesso que amassastes?
        Pois bem! Eis o que diz o Senhor Javé: em minha indignação, desencadearei um furacão, em minha cólera, vou mandar uma tempestade, em meu furor de destruição, farei cair granizo.
        Abaterei assim o muro que emboçastes, pô-lo-ei abaixo, desnudá-lo-ei até as suas fundações. Ele desmoronará e perecereis no meio dos (escombros). Sabereis assim que sou o Senhor.
        Quando houver saciado o meu furor contra o muro e contra aqueles que o tiverem rebocado de gesso, direi: nada de muro! Desapareceram aqueles que o rebocaram, esses profetas israelitas que profetizavam sobre Jerusalém e tinham para ela visões de bem-estar quando tudo ia mal! – oráculo do Senhor Javé.
        Tu, filho do homem, volta-te agora para as filhas do teu povo que profetizam de sua própria cabeça, e pronuncia contra elas o oráculo seguinte: eis o que diz o Senhor Javé: ai daquelas que cosem faixas para todos os punhos, que confeccionam véus para as cabeças de todos os tamanhos, com o fito de fazerem caça às almas. Como?! Capturais as almas do meu povo, enquanto vós conservais em vida vossas próprias almas!
        Vós me aviltais perante o meu povo por alguns punhados de cevada e uns pedaços de pão, fazendo perecer vidas que não deveriam morrer, e dando vida a quem não deveria viver. Assim, enganais o meu povo, que não quer senão ouvir fábulas.
        Eis por que diz o Senhor: vou contra as ligaduras de que vos servis para dar caça às almas: eu as arrancarei de vossos braços e darei vôo às almas que, como pássaros, apanhastes na armadilha.
        Rasgarei do mesmo modo os vossos véus e livrarei o meu povo de vossas mãos, a fim de que deixem de ser presa em vossas mãos. E sabereis assim que eu sou o Senhor.
        Porque vós abateis a coragem do justo com vossas mentiras, enquanto eu não o abato, porque encorajais o ímpio a não renunciar ao seu caminho perverso para não reencontrar a vida, já não tereis essas visões tolas e não mais proferireis oráculos. Libertarei o meu povo de vossas mãos, e sabereis que eu sou o Senhor.”
        Precisamos ser realistas e entender que é assim, e que a Igreja do Mestre não está nas mãos deles, mas na oração do pobre.

    • Estes dois cardeais remetem à igreja ao passado em que ela só serviu para massacrar os pobres e defender os interesses da nobreza. Será que eles não perceberam que o mundo está mudando. O comportamento destes dois me causa nojo e me sinto até envergonhado de ser católico.

      • Oi, Carlos, por vezes tenho o mesmo sentimento que você. Mas aí sempre me lembro de um fantástico padre, Henri Nouwen (você conhece, leu algum dos livros dele?). Ele dizia que se queremos encontrar a Igreja de Cristo devemos ir para as margens da Igreja, e não procurar o centro (o poder eclesial). Um abraço!

    • Amei o texto!
      Infelizmente a Igreja de Cristo está cheia detraidores. São verdadeiros Judas dos tempos atuais, que beijam Jesus pela frente, mas por trás já haviam recebido suas moedas de prata para traí-lo.

  1. Sou católica e senti e proclamei exatamente o que você escreveu. Vergonha, desencanto, desilusão e tristeza . Cheguei a questionar qual era o evangelho que eles seguem que difere muito do meu. Desrespeito a didática do pastor atual da igreja Papa Francisco , a quem respeito com todo amor e carinho
    Parabéns pelo texto .

  2. Sou católica, e essas atitudes só me causam decepção e desencanto. Esses Cardeais deveriam ter vergonha na cara e tirar a batina. Pois não são dignos dela. São uns hipócritas!

  3. Esses cardeais não mudaram de lado, spre estiveram ao lado dos poderosos, portanto o cheiro fétido de enxofre ja lhes impreguina a batina. Pode deixar que o Francisco , o BentoXVI sabe e até o Espirito Santo sabem

    • É terrível, uma traição à fé das pessoas. Mas, ao mesmo tempo, a oportunidade de as pessoas abandonarem crenças infantis nas instituições.

    • Obrigado pelo comentário, Marcela. É difícil mesmo a Igreja de Cristo e do papa Francisco ter em sua cúpula pastores como aqueles denunciados pelo profeta Ezequiel no capítulo 13: “A palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos:
      filho do homem, profetiza contra os profetas israelitas que (pretendem) profetizar, dize àqueles que profetizam de sua própria cabeça: escutai a palavra do Senhor: eis o que diz o Senhor Javé: ai dos profetas insensatos que seguem sua própria inspiração sem terem tido (realmente) visão alguma.
      Assim como chacais nos esconderijos, tais são os teus profetas, ó Israel.
      Não subistes por sobre as brechas para refazer um muro à casa de Israel, a fim de poder estar seguro no combate no dia do Senhor.
      Vêem só visões disparatadas, só fazem predições enganosas, eles que dizem: oráculo do Senhor! quando o Senhor não os enviou; e, todavia, esperam a realização de sua palavra.
      Não é verdade que não tendes senão visões ineptas e não fazeis senão predições enganadoras, quando dizeis: oráculo do Senhor, quando eu não falei coisa alguma?
      E, por isso, eis o que diz o Senhor Javé: porque proferis oráculos enganadores e tendes visões mentirosas, eu vou castigar-vos – oráculo do Senhor Javé.
      Estenderei minha mão contra esses profetas de visões ineptas e de oráculos enganadores. Não farão mais parte do conselho do meu povo, não serão inscritos no número da casa de Israel e não regressarão à terra de Israel. E saberão assim que sou eu o Senhor Javé.
      Porquanto abusam do meu povo, dizendo: Tudo vai bem, quando tudo vai mal. Quando o meu povo constrói um muro, ei-los a cobrirem-no de gesso.
      Dize pois àqueles que põem esse gesso: este muro vai cair. Vai haver um aguaceiro, vai cair saraiva grossa, vai desencadear-se uma tempestade; e o muro vai rachar. Então, se vos dirá: onde está o reboco de gesso que amassastes?
      Pois bem! Eis o que diz o Senhor Javé: em minha indignação, desencadearei um furacão, em minha cólera, vou mandar uma tempestade, em meu furor de destruição, farei cair granizo.
      Abaterei assim o muro que emboçastes, pô-lo-ei abaixo, desnudá-lo-ei até as suas fundações. Ele desmoronará e perecereis no meio dos (escombros). Sabereis assim que sou o Senhor.
      Quando houver saciado o meu furor contra o muro e contra aqueles que o tiverem rebocado de gesso, direi: nada de muro! Desapareceram aqueles que o rebocaram, esses profetas israelitas que profetizavam sobre Jerusalém e tinham para ela visões de bem-estar quando tudo ia mal! – oráculo do Senhor Javé.
      Tu, filho do homem, volta-te agora para as filhas do teu povo que profetizam de sua própria cabeça, e pronuncia contra elas o oráculo seguinte: eis o que diz o Senhor Javé: ai daquelas que cosem faixas para todos os punhos, que confeccionam véus para as cabeças de todos os tamanhos, com o fito de fazerem caça às almas. Como?! Capturais as almas do meu povo, enquanto vós conservais em vida vossas próprias almas!
      Vós me aviltais perante o meu povo por alguns punhados de cevada e uns pedaços de pão, fazendo perecer vidas que não deveriam morrer, e dando vida a quem não deveria viver. Assim, enganais o meu povo, que não quer senão ouvir fábulas.
      Eis por que diz o Senhor: vou contra as ligaduras de que vos servis para dar caça às almas: eu as arrancarei de vossos braços e darei vôo às almas que, como pássaros, apanhastes na armadilha.
      Rasgarei do mesmo modo os vossos véus e livrarei o meu povo de vossas mãos, a fim de que deixem de ser presa em vossas mãos. E sabereis assim que eu sou o Senhor.
      Porque vós abateis a coragem do justo com vossas mentiras, enquanto eu não o abato, porque encorajais o ímpio a não renunciar ao seu caminho perverso para não reencontrar a vida, já não tereis essas visões tolas e não mais proferireis oráculos. Libertarei o meu povo de vossas mãos, e sabereis que eu sou o Senhor.”

  4. Muito triste! Lamentável que líderes importantes da nossa Igreja tomem cafezinho com quem só pensa no próprio bolso e no poder, excluindo da saúde e da educação os pobres, os que dependem do SUS para sobreviver, os que dependem do ensino público e, na maioria das vezes, nem de um transporte digno podem usufruir.

    • Uma tristeza, não é? Dá pra imaginar Cristo tomando cafezinho com Pilatos? Dom Paulo, dom Pedro Casaldáliga e tantos outros deram um exemplo muito diferente!

  5. Será que algum dia estes dois cardeais picaretas adoecerem terão que buscar assistência no SUS? Com certeza serão atendidos com a ajuda dos poderosos a quem prestam vassalagem.

  6. Pingback: Policia Militar invade igreja no Rio e usa-a como base para atacar manifestantes | Caminho pra Casa

  7. Pingback: Papa Francisco enfrenta ‘guerra civil’ na igreja católica | Calle 2

  8. eu também vi a reportagem sobre os dois arcebispos vassalos dos ricos e poderosos,como dois cachorrinhos que seguem o dono de perto,abanando o rabinho para ver se ganha algum presente,é muito lamentavel,eu já estava com uma certa desconfiança, porque era que os nossos arcebispos não se manifestavam a favor dos injustiçados que é justamente o povo pobre,quando os ricos e poderosos baixavam decretos que injustiçavam os menos favorecidos, se é também o povo mais humilde que sustenta a igreja,dá um certo nojo até de olhar para eles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *