“Sem Clima” tem sete exibições em Brasília, Florianópolis, Foz do Iguaçu e São Paulo

In Bancada Ruralista, De Olho na Política, De Olho no Ambiente, Em destaque, Mudanças Climáticas, Principal, Últimas

Semana do Meio Ambiente contará com debates na UnB, na Unila, na PUC, no Instituto Arco-Íris e na USP; Rede de Exibidores já realizou eventos em 11 cidades

O documentário “Sem Clima – uma República controlada pelo agronegócio”, lançado no fim de março pelo De Olho nos Ruralistas, tem uma semana com várias exibições pelo Brasil, consolidando uma sequência iniciada em abril. Em cinco casos elas serão feitas em universidades: USP, PUC, UnB e Unila. Além das universidades em Florianópolis a exibição será no Instituto Arco-Íris, centro cultural de Direitos Humanos. O filme já foi debatido em fóruns culturais e políticos, em mais de dez cidades, e em um cursinho popular, em São Paulo.

Em São Paulo a primeira exibição será na terça-feira (06/06), durante o III Salão do Livro Político, que ocorrerá durante a semana na Pontifícia Universidade Católica (PUC/SP), em Perdizes, na zona oeste. A sessão será às 15  horas, no auditório do mezanino e será seguida de debate com um dos diretores do filme, Fabrício Lima.

A segunda sessão também será na terça-feira, as 18h30, em parceria com o Projeto Cinegri – Cinema, Geopolítica e Relações Internacionais, uma iniciativa de cultura e extensão universitária conduzida pelo Nupri-USP. Será na sala 08 da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH-USP) da Universidade de São Paulo, prédio de Ciências Sociais. Na sequência haverá debate com o outro diretor do filme, Alceu Luís Castilho, editor do De Olho nos Ruralistas.

Ainda em São Paulo, na quinta-feira, às 19h30 o documentário será exibido no Instituto de Geociências da USP, durante a III Semana de Meio Ambiente do curso de Licenciatura em Geociências e Educação Ambiental (Ligea), a Semageo. Castilho será o debatedor. A Semageo tem atividades entre os dias 5 e 9, de exibições de filmes a palestras. Na sexta-feira, por exemplo, o tema será “O mundo em tempos de Trump, Macri e Temer”.

DIREITOS HUMANOS E MEIO AMBIENTE

Em Florianópolis a sessão ocorrerá na terça-feira, dia 06, às 19h00, na sede do Instituto Arco-Íris, centro cultural de Direitos Humanos que trabalha com população carcerária, profissionais do sexo e população de rua. Após a exibição haverá debate com Juliana Luiz, Mexiana Zabott Adriano, Thomas Enlazador e vereador Marquito (PSOL), este último o organizador do evento.

No Distrito Federal as exibições ocorrerão segunda-feira, dia 05, às 12h30 e 17h30, no auditório do Instituto de Geociências, na Universidade de Brasília (UnB). A atividade é organizada pelo Comitê Estudantil pelo Meio Ambiente da UnB (Cema-UnB). Os debatedores serão Nina Paula Laranjeira, professora da UnB que pesquisa a Chapada dos Veadeiros, Bruno Bassi, pesquisador do De Olho nos Ruralistas, Lidiane Amorim, retireira do Araguaia e estudante do Mestrado em Sustentabilidade Junto a Povos e Terras Tradicionais da UnB, e Edel Moraes, extrativista da Ilha de Marajó, primeira mulher a presidir o Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS).

Em Foz do Iguaçu (PR) a exibição do documentário Sem Clima é uma das atividades pedagógicas da Semana Mundial do Meio Ambiente na Universidade da Integração Latino Americana (Unila). Será na quarta-feira, às 19 horas, na sala 203, Jardim Universitário, em parceria com o Coletivo Educador Foz. Após a exibição, haverá um diálogo sobre educomunicação com o jornalista André Takahashi, do De Olho Nos Ruralistas , facilitado pela educadora ambiental Jessica Marques.

MAIS DE DEZ EXIBIÇÕES

Debate após exibição em Curitiba: Marcus Paiva, Naiara Bittencourt e André Takahashi.

O documentário Sem Clima já teve 11 exibições, realizadas em 7 municípios de 6 Unidades da Federação. Mais de 400 pessoas participaram dos debates. De Olho nos Ruralistas estimula a consolidação de uma rede de exibidores independentes que possa divulgar esse e outros documentários relacionados ao universo ruralista. Para organizar uma exibição no seu espaço cadastre-se aqui na Rede de Exibidores do Sem Clima.

O filme trata das conexões entre a bancada ruralista e as mudanças climáticas. A partir da seguinte pergunta: com esses políticos o Brasil cumprirá os acordos relacionados ao clima?

Um dos deputados ruralistas ouvidos, Luis Carlos Heinze (PP-RS), evoca o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para referendar seu ceticismo climático. O líder americano acaba de retirar seu país do Acordo de Paris.

You may also read!

Executivo da JBS nos EUA recebe 450 vezes mais que os trabalhadores

Funcionários da Pilgrim's não têm tempo de ir ao banheiro; empresa de frango controlada pelo grupo é uma das

Read More...
Vidal Helgeser e Sarney Filho Crédito: José Cruz/ Agência Brasil

Ministro diz que “apenas Deus” pode garantir queda no desmatamento

Manobra para aprovar medida contra reservas ambientais é revelada, em meio a cortes de incentivos pela Noruega; Sarney Filho culpa

Read More...

Prefeitura de Campo Grande demite únicas tradutoras indígenas na Casa da Mulher

MS aparece no 5º lugar em violência doméstica contra mulheres e tem 2ª maior população indígena; demitidas faziam tradução

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu