Europa: ONGs coletam 1 milhão de assinaturas contra glifosato

In Agrotóxicos, De Olho na Comida, Em destaque, Principal, Últimas

Quarenta organizações se reuniram ontem em cidades europeias para lançar, em 15 países, campanha pela proibição do agrotóxico

Madri, Roma, Paris, Berlim e Bruxelas lançaram, na manhã desta quarta-feira (08/02), manifestações pela proibição do agrotóxico glifosato, o mais utilizado na Europa – e no Brasil. Dezenas de organizações começam a reunir 1 milhão de assinaturas para que a Comunidade Europeia possa ouvir a demanda e dar a elas uma resposta formal.

Em Madri, segundo a ONG Amigos de la Tierra, os ativistas disfarçaram-se de tomate, milho, berinjela e insetos e foram atacados pelo glifosato. Eles também pedem mudança no processo de aprovação de pesticidas e o estabelecimento de metas para  redução do uso dos venenos na União Europeia.

“Precisamos mudar o modelo de nossa agricultura e alimentação”, afirmou Bianca Ruibal, responsável pelo setor na Amigos de la Tierra. A organização lembra que, em 2015, a Organização Mundial da Saúde classificou o glifosato como “provável causador de câncer em humanos”.

glifosato-italia
Ao fundo, o Coliseu, em Roma (Foto: Greenpeace)

A Iniciativa Cidadã Europeia reúne diversas outras organizações. Uma das mais conhecidas delas é o Greenpeace. “Este ano finalmente temos a oportunidade de tirar o glifosato de nossos campos e de nossos pratos”, afirmou em seu site o Greenpeace italiano. A ONG destacou também a contaminação de águas pelo agrotóxico.

As organizações têm um ano para recolher as assinaturas, em pelo menos sete países da União Europeia. Mas a mobilização ocorre em 15 países.

You may also read!

Com 10 executados no PA, Brasil tem 25 mortos em chacinas no campo em 40 dias

Das últimas quatro matanças, duas aconteceram no Pará; estado é o antigo líder nos assassinatos rurais; ano de 2017

Read More...

Massacre de Pau D’Arco: Liga dos Camponeses diz que fazenda fica em terra pública

Dez pessoas foram assassinadas no Pará, mesmo número do Massacre de Corumbiara, em 1995; Fetraf diz que não compactua

Read More...

Impactos sociais e ambientais são face esquecida da JBS

Empresa já foi acusada de trabalho escravo e é reincidente em desmatamento; vídeo conta de outro jeito a história

Read More...

5 commentsOn Europa: ONGs coletam 1 milhão de assinaturas contra glifosato

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu