Teatro Oficina propõe encontros Seminais

161213-oficina

Começam, em São Paulo, seminários da Universidade Antropófaga. Abertos ao público, apresentam e debatem linguagem desenvolvida em cada área de atuação do grupo

Estão sendoo realizados no Teatro Oficina os encontros rituais “Seminais”, oito seminários abertos ao público para transmissão e troca de conhecimentos dos saberes da arte teat(r)al inspirada pela Antropofagia: direção de cena; audiovisual; iluminação; arquitetura e urbanismo cênico; comunicação antropófaga y mídia tática, atuação; desenho e engenharia de som e sonoplastia; música. Os seminários, já realizados nos dias 7 e 8, e ainda nos dias 13, 14 e 15 de dezembro, são resultado do trabalhos e pesquisas da 3ª Dentição da universidade Antropófaga, vinculados ao pragmatismo poético da preparação, montagem e dramaturgia de Bacantes, espetáculo que segue em cartaz no Teat(r)o Oficina.

A 3ª Dentição da Universidade Antropófaga tem o objetivo de refinar técnicas de atuação, dança, canto, artes visuais, vídeo, figurino, direção, arquitetura e urbanismo cênico, política, comunicação e filosofia com a antropofagia, como uma das linhas condutoras de pensamento e sua atuação concreta nas catástrofes do antropoceno. O projeto da Companhia Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona em 2016, em parceria com a Petrobras, é a manutenção de sua sede e do núcleo transdisciplinar que atua neste espaço, num trabalho entre arquitetura e atuação.

Ao contrário das duas primeiras dentições da Universidade (2011 e 2015), em que a companhia realizou chamada pública para formação das turmas, a 3ª Dentição é composta pelo núcleo da companhia. A linha de trabalho e pesquisa é o aprimoramento da prática de transmissão de conhecimento, como uma espécie de mestrado, na qual os artistas, além de desenvolverem a linguagem estética da companhia, desenvolvem a capacidade de transmissão desse conhecimento.

Bacantes (Bakxai) é a última tragédia escrita por Eurípedes, que reconstitui as celebrações dos ritos da origem do teatro, em 25 cantos e cinco episódios. A peça é a grande diretora da linguagem desenvolvida pela companhia: tragykomédyOrgyas, óperas de carnaval elektrocandomblaicas.

O Teat(r)o Oficina, desde a década de 80, trabalha na construção e lapidação desse espetáculo, que é matriz de suas criações e incorpora em sua estrutura poética peças que serão encenadas a partir da década de 90. A dramaturgia, tradução na língua brazyleira, materializou-se na construção do terceiro Teatro Oficina, de Lina Bo Bardi e Edson Elito, com projeto arquitetônico inspirado diretamente nas necessidades dos elementos da arquitetura cênica de Bacantes: terreira eletrônica, extratoporto, chão de cimento com tira de terra crua, céu aberto em teto móvel para comunicação com os urânidas, jardim túmulo de Semele, fogo, fonte de Dirce – cachoeira.

TEXTO-MEIO

PROGRAMAÇÃO

Os oito seminários serão as atividades da 3ª Dentição abertas ao público, e terão sempre uma prática ligada à cada tema seguida de um encontro entre membros da companhia e convidados. Já foram realizados os encontros sobre Direção de Cena, Audiovisual e Iluminação.

13/12 – 19h às 23h – ARQUITETURA E URBANISMO CÊNICO
Carila Matzenbacher, Marília Gallmeister, Clarissa Moraes + Márcio Mauá Chaves Ferreira

14/12 – 14h às 18h – COMUNICAÇÃO ANTROPÓFAGA Y MÍDIA TÁTICA
Brenda Amaral, Cafira Zoé, Camila Mota, Igor Marotti + Ana Maria Maia, Patrícia Cornills e Antonio Martins

14/12 – 19h às 23h – ATUAÇÃO
Joana Medeiros, Marcelo Drummond, Ricardo Bittencourt, Sylvia Prado, Tyazo Uzyna Uzona + Pascoal da Conceição

15/12 – 14h às 18h – DESENHO E ENGENHARIA DE SOM E SONOPLASTIA
Felipe Gatti, Raiza Sorrini

15/12 – 19h às 23h – MÚSICA
Gui Calzavara, Rafael Montorfano Chicão, Zé Celso + Zé Miguel Wisnik

Local: Teat(r)o Oficina
Rua Jaceguai, 520, Bixiga, São Paulo, SP.
Duração de cada seminário: 4h (inclui atividade prática)

Indicação etária: 14 anos
Capacidade: 300 lugares
Gratuito (distribuições de senha e inscrições 1h antes de cada seminário. Serão priorizadas as pessoas que tenham o desejo de participar de todos os encontros).

Transmissão ao vivo: https://www.youtube.com/user/uzonauzyna

SEJA CO-PRODUTOR DO TEAT(R)O OFICINA:

http://teatroficina.org/

TEXTO-FIM
The following two tabs change content below.

Inês Castilho

Jornalista, integra o corpo editorial de Outras Palavras. Foi editora do jornal Mulherio, realizadora dos filmes de curta-metragem Mulheres da Boca e Histerias e cofundadora do Nós Mulheres, primeiro jornal feminista de São Paulo.