Como apoiar Outras Palavras

171021-OutrasPalavras

Em crise, o Brasil precisa como nunca de um jornalismo alternativo de profundidade. Veja como somar-se a nosso esforço – e receber contrapartidas não-mercantis

Por Antonio Martins

Foram 145 novas participações, até agora. O esforço de Outras Palavras para manter e ampliar seu projeto editorial em 2018 gerou os primeiros frutos. Cerca de 15 mil leitores acessam e compartilham, a cada dia, nossos textos e vídeos sobre um mundo e um país em chamas – e sobre como continuar lutando pra transformá-los, em tempos difíceis. Destes, 823 – uma pequena parte, ainda – participam de nosso programa de financiamento autônomo.

Os resultados são evidentes. No último ano, Outras Palavras passou a produzir, ao lado de ensaios que analisam as mutações de nossas sociedades, vídeos de intervenção direta sobre a realidade brasileira. Neles, debatemos a necessidade de submeter a referendos populares a agenda de retrocessos do governo Temer. Mostramos como o MBL e outras organizações da “nova direita”, escondem suas visões de país (rechaçadas pela maioria) e se refugiam por trás de uma agenda de falso moralismo. Expusemos a falsidade da “agenda patriótica” de Jair Bolsonaro, um candidato que busca avidamente apoio (e dinheiro) da aristocracia financeira.

TEXTO-MEIO

Por sua independência, Outras Palavras resiste e busca avançar, num cenário áspero. A mobilização dos leitores, que contribuem com valores relativamente módicos (a partir de R$ 15 mensais), perfaz cerca de 80% de nosso orçamento. Nunca nos baseamos em publicidade – nem de governos, nem de empresas. Mas precisamos manter e ampliar a rede de apoio.

Nas próximas nove semanas – até a véspera do fim de ano – batalharemos para resistir e avançar em 2018. Precisamos reunir R$ 24.083 mensais, o que pode ser alcançado com 1400 doadores. Dirigimo-nos especialmente a você, que é participante de Outros Quinhentos ou que acompanha regulamente nossa produção editorial, por meio do boletim diário de atualização.

Oferecemos contrapartidas, por meio de parcerias inovadoras e contra-hegemônicas. Nosso espaço publicitário é oferecido gratuitamente a produtores culturais e da Economia Solidária. Recebemos dos anunciantes produtos e serviços – gratuidades e descontos em livros, sessões de cinema, cursos, shows de MPB, jazz e música latina, restaurantes e muitos outros. Compartilhamos tudo isso com quem nos apoia.

Nessa semana (até 24/10), propomos duas contrapartidas adicionais. Quem somar-se a Outros Quinhentos com contribuições a partir de R$ 30 mensais receberá dois regalos extra: os livros A Era do Capital Improdutivo, de Ladislau Dowbor e Rosa Vermelha, de Kate Evans, uma biografia refinada (em quadrinhos) de Rosa Luxemburgo que será lançada no próximo dia 25.

Livros são, aliás, uma contrapartida constante aos participantes de Outros Quinhentos. Graças a nossas parcerias incomuns, quem entra em nosso programa de sustentação autônoma desfruta de descontos de até 60% em livros de editoras como Boitempo, 34, Autonomia Literária, Elefantes, N-1 e Expressão Popular. Alguns exemplos: “Uberização: a nova onda do trabalho precarizado”, de Tom Slee, lançamento da Editora Elefante, “Comum: ensaio sobre a revolução no século XXI”, de Christian Laval e Pierre Dardot, publicado pela Boitempo.

Nas próximas nove semanas, entraremos regularmente em contato com você. Queremos informá[email protected] do andamento de nossa campanha e convidá[email protected] a participar, ou a trazer amigos. Os tempos são áridos – porém, resistimos solidários, frugais e criativos. Ter a sua companhia será um respiro – mas também um grande prazer.

TEXTO-FIM
The following two tabs change content below.

Antonio Martins

Antonio Martins é Editor do Outras Palavras